CORRENTE DO BEM

Jovens do “Ressignifica pro bem” usam rede social para ajudar pessoas em situação de rua

Publicados

em

Ressignifica pro Bem” é um projeto social liderado por jovens universitários e que tem por objetivo arrecadar itens essenciais destinados a pessoas em situação de rua e famílias carentes de Cuiabá e São Paulo. O grupo usa as redes sociais para sensibilizar quem possa contribuir com roupas e alimentos e também para disseminar na sociedade empatia pelo próximo.

Nesta quinta-feira (03), os voluntários do Ressignifica pro Bem fizeram a distribuição de kit higiene, bolachas, suco, água e sanduíches no bairro da Mooca, em São Paulo. A ação deve contemplar cerca de 40 pessoas em situação de rua. Neste sábado (05), às 10h, os jovens farão entrega de cestas de alimentos, produtos de higiene, livros e roupas para 12 famílias no Jardim Videira, em Cuiabá (MT).

O projeto surgiu em julho de 2020 após a estudante Maria Júlia Fortunato assistir um vídeo que mostrava mantas sendo transformadas em sacos para dormir e a uma reportagem que falava sobre como fazer colchonetes e capas de chuva usando guarda-chuvas.

Inspirada nesses vídeos, Maria Júlia, que é cuiabana e cursa medicina em São Paulo, começou a mobilizar familiares e amigos para arrecadar guarda-chuvas. Costureira, a avó Luzia Fortunato, deu grande contribuição na confecção dos sacos e logo, com apoio de parentes e amigos, já estava distribuindo a produção para pessoas que vivem nas praças de Cuiabá.

Leia Também:  Campanha de Atualização Cadastral termina no dia 30 de maio

Com a chegada de novos voluntários, o projeto expandiu e hoje o grupo também ajuda pessoas carentes que vivem nas ruas da cidade de São Paulo com alimentos e produtos de higiene pessoal, tudo doado pela sociedade. A arrecadação é feita por meio das redes sociais do Ressignifica pro Bem.

Começamos montamos kit de higiene com máscara, escovas, creme dental, papel higiênico e sabonete. Também montamos kit alimentação com sanduíche, bolacha e fruta, além de sucos, achocolatados, refrigerantes e água, e hoje já estamos entregando cestas básicas para famílias carentes, pontua Giovanna Moraes, acadêmica de odontologia.

A médica Giovana Fortunato, mãe de Maria Júlia, é apoiadora do projeto.

São jovens extremamente sensíveis às causas sociais, com disposição para ajudar o próximo, e têm todo o nosso apoio“.

Divulgação

É por meio da internet que o grupo divulga o trabalho voluntário e busca novos apoiadores, além de tirar dúvidas, contar curiosidades e reflexões que cercam a vivência das pessoas em situação de rua, a fim de sensibilizar e conscientizar o internauta sobre a importância de ajudar o próximo.

As redes sociais são importantes para a manutenção do projeto. É por meio delas que viabilizamos um maior número de doações, promovemos conexões entre as pessoas, a formação de parcerias e acompanhamento do nosso trabalho voluntário, concedendo a nós a oportunidade incrível para espalhar o bem a quem precisa“, ressalta Beatriz Quintam, acadêmica de psicologia.

Além de falar sobre os desafios enfrentados por esses indivíduos, os voluntários também usam as redes sociais para divulgar possibilidades de emprego, organização de documentos, orientação sobre como ir a uma entrevista incluindo a falta de documento ou roupas para entrevistas de trabalho.

Isso nos possibilita sensibilizar e promover uma conscientização aliada ao senso crítico para o público que nos acompanha. Assim, o projeto tem recebido mensagens de apoio ou de gratidão por despertar um novo modo de olhar para essas pessoas, nos motivando cada vez mais“, finaliza Cauê Frungilo, acadêmico de engenharia.

Como ajudar

Acesse @ressignficaprobem no Instagram para ver detalhes sobre este trabalho voluntário e sobre como contribuir.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Fecomércio-MT vai incluir jovens no mercado de trabalho

Publicados

em

O sonho de toda mãe é conseguir para os filhos uma vaga como jovem aprendiz ou estagiário, mas sabe que a realidade entre distribuir currículos e conseguir uma oportunidade é uma tarefa difícil.

O Sistema Fecomércio-MT/Sesc/Senac/IPF-MT dará início, na semana do dia 6 a 10 de junho, ao ‘Programa Empregar’, que busca qualificar jovens de 16 a 20 anos para o mercado de trabalho. A ação é gratuita e as inscrições devem ser feitas pelo link na BIO do Instagram da federação (@fecomercio_mt).

Esta é uma grande oportunidade para jovens que desejam ingressar no mercado de trabalho. É importante destacar que o Brasil vive hoje uma de suas piores crises econômicas na história. Milhões de desempregados, mas ao mesmo tempo milhares de postos de trabalhos em aberto, e então por que a conta não fecha? Empresas hoje não têm mais tempo para treinamento, preferem aqueles que já estejam qualificados e prontos para começarem a trabalhar. Para os adolescentes, a cobrança é ainda mais dura. 

Leia Também:  Cuiabá pode sofrer W.O. contra Melgar, do Peru

Durante a programação do Sistema Fecomércio-MT/Sesc/Senac/IPF-MT, serão apresentadas palestras de capacitação aos jovens, com técnicas de comportamento, marketing pessoal e empreendedorismo. Também serão realizados testes vocacionais e de aptidão visando atender às demandas dos empresários do comércio.

Para o presidente da federação, José Wenceslau de Souza Júnior, a ideia do programa é contribuir para a capacitação dos jovens e atender as empresas dos setores do comércio e serviços.

Muitas empresas de varejo que atuam na região estão sempre em busca de profissionais qualificados, o que nem sempre é possível no mercado atual. Por isso, queremos fazer essa “ponte” para auxiliar tanto a empresa quanto o colaborador, afirmou.

O superintendente da entidade, Igor Cunha, disse que o programa, já realizado anteriormente pelo Sindicato do Comércio Varejista de Material de Construção de Mato Grosso (Sindcomac-MT), possibilitou a inserção de dezenas de jovens no mercado de trabalho.

Esta ação possibilitará atender aos diversos segmentos filiados à Fecomércio-MT, colocando os jovens no mercado de trabalho e melhorando a situação econômica da região e de suas famílias”.

As atividades serão promovidas na sede da Fecomércio-MT, no período da tarde, das 14h às 17h. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (65) 3648-1400.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA