ASSISTÊNCIA JURÍDICA GRATUITA

Defensoria Pública vai realizar mutirão de atendimento jurídico gratuito no Terminal de Ônibus do CPA I

Publicados

em

Na próxima terça-feira (17), das 6h às 10h, ocorrerá o mutirão Defensoria Até Você, no Terminal de Ônibus do CPA I, em Cuiabá. A Defensoria Pública vai oferecer à população assistência jurídica gratuita em ações de divórcio, pensão alimentícia, declaração para obtenção da segunda via de documentos e orientação na área da saúde.

O evento acontecerá na Semana da Defensoria Pública, instituída pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (ALMT) em dezembro de 2019, em todo o estado, na terceira semana de maio, em alusão ao Dia do Defensor Público, celebrado no dia 19 de maio.

Localizado na região norte de Cuiabá, o Terminal Urbano do CPA 1 foi construído em 1995 e é responsável por mais de 15 linhas de ônibus que cruzam toda a capital. Diariamente, cerca de 30 mil pessoas passam pelo local.

Todo cidadão com renda mensal individual de até três salários mínimos ou rendimento familiar de até cinco salários mínimos pode receber assistência jurídica gratuita da Defensoria Pública.

Leia Também:  Geller busca apoio de Campos para disputar o Senado

Para participar, os interessados devem levar os documentos pessoais, como certidão de nascimento, RG e CPF dos filhos, certidão de casamento atualizada etc.

Confira abaixo a relação de documentos necessários para cada caso:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Destaques

“Convocamos à população para mais esse importante trabalho de prevenção à saúde”

Publicados

em

Além do desafio de conter a disseminação da Covid-19, enfrentamos também o desafio de vacinar o maior número possível de pessoas contra a gripe.

A vacina é a principal forma de proteção contra a Gripe. Mas ela precisa ser recebida todos os anos. É importante deixar claro que muita gente chama de “gripe” o que na verdade é o “resfriado comum”. Gripe é a infecção causada por um vírus do grupo Influenza, como o H1N1m e H3N2.

A proteção da Vacina contra a Gripe começa de 2 a 3 semanas após sua administração e dura por no máximo 1 ano. Sua maior proteção é nos 4 primeiros meses. Por isso a vacinação deve ser feita pouco antes do período de maior circulação do vírus.

Além disso, os vírus podem sofrer mutações de um ano ao outro o que pode comprometer a proteção, mesmo em pessoas com boa resposta à vacina. Existe um monitoramento dos tipos de vírus circulando a cada ano e em caso de grande mutações virais, há um ajuste da vacina.

Leia Também:  Jayme garante apoio a Taques até o final desta gestão; aliança para 2018 está indefinida

A principio, ter a doença uma vez causa imunidade para toda a vida. Mas, a proteção é específica para aquela cepa, portanto, a pessoa ainda precisa se vacinar todos os anos para se proteger dos outros vírus que estão na vacina. Além disso, caso o vírus pelo qual a pessoa se infectou sofra uma mutação e mude a cepa, a pessoa também não estará protegida contra o novo vírus.

Vacinas disponíveis

O Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), reforçou mais uma vez o alerta à toda população cuiabana para imunização contra a Influenza. As vacinas estão disponíveis para o público em geral, a partir dos seis meses de vida.

O chamado foi reforçado durante a live semanal desta terça-feira (28), mesmo dia em que começou a ampliação da cobertura vacinal. A vacina protege contra a Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B. Não é preciso fazer intervalo caso a pessoa tenha se vacinado contra a Covid.

Convocamos à população para mais esse importante trabalho de prevenção à saúde. Todas as unidades tiveram os estoques reforçados, a fim de atender o maior número de pessoas, principalmente os idosos e crianças, declarou o chefe do Executivo Municipal, Emanuel Pinheiro.

Mesmo com a prorrogação da campanha contra Influenza até do dia 24 de junho, a cobertura vacinal continua muito baixa.

Nosso público alvo inicial da campanha é de cerca de 158 mil pessoas e conseguimos vacinar somente 31% desse grupo. Com a liberação para toda a população, estamos trabalhando para aumentar esse percentual da vacinação contra a gripe”, finalizou Pinheiro.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA