Política

Vidente diz se Bolsonaro vai morrer e faz terríveis previsões para o Brasil

Publicados

em

Conhecida por todo o Brasil, a Sensitiva Márcia Fernandes é muito admirada e respeitada por suas previsões divulgadas nas redes sociais e que dizem respeito principalmente à vida dos artistas.

A Sensitiva indica que o Brasil continuará com instabilidades políticas, mas que a posição de Mercúrio fará com que o povo mantenha a busca por transparência dos governantes e que muitos escândalos ainda virão à tona.

De janeiro a março, Sensitiva diz que a tensão estará sobre o Judiciário, atingindo a política externa do país. No Congresso Nacional, projetos, leis e medidas de grande magnitude, que geram notoriedade e impacto, deverão ser votados, e haverá um aumento da participação de grupos que se organizam para atuar de forma mais expressiva em várias áreas da vida do país.

Até março, Sensitiva diz que Urano em trígono com Netuno sinalizará uma tendência mais inovadora do Congresso, Câmara e Senado, seja em relação aos seus quadros, condutas ou pautas. O país, como um todo, afirma a astróloga, entra em uma fase de buscar soluções e caminhos alternativos:

Podemos falar em uma nova safra de ideias, pessoas e atividades“.

Em julho, o céu indica que haverá problemas com medidas de impacto impostas pelo presidente Jair Bolsonaro, havendo uma fase de declínio de seu governo.

Já em novembro, afirma Márcia Sensitiva, haverá sinais visíveis de insatisfação e perda de apoio da população.

Poderemos esperar por um ano em que muitas situações de esquemas e maracutaias venham à tona e gerem bastante questionamento e necessidade de execução da Justiça“, diz Sensitiva.

E, até o final de 2020, Márcia Sensitiva diz que o Sol em quadratura com Netuno indica que deve haver muitas despesas mal calculadas e uso indevido do dinheiro público. Marte em quadratura com Netuno, diz a astróloga, trará desorganização e ausência de propósitos claros para o Senado, mas sem repercussão significativa para a sociedade.

Márcia é figurinha marcada nas tardes da TV brasileira através de sua participação no programa Tricotando, da RedeTV!

Vale lembrar que mesmo antes de Jair Messias Bolsonaro sofrer o atentado por conta da política, a espiritualista o viu em um centro cirúrgico.

O caso repercutiu na ocasião e foi mostrado ao vivo no dia 8 de setembro, pouco tempo depois o candidato sofreu o atentado e de lá para cá, já foi submetido há várias cirurgias.

Recentemente, a paranormal, diz ter visto algo novo sobre a vida de Bolsonaro, apesar de dizer que não tem notícias das melhores para o presidente, garantiu que o que acontecerá com ele, não será para sua morte.

Mas, afirma que a saúde dele vai sofrer algumas alterações, e fora isso, ele terá muitos problemas na política.

Antes de concluir sua fala, ela disse que o Brasil enfrentará algumas situações ainda mais difíceis este ano, como o enfrentamento de muitas chuvas, catástrofes e desastres ambientais.

Ela lembra que somos responsáveis por toda esse desordem ambiental, pois quando a gente não cuida bem do nosso espaço na terra, quando a gente não protege a natureza, ela manda a conta, e não é barato.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Possível venda de mandato de Jean Wyllys; Medeiros pede investigação da PF e PGR

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Política

Enquanto cuiabanos e várzea-grandenses choram, 139 municípios esperam o ultimato para Emanuel: a “carta”

Publicados

em

O comportamento do prefeito cuiabano do MDB, Emanuel Pinheiro, depende do seu time de coração. Ganharam na segunda-feira no Serrinha contra o Goiás, já foi motivo para começar o seu “joguinho” na mudança do modal do Veiculo Leve sobre Trilhos (VLT) ou o Bus Rapid Transit (BRT) entre as cidades vizinhas, Cuiabá e Várzea Grande.

Porém o que o alcaide cuiabano não esperava foi o ultimato “se o prefeito escrever uma “carta” que não quer ok, tudo bem. Eu vou pegar esse recurso e vamos fazer esse investimento em outro lugar“, disse o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes Ferreira (DEM), nesta terça-feira em Live no site de noticias Mídia News.

Entendam: o Governo do Estado de Mato Grosso detém o crédito e não a escolha de modal, isso cabe a Prefeitura de Cuiabá. Os alcaides das cidades vizinhas de Cuiabá e Várzea Grande, precisam notificar a Caixa Econômica Federal (CEF). Caso Emanuel Pinheiro ou Kalil Baracat não assine a mudança do projeto do Bus Rapid Transit (BRT) ficará no espaço, porque ainda não existe “Projeto”.

Como assim não existe “Projeto”?

Muito bem os internautas do Blog do Valdemir, querem saber o desfecho? Então vamos analisar o dilema de Emanuel Pinheiro: se correr o bicho pega, se correr o bicho come. Nenel Pinheiro foi pego no contra pé e amanhã estará a “carta” que Mauro Mendes quer e que muitos prefeitos não gostariam, e assim o governador mandaria os R$ 400 milhões para os 140 municípios, e Cuiabá ficaria sem o Bus Rapid Transit (BRT).

Então vamos imaginar a “carta” de Emanuel Pinheiro para o Mauro Mendes.

Escrevo está “carta” meu ex-amigo Mauro, com muita raiva. Vou abrir o meu coração, mas, por favor, não leva ao conhecimento da população. Meu ex-amigo político, se por um lado, tornar-se Prefeito de Cuiabá traz mais reconhecimento e salários mais interessantes, por outro, os desafios e as exigências espero que sejam condizentes com tais recompensas. Antes de mais nada, para evitar frustrações, é preciso ter em mente que sair da zona de “conforma” , vai exigir o desenvolvimento de três competências principais: 1) não estou recuando das minhas convicções, estou com medo de perder R$ 400 milhões. 2) não sou humilde, a classe política me conhece, mudei de opinião é porque estou perdendo credibilidade com a população. 3) não acredito Mauro, estou até agora, o xeque mate, este xeque mate, jogou pesado demais. Agora todo mundo vai descobrir que era somente jogo de encenação, para esconder a realidade . Assim Mauro Mendes eu vou mudar, mas saiba que não quero, saiba que não esperava este xeque mate“, “carta” imaginaria de Nenel para Mendes.

Emanuel Pinheiro aproveita e escreva a “carta” no qual é contra o Decreto do governador Mauro Mendes para combater a Pandemia da Covid-19?

Agora, a medida de Emanuel Pinheiro merece os nossos reconhecimentos: vai multar locais com aglomerações. O que escrever com aspas? “multar”, tá bom, não sei o motivo, mas escrevi.

Nota da redação

O mês de janeiro passando, como num estalar de dedos, mas esse início nos trouxe inúmeras lições: janeiro tinha tudo para ser morno por contas dos recessos nos poderes: Legislativo e Judiciário. No entanto, a fábrica de polêmicas do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro não tirou férias.

Volto mais uma vez reiterar que a nossa equipe de reportagem do Blog do Valdemir não tem nenhuma posição política contra e nem a favor de Nenel Pinheiro.

Procuramos sempre elogiar e criticar com base em análises imparciais. A agenda de trabalhos em prol de Cuiabá, por exemplo, é muito boa. A política por outro lado segue ruim.

Emanuel vem acumulando desafetos entre aliados. O caso mais recente é com a “mulher maravilha”. Até quando?

Nenel Pinheiro e a “mulher maravilha” vem travando uma verdadeira batalha nas redes sociais e nos veículos de comunicação. Sem sangue nos olhos até o momento.

Até o dia que Emanuel Pinheiro tomar atitude de um líder e assinar a “carta”.

O prefeito cuiabano tem que aceitar que o jogo acabou. Ou aceita a mudança do modal ou os R$ 400 milhões vão para os 140 municípios do Estado. Estava passando da hora do jogo acabar.

E agora, a que ponto chegamos, “estamos convidando a Prefeitura de Cuiabá e Várzea Grande para participar. Se ele (Emanuel) quiser será bem vindo (…) Se ele falar que não quer o BRT ok. O governo não faz“, palavras do chefe do Executivo Estadual Mauro Mendes.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Possível venda de mandato de Jean Wyllys; Medeiros pede investigação da PF e PGR
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA