COMPROMISSO ASSUMIDO

“Quase R$ 32 milhões serão injetados na economia local”

Publicados

em

O Prefeito de Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda (MDB), confirmou que o Município quitará neste dia 30, mais uma folha salarial, que novamente será paga aos quase 8 mil servidores, dentro do mês trabalhado.

Quase R$ 32 milhões serão injetados na economia local, cifras que derivam do pagamento dos servidores da Administração Direta, do Departamento de Água e Esgoto (DAE/VG) e para os servidores da Previdência de Várzea Grande, tanto os ativos como os inativos que têm suas aposentadorias e pensões resguardadas e cumpridas e confirmou que até o final deste ano serão injetados na economia local R$ 158,5 milhões apenas em salários, sem contar o pagamento de todos os fornecedores.

O Chefe do Executivo Municipal esteve em reunião com secretários da área econômica e mais uma vez determinou o empenho e zelo no controle de gastos, já que o final de ano se aproxima e o Município tem o compromisso de quitar as folhas de setembro, outubro, novembro, dezembro e o 13º salário, sendo três destas folhas em menos de 30 dias.

A equipe econômica já está alinhando o cronograma de pagamentos de outubro a dezembro do nosso funcionalismo, lembrando que existe um calendário anunciado no início do ano e que está sendo rigorosamente cumprido, assegurando tranquilidade e confiança, não apenas aos servidores públicos municipais, mas, sobretudo, otimismo à economia local que conta com o pagamento em dia dessa importante parcela da sociedade várzea-grandense e permitindo que o empresário, o comerciantes também planejem suas aquisições de final deste ano na expectativa de se recuperar dos atropelos impostos pela pandemia da COVID-19”.

Ainda conforme o prefeito, a atual gestão encerrará seu primeiro ano de mandato com 100% dos compromissos financeiros com fornecedores, servidores e encargos, quitados.

Sabemos do período difícil e incerto em relação à economia. O poder de compra das famílias foi reduzido, a inflação segue em ascensão no nosso País e nada mais justo do que manter o pagamento dos salários em dia aos nossos servidores. Quem planejou férias, pequenas reformas em casa, aquisição de itens de maior valor agregado, pode seguir com a meta, pois os pagamentos de salários e do abono do 13º serão quitados”.

Tão importante quanto confirmar o calendário de pagamento dos servidores nessa reta final do ano, é reforçar que esta gestão trabalha focada em ações estruturantes, como por exemplo, sobre a reforma administrativa, frisou Baracat durante a reunião.

Seguimos buscando caminhos e formas legais para recuperar o poder de compra dos nossos servidores e sabemos que isso passa pelo ganho real sobre os salários do funcionalismo, sejam eles efetivos, estáveis, comissionados ou temporários”.

A folha de pagamento necessita de correções de rumo, sem colocar em risco o equilíbrio das finanças e principalmente o respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a PEC Emergencial que socorreu Estados e Municípios em 2020 diante da pandemia da Covid-19 e impede até o final deste ano aumento nos gastos com o funcionalismo público. Estamos engessados, mas estudando formas de melhorar os vencimentos dos nossos colaboradores”, completou o prefeito.

Estamos trabalhando para nos manter mais próximos da realidade diante do atual quadro que exige cuidados especiais por causa da pandemia da COVID-19, mas em nenhum momento os investimentos deixaram de ser aplicados em todas as áreas além da saúde, pois eles representam uma melhor qualidade de vida para toda a população”, disse o prefeito Kalil Baracat.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  TCE vai apurar falta de medicamentos e insumos utilizados no combate à Covid-19
Propaganda

ECONOMIA

Várzea Grande recebe emendas no valor de R$ 20 milhões

Publicados

em

Sinalizando que vai continuar redobrando os esforços no sentido de ajudar a administração municipal de todas as 141 cidades de Mato Grosso, mas principalmente de Várzea Grande, o Senador do Partido Democratas (DEM), Jayme Veríssimo de Campos anunciou a liberação de novas emendas para obras e ações, bem como, entendimentos junto ao Governo Federal para ampliar repasses de recursos para obras de abastecimento de água e esgoto sanitário, hoje um dos maiores problemas da segunda maior cidade do Estado.

Várzea Grande recebeu duas emendas no valor de R$ 20 milhões do Senador Jayme Campos. Os recursos serão aplicados na saúde pública e em obras de infraestrutura, principalmente na pavimentação asfáltica de vários bairros.

É sempre bom contar com o apoio dos parlamentares da bancada federal e novamente o Senador Jayme Campos demonstra seu apreço a cidade de Várzea Grande aonde ele foi prefeito por três mandatos, lembrando que no início de nossa gestão já foi repassado valores de R$ 10 milhões para a saúde pública de outra emenda do senador”,disse o prefeito Kalil Baracat,.

E conforme o chefe de Executivo Municipal, vai ainda colocar recursos próprios de Várzea Grande para ampliar a capacidade e atender mais bairros do município com obras, pois recursos federais e estaduais são essenciais, mas também precisam de contrapartida de recursos do Tesouro Municipal.

Kalil Baracat sinalizou que estes recursos se somam com o empréstimo da ordem de R$ 90 milhões contratados junto a Caixa Econômica Federal (CEF), sendo R$ 70 milhões para pavimentação asfáltica e R$ 20 milhões para ampliar os R$ 100 milhões que estão sendo investidos em obras de abastecimento de água e esgoto sanitário.

Quero deixar meu testemunho do apoio que temos recebido dos senadores, deputados federais, dos deputados estaduais da Assembleia Legislativa e do próprio Governo de Mato Grosso e isto tem que ser declarado para que as pessoas saibam o quanto eles têm nos ajudado a vencer as dificuldades e obstáculos que são comuns em uma gestão pública, assinalou o prefeito.

Ele aproveitou a presença dos vereadores no evento, para agradecer o apoio do Poder Legislativo Municipal que também não tem medido esforços no sentido de ajudar o Executivo a vencer os obstáculos impostos como a questão do abastecimento de água.

Já o Senador Jayme Campos (DEM), assinalou que sua meta é concluir ano que vem a primeira parte de seu mandato com 141 cidades contempladas com recursos de emendas parlamentares de sua autoria.

Já liberei próximo de R$ 200 milhões em emendas para 134 cidades e queremos dentro da possibilidade e da realidade, pois estes recursos são federais, atender a todas as cidades, atender a Mato Grosso”, disse Jayme Campos frisando ainda que vai reforçar os pedidos em cima da questão do abastecimento de água e de obras de esgoto.

O Senador do Partido Democratas (DEM), reconheceu a necessidade de reforçar os investimentos no abastecimento de água de Várzea Grande e lembrou que o prefeito Kalil Baracat está investindo R$ 100 milhões nestas obras e vai lançar outras duas obras que em definitivo irão permitir que Várzea Grande melhore de forma significativa o abastecimento de água para toda a sua população.

Jayme Campos ressaltou que o bom trânsito do prefeito Kalil Baracat, junto a Bancada Federal, graças ao trabalho que vem fazendo em Várzea Grande, facilita a busca por emendas parlamentares, defendendo uma emenda de bancada com recursos mais volumosos para ser aplicado em obras de abastecimento de água e esgoto sanitário.

A deficiência que existe hoje é decorrente do crescimento populacional aliado a falta de investimentos, até porque os R$ 215 milhões de um total de R$ 500 milhões previstos do PAC resgatado em 2015 pela prefeita Lucimar Sacre de Campos, nem R$ 5 milhões para água foram liberados, então o problema se demonstra mais severo e mais potencializado pela seca que é a maior das últimas décadas e pela falta de investimentos, sem contar outros problemas que também agravam a situação como as perdas de água, os desvios entre outros”, disse Jayme Campos.

Já o prefeito Kalil Baracat reafirmou a disposição e o enfrentamento do problema sinalizando que durante todo o seu mandato, os esforços em primeiro plano são pela resolutividade da questão da água e consequentemente do esgoto, mas que é necessário avançar ainda mais, seja em novas redes, novos equipamentos e na conscientização das pessoas quanto ao uso racional da água disponível.

Com o apoio dos Governos, Federal, de Mato Grosso, da Assembleia Legislativa e de recursos próprios, Várzea Grande irá dobrar a atual capacidade de captação, tratamento e distribuição de água dos atuais 700 litros por segundo para 1.400 litros por segundo ou 120.960 milhões de litros de água por dia, o que representa dizer mais de 400 litros por dia por cada habitante, ou seja, mais que três vezes a necessidade apontada como ideal pela Organização Mundial da Saúde (OMS) de 120 até 140 litros/dia por habitante”, disse o prefeito Kalil Baracat.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Novo Decreto: Delivery, drive thru e conveniências com restrições, e escolas ainda estão suspensas
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA