COMEÇA EM AGOSTO

CBF publica diretriz técnica para o retorno das competições

Publicados

em

A bola voltará a rolar pelas competições nacionais em agosto. Os times entrarão em campo. O calendário estará repleto de partidas. Mas estamos vivendo um momento de exceção. A sociedade vem enfrentando há meses a pandemia de coronavírus e o futebol está passando por adaptações.

Neste cenário, a CBF elaborou a Diretriz Técnica Operacional para Retorno das Competições CBF (clique aqui para acessar).

O documento tem 60 páginas e e regulamenta os conceitos estabelecidos pelo Guia Médico de Sugestões Protetivas Para o Retorno às Atividades do Futebol Brasileiro. O objetivo é informar e esclarecer sobre protocolos que devem ser aplicados nas competições organizadas pela CBF, especificamente, os detalhes da operação das partidas. O início e reinício dos campeonatos seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde do Brasil e das secretarias estaduais e municipais de Saúde.

Esse documento é resultado de meses de trabalho conjunto de todas as diretorias da CBF, com a colaboração de diversos setores da sociedade e do futebol brasileiro. Vivemos um momento atípico, sem precedentes na história moderna. A roda do futebol volta a girar, mas em um contexto inédito. Estamos tomando o máximo de precaução para prezar pela saúde e segurança de todos os envolvidos, dentro e fora do campo, ressaltou o diretor de Competições da CBF, Manoel Flores.

A diretriz foi incluída no Regulamento Específico (REC) de cada competição a ser iniciada ou reiniciada sob coordenação da CBF em 2020, permanecendo em vigor, em razão da Pandemia da Covid-19, enquanto houver necessidade. As medidas estabelecidas levam em consideração que a retomada do futebol se dará sem público. Qualquer alteração nesse quadro será, devidamente, comunicada e este documento sofrerá os ajustes.

Todas as partidas serão realizadas com acesso restrito ao campo de jogo e vestiários, limitado aos funcionários essenciais à administração do Estádio no dia da partida, atletas das equipes e respectivas comissões técnicas, além da arbitragem, delegados da partida e controle de dopagem.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cuiabá enfrenta Brasil de Pelotas na Arena Pantanal
Propaganda

ESPORTES

Mixto Feminino realiza ação solidária durante a “Pandemia”

Publicados

em

A “Pandemia do Covid-19” interrompeu uma tradição cuiabana: sentar e conversar com os amigos e vizinhos, comer um delicioso bolo de arroz, tomar o famoso cafezinho com os amigos, fumar um cigarro de palha. Trouxe ainda consequências mais preocupantes: doença, desemprego e fome. Mas situações de crise também criam oportunidades.

Uma ação solidária foi criada como um instrumento para transformar o desejo de quem quer ajudar, ainda que isolado em sua casa, pessoas que estão enfrentando imensas dificuldades nesta realidade imposta pela pandemia do novo “Coronavírus“.

O time do Mixto Feminino desenvolve ação e arrecada kits básicos às famílias de atletas em situação de vulnerabilidade. Cerca de 34 kits foram distribuídas em prol de amenizar o impacto financeiro durante a pandemia do novo Coronavírus.

O período de “Pandemia” do novo Coronavírus tem afetado diretamente muitas famílias. Uma ação desenvolvida pelo Mixto Feminino resultou na doação de kits de cestas básicas, com alimentos e produtos de limpeza à famílias de atletas de 12 a 25 anos cadastradas no Projeto Toque de Letra.

Ao todo, 34 kits foram doadas pela Associação Mato-grossense de Esportes Olímpicos (Ameco) e distribuídas aos atletas.

Vivemos dias de dificuldades em razão da propagação do vírus. Como não foi possível fazermos a entrega dos kits coletivamente, mantivemos o compromisso e fizemos uma força tarefa para que sejam entregues em domicílio. O Kit não cessará a fome das famílias, porém, por alguns dias os pais e a mães das atletas contempladas terão pelo menos o básico para colocar na mesa, destacou Renner Benevides.

O Projeto Toque de Letra atende 62 meninas de oito a 20 anos, e tem como objetivo descobrir novos talento do futebol feminino em Mato Grosso. O projeto é coordenado pelos professores Celso Nunes e Renner Benevides.

O Mixto Feminino projeta a próxima ação, com o objetivo de doar 100 marmitas para andarilhos que estão em situação de vulnerabilidade em Cuiabá. O projeto ressalta a importância de colaboradores e parceiros.

Para mais informações e doações, entrar em contato através dos seguintes números: (65) 99307 2494 e (65) 9980 11982.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Federação convoca Conselho Técnico para a Copa FMF 2020
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA