PROTEÇÃO

Barreiras sanitárias para enfrentamento da “Covid-19” em Leverger

Publicados

em

A Prefeitura de Santo Antônio de Leverger, através da Secretaria Municipal de Saúde está tomando medidas mais severas, como forma de combater e prevenir a população da “Pandemia do Coronavírus“, realizando barreiras sanitária na principal via de acesso ao município.

A Organização Mundial de Saúde (OMS), juntamente com a Secretaria Estadual de Saúde do Estado de Mato Grosso (ES/MT), orienta os municípios à realização de barreiras sanitárias para prevenção e controle do “Covid-19“, doença causada pelo “Coronavírus“.

As barreiras são realizadas em pontos estratégicos, pelas vigilâncias sanitárias estadual e municipais em conjunto com servidores remanejados de outras secretarias, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e voluntários, para reforçar a vigilância nas portas de entrada das cidades.

A barreira é muito importante para orientação dos viajantes em relação ao que o decreto estabelece, principalmente no que tange o isolamento social de 15 dias. Além das orientações sobre sinais e sintomas de “Covid-19“, e, em caso de sintoma, há a orientação de comunicar imediatamente à vigilância epidemiológica do município“, disse uma das integrante da barreira sanitária na entrada do município de Santo Antonio do Leverger.

Ela ainda reforça que na abordagem também são coletados dados dos viajantes para que haja uma rápida rastreabilidade em caso de confirmação de casos suspeitos.

Na ação, os profissionais da Saúde que estão devidamente equipados, além de aplicar álcool na mão das pessoas, orientam sobre o uso das máscaras e os cuidados com a higienização. Na oportunidade, falam sobre as novas medidas dos Decreto Municipal, que restringe o funcionamento de pesqueiros e restaurantes da região, como forma de evitar aglomerações.

A barreira sanitária está sendo realizada todos os dias, nos horários de pico, nas proximidades do Posto Policial da MT 040, onde até temperaturas estão sendo aferidas nas pessoas que passam pela via“.

O objetivo desta barreira é de orientar tanto os visitantes, quantos os moradores sobre as medidas preventivas e protetivas, individuais e coletivas acerca da COVID-19 na cidade.

Caso alguém apresente os sintomas do vírus, a equipe irá promover o encaminhamento dos casos suspeitos de COVID-19 à Unidade de Saúde, para realização de exames e isolamento dos pacientes.

Sintomas COVID-19“: temperatura corporal igual ou superior a 37,8º, tosse seca, dor de garganta, dor muscular (mialgia), dor de cabeça (cefaleia) e prostração, dificuldade para respirar.

O município de Santo Antônio de Leverger teve um registro de caso confirmado de COVID-19, porém, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o paciente já se recuperou e passa bem.

Hoje o município não apresenta nenhum caso confirmado de “COVID-19“.

O prefeito Valdir Castro Filho desde o princípio da Pandemia do Coronavírus no Estado, vem tomando medidas seguindo as normas da Organização Mundial da Saúde (OMS), com objetivo de proteger a vida do povo de Leverger.

Pedimos a todos que tomem cuidado, estamos fazendo a nossa parte, mas um tem que cuidar do outro, não esqueçam de lavar constantemente as mãos, evitar aglomerações, só sair de casa se for necessário e com as máscaras, tenho fé em Deus, e em Santo Antônio que logo iremos sair mais fortalecidos desta situação, explicou Valdirzinho.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Barreira Sanitária; Cuiabá registra 2.948 atendimento a pessoas
Propaganda

Geral

Barreira Sanitária; Cuiabá registra 2.948 atendimento a pessoas

Publicados

em

O segundo dia de barreira sanitária em Cuiabá, realizado nesta quinta-feira (9), registrou atendimento a 2.948 pessoas que estavam a bordo de 1.503 veículos. Todas foram examinadas pelas equipes de fiscais da Vigilância Sanitária, nos quatro pontos estratégicos de entrada e saída da capital.

Dessas, apenas seis pessoas precisaram ser encaminhadas para unidade de saúde por apresentarem sintomas de “Covid-19“. Elas assinaram um termo de consentimento se comprometendo a procurar um médico e a Vigilância Sanitária anotou os contatos dessas pessoas para encaminhar a Vigilância Epidemiológica, que deve fazer o acompanhamento.

Ao longo de toda a quinta-feira (9), foram abordadas 2.585 pessoas a bordo de 1.370 carros ou caminhonetes, 54 pessoas em 33 caminhões, 87 pessoas a bordo de 65 motocicletas e 222 pessoas em 35 ônibus, micro-ônibus ou vans.

A barreira com o maior fluxo de pessoas foi a da BR-163/364, onde 830 pessoas foram abordadas, em 405 veículos. 713 delas estavam em carro ou caminhonete, 89 em ônibus, micro-ônibus ou van, 21 em motos e sete em caminhões.

Na rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), houve a aferição de temperatura e aplicação de questionário junto a 787 pessoas a bordo de 369 veículos. Foram 685 pessoas em carros de passeio ou caminhonete, 63 em ônibus, micro-ônibus ou van, 34 em caminhão e cinco em motocicleta.

Na rodovia Helder Cândia (MT-010), conhecida como Estrada da Guia, houve a fiscalização sanitária junto a 693 pessoas, que estavam a bordo de 377 veículos, sendo 623 em carros e caminhonetes, 42 em ônibus, micro-ônibus ou van, 20 em motocicletas e oito em caminhões.

A barreira sanitária com menor fluxo no dia foi a da rodovia Palmiro Paes de Barros (MT-040, que liga a Capital a Santo Antônio do Leverger. Lá foram atendidas 638 pessoas em 352 veículos. 564 pessoas estavam em carros ou caminhonetes, 41 em motos, 28 em ônibus, micro-ônibus ou van e cinco em caminhões.

As barreiras sanitárias estão em funcionamento desde a quarta-feira (8) e vai até o dia 14 de julho, sempre das 8h às 12h e das 13h às 17h. A implantação das estruturas é uma estratégia adotada pela Prefeitura de Cuiabá como forma de inibir o contágio pelo novo Coronavírus (Covid-19).

Cerca de 30 servidores da Secretaria Municipal de Saúde, além de agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana, policiais rodoviários federais e policiais militares atuam nas blitzes. Nesses pontos é feita aferição de temperatura corporal e aplicação de questionário junto aos condutores e passageiros para verificar sintomas de Covid-19.

Também é feita limpeza dos pneus dos veículos com cloreto de benzalcônio. As pessoas identificadas com sintomas são orientadas a procurar o mais rapidamente uma unidade de saúde e assinam um termo se comprometendo a fazê-lo. Posteriormente, a Vigilância Epidemiológica faz o acompanhamento dessas pessoas.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Sistema de abastecimento é reforçado no Parque Nova Esperança 2
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA