ASSISTÊNCIA SOCIAL EM VÁRZEA GRANDE

“Entrega dos novos cartões começa a ser realizada no dia 13 de maio”

Publicados

em

Fome, frio, desamparo, medo. Esta é a realidade de milhares de pessoas no Brasil que vivenciam privações diversas e experimentam sofrimentos atrozes. A falta de amparo do Estado, que muitas das vezes se mostra ineficaz, relega milhares de pessoas a uma situação de vulnerabilidade social que ninguém deveria ser obrigado a experimentar.

Doar é um ato de amor ao próximo e contamos com isso para proporcionar acesso aos itens básicos como alimentos, material escolar e de higiene para várias famílias do Estado de Mato Grosso e às regiões mais vulneráveis do Estado.

Garantir o acesso das famílias consideradas em risco de vulnerabilidade social tem unido o Governo do Estado de Mato Grosso e a Prefeitura Municipal de Várzea Grande, nos repasses de recursos do Programa ‘SER FAMÍLIA EMERGENCIAL.

Temos redobrado os cuidados com aquelas pessoas e famílias que vivem em risco, ainda mais com a inflação alta e os constantes aumentos nos gêneros alimentícios e nas tarifas de serviços essenciais como energia elétrica, água, combustíveis entre outros”.

Disse o Prefeito de Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda (MDB), logo após a solenidade de entrega de mais de 1.500 títulos definitivos de propriedade feitas pelo Governador do Estado de Mato Grosso, Mauro Mendes Ferreira (UB), e pelo próprio prefeito varzéa-grandensse.

Kalil Baracat enalteceu os esforços do Governo do Estado na área social sob o comando da primeira-dama, Virginia Mendes, com suporte da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania que tem atuado em comum acordo com a primeira-dama de Várzea Grande, Kika Dorilêo Baracat e com a Assistência Social da segunda maior cidade de Mato Grosso, para que o atendimento realizado, as famílias em risco de vulnerabilidade social, seja mais efetiva e resolutiva.

Leia Também:  Dia 30 segunda pesquisa do IBOPE será divulgado pela TVCA

A Secretaria de Assistência Social de Várzea Grande recebeu, no último dia 09 de maio, os novos cartões do Programa ‘Ser Família Emergencial que serão distribuídos as famílias cadastradas. A entrega dos novos cartões começa a ser realizada no dia 13 de maio, próxima sexta-feira a partir das 8 horas na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social para as pessoas como nome iniciados com a letra A.

Nos dias 16 a 18 todos os demais receberão seus cartões, das 8h às 17 horas, no Centro Pastoral Padre Aldacir Carniel (CEPAC), localizado na região central da cidade. O município recebeu mais de 8 mil cartões.

A titular da pasta, Ana Cristina Vieira, disse que a Secretaria de Assistência Social segue nesta semana com uma extensa programação de entrega de outros benefícios sociais como cestas básicas e filtros de barro a diversas localidades, entrega estas já agendadas, e que também conta com a parceria do Governo do Estado.

Ana Cristina informou ainda que o município de Várzea Grande recebeu 8 mil cartões do Programa “Ser Família Emergencial, e que as famílias beneficiadas com a transferências de renda, irão receber o valor de forma retroativa.

Ela frisou ainda que existe toda uma logística para a distribuição e um cuidado especial para fazer chegar aos detentores do direito, os recursos do SER FAMÍLIA EMERGENCIAL.

A troca dos cartões se deve em função do Governo do Estado de Mato Grosso romper o contrato com a empresa Eovale (Meovale) em seguida, abrir uma nova licitação de forma emergencial, para não prejudicar as famílias que dependem do auxílio. Segundo o Governo, o rompimento ocorreu após o Estado repassar recursos a empresa que não repassou aos beneficiários.

Leia Também:  "Queremos desenvolver uma política de desenvolvimento para Várzea Grande"

A coordenadora do Programa de Proteção Básica de Várzea Grande, Bernadete Miranda alertou para a necessidade de o beneficiário apresentar os seus documentos pessoais, para o recebimento do cartão.

Esses documentos serão exigidos por isso é preciso que o beneficiário certifique toda a documentação antes de ser dirigir ao CEPAC”, completou.

O prefeito Kalil Baracat sinalizou que obras valorizam a cidade de Várzea Grande e seus imóveis, além de gerar emprego e renda e movimentar a economia, mas elas (as obras), devem vir acompanhadas de ações sociais que permitam as pessoas, as famílias serem contempladas com alimentação de qualidade e uma vida mais digna, por isso, benefícios sociais são fundamentais para se ter uma população atendida em seus anseios, concluiu.

Kalil Baracat lembrou ainda que Várzea Grande tem dado exemplo de resolutividade para o Governo do Estado, seja em obras ou ações como o SER FAMÍLIA EMERGENCIAL e agradeceu pelo tratamento dispensado pelo governador Mauro Mendes e pela primeira-dama, Virgínia Mendes, através da estrutura do Estado, para com Várzea Grande e sua gente.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Destaques

“Convocamos à população para mais esse importante trabalho de prevenção à saúde”

Publicados

em

Além do desafio de conter a disseminação da Covid-19, enfrentamos também o desafio de vacinar o maior número possível de pessoas contra a gripe.

A vacina é a principal forma de proteção contra a Gripe. Mas ela precisa ser recebida todos os anos. É importante deixar claro que muita gente chama de “gripe” o que na verdade é o “resfriado comum”. Gripe é a infecção causada por um vírus do grupo Influenza, como o H1N1m e H3N2.

A proteção da Vacina contra a Gripe começa de 2 a 3 semanas após sua administração e dura por no máximo 1 ano. Sua maior proteção é nos 4 primeiros meses. Por isso a vacinação deve ser feita pouco antes do período de maior circulação do vírus.

Além disso, os vírus podem sofrer mutações de um ano ao outro o que pode comprometer a proteção, mesmo em pessoas com boa resposta à vacina. Existe um monitoramento dos tipos de vírus circulando a cada ano e em caso de grande mutações virais, há um ajuste da vacina.

Leia Também:  Emanuel Pinheiro ira administrar Cuiabá sem oposição na Câmara Municipal

A principio, ter a doença uma vez causa imunidade para toda a vida. Mas, a proteção é específica para aquela cepa, portanto, a pessoa ainda precisa se vacinar todos os anos para se proteger dos outros vírus que estão na vacina. Além disso, caso o vírus pelo qual a pessoa se infectou sofra uma mutação e mude a cepa, a pessoa também não estará protegida contra o novo vírus.

Vacinas disponíveis

O Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), reforçou mais uma vez o alerta à toda população cuiabana para imunização contra a Influenza. As vacinas estão disponíveis para o público em geral, a partir dos seis meses de vida.

O chamado foi reforçado durante a live semanal desta terça-feira (28), mesmo dia em que começou a ampliação da cobertura vacinal. A vacina protege contra a Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B. Não é preciso fazer intervalo caso a pessoa tenha se vacinado contra a Covid.

Convocamos à população para mais esse importante trabalho de prevenção à saúde. Todas as unidades tiveram os estoques reforçados, a fim de atender o maior número de pessoas, principalmente os idosos e crianças, declarou o chefe do Executivo Municipal, Emanuel Pinheiro.

Mesmo com a prorrogação da campanha contra Influenza até do dia 24 de junho, a cobertura vacinal continua muito baixa.

Nosso público alvo inicial da campanha é de cerca de 158 mil pessoas e conseguimos vacinar somente 31% desse grupo. Com a liberação para toda a população, estamos trabalhando para aumentar esse percentual da vacinação contra a gripe”, finalizou Pinheiro.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA