POLÍTICA NACIONAL

Witzel diz que vai decretar mais 15 dias de distanciamento social no Rio

Publicados

em


source
Governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel arrow-options
Eliane Carvalho

Witzel criticou discurso que defende que pessoas voltem às ruas

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel , fez um pronunciamento na noite desta sexta-feira (27) por uma rede social e afirmou que vai decretar mais 15 dias de distanciamento social . O novo prazo começa a valer a partir de segunda, já que o fim do primeiro período de distanciamento seria na terça.

“Falar para as pessoas irem para a rua hoje é criminoso”, disse o governador, sem citar o nome do presidente Jair Bolsonaro, que tem defendido o isolamento somente para grupos de risco, como idosos com mais de 60 anos e pessoas com comorbidades. “Estamos preocupados porque se não mantivermos as restrições que o mundo inteiro adotou nós teremos graves problemas para salvar a sua vida. Precisamos que você fique em casa, precisamos que você mantenha o isolamento social”, acrescentou Witzel.

Leia também: Governo proíbe entrada de estrangeiros de qualquer nacionalidade por 30 dias

Apesar do anúncio de prorrogar as restrições, o governador disse que, a partir de 4 de abril, vai, com a ajuda do secretário de Saúde, Edmar Santos, começar a reavaliar as restrições.

Leia Também:  "Vamos rezar para Brasil ter imunidade maior que outros países", diz Maia

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Governo vai bloquear entrada de estrangeiros de todos os países em aeroportos

Publicados

em


source
Preços das passagens aéreas caem com pandemia do coronavírus arrow-options
Agência Brasil

Preços das passagens aéreas caíram com pandemia do coronavírus

O ministro Sergio Moro , da Justiça e Segurança Pública, disse nesta sexta-feira (27) que o governo vai bloquear a entrada de estrangeiros de todas as nacionalidades no aeroportos . A nova regra consta em uma portaria que deve ser publicada ainda hoje.

De acorco com Moro, a medida foi tomada com base nos número de infectados por Covid-19 em todo o mundo, sendo que na semana passada o bloqueio já havia sido feito para passageiros da União Europeia.

Leia também: Bolsonaro questiona número de mortos por Covid-19 e supõe fraude de uso político

Entre as exceções, de acordo com o ministro, estão pessoas que têm autorização de residência no Brasil ou familiares que moram no País.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Secom divulga nota sobre campanha nas redes sociais
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA