SEM CORTE

Energisa está proibida de cortar energia de consumidores de baixa renda em MT

Publicados

em

Mesmo com o retorno do corte de energia elétrica por meio da revisão da Resolução Normativa n° 878/2020, aprovada na última terça-feira, (21), em reunião da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), é importante que o consumidor saiba que a distribuidora continua sendo obrigada a informar o corte, como explicou o Diretor Regulador de Energia e Saneamento da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager-MT), Wilber Norio Ohara.

Recentemente foi sancionada a Lei nº 14.015/2020 que impede o corte de energia elétrica, entre outros serviços, às sextas, aos sábados, domingos, feriados e dias que antecedem feriados e mesmo com o retorno do corte de energia elétrica, da ANEEL, a distribuidora continua sendo obrigada a avisar o consumidor com antecedência. Geralmente, o aviso vem na fatura. Não pode ocorrer corte de energia por falta de pagamento sem aviso prévio”.

Com a revisão volta a ser permitido o corte por falta de pagamento, inclusive as unidades consumidoras residências, contudo o Coordenador Regulador de Energia da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado de Mato Grosso (AGER/MT) Thiago Bernardes, explica que Continua proibido o corte para algumas unidades, tais como: Consumidores de baixa renda, Unidades onde habite pessoa que dependa de equipamentos elétricos essenciais à preservação da vida.

É importante o consumidor ficar atento ao pagamento da conta de energia elétrica e, se tiver alguma pendência, deve buscar a regularização ou negociação junto à distribuidora”.

Caso os serviços sejam suspensos sem aviso prévio, deve abrir uma reclamação imediatamente junto à distribuidora para que essa proceda a religação, num prazo máximo de 4 (quatro) horas. Se o consumidor não tiver os serviços restabelecidos no prazo, a reclamação pode ser registrada na Ager/MT por meios da Ouvidoria do órgão, pelos canais: 0800 727 0167, (65) 98435-7458 (WhatsApp) ou pelo site http://www.ager.mt.gov.br/ouvidoria

Além da revisão das disposições relativas ao corte de energia elétrica, foram aprovadas a revisão de outras medidas, entre elas: atendimento ao público, leitura e entrega impressa de fatura, entre outros. Para conferir e saber mais, acesso o link: bit.ly/2ZLFLw0

O presidente da Ager/MT, Luis Alberto Nespolo, reitera.

A Ager-MT desenvolve, por delegação da ANEEL, as atividades de fiscalização dos serviços de distribuição e geração de energia elétrica, bem como a atividade de ouvidoria setorial e mediação administrativa”, finaliza. – (Pagina12)

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Atletas do Jiu-Jitsu Rotam da PM são contemplados com bolsa atleta do Governo de Mato Grosso
Propaganda

Geral

“Natal Sem Fome”: 1ª dama abre doações do 4º ano da campanha

Publicados

em

O ser humano é um animal fantástico. Fala de si até quando demonstra solidariedade a alguém. Inclusive nos discursos de velório. Nas homenagens, então, a coisa sai do controle: nos aniversários, celebrações de casamento, anúncios de promoções ou premiações alheias, tem sempre alguém correndo ao Facebook para contar a todo mundo como a pessoa foi importante para ELE, como deu ensinamentos para ELE, como foi fundamental para que ELE conseguisse superar as barreiras e brilhar na vida e por aí vai.

Perto do Natal, somos todos invadidos pelo espírito da solidariedade virtual. É como um sprint de maratonista: tentamos sempre, na velocidade, compensar na reta final o que não fizemos.

A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, abre as doações da ano da campanha Natal Sem Fome destinada à arrecadação de alimentos para famílias em vulnerabilidade social. A ação de envolvimento popular é uma das bandeiras sociais da Prefeitura de Cuiabá presente no calendário de final de ano.

Esse ano a campanha tem uma maior necessidade devido à Pandemia do novo Coronavírus que deixou centenas de pessoas desempregadas ou sem fonte de renda.

Enquanto o prefeito coloca em prática o plano de recuperação da economia, nós precisamos olhar para essas pessoas. A campanha, como todos os anos, irá contribuir para ajudar todos os cuiabanos que necessitarem de atendimento”, explicou a primeira-dama.

Ao todo, nas três edições de 2017 à 2019, a campanha arrecadou mais de 900 mil quilos de alimentos tendo como público alvo quase 50 mil famílias inseridas em 150 entidades sociais cadastradas na Casa de Conselho, composto por oito conselhos municipais e ligado à Secretaria de Assistência Social e da Pessoas com Deficiência que distribui a quantidade de alimentos de acordo com a necessidade de cada entidade.

Peço o apoio de toda a população cuiabanas para as doações, principalmente nesse ano difícil para todos nós. Muitas pessoas perderam seus empregos, sua renda e o sustento familiar, a Prefeitura tem atendidos dentro da sua obrigação e competência, entretanto, como cidadãos, também podemos contribuir para o bem-estar da sociedade, frisou.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Tubarões de Fogo vence prova de natação da Maratona Aquática
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA