PREJUÍZO AO TRÁFICO

PM prende cinco suspeitos com 405 Kg de drogas

Publicados

em

Uma operação da Polícia Militar que mobilizou policiais do Serviço de Inteligência e do Comando de Ação Rápida(CAR) do 11° Batalhão levou à prisão de cinco suspeitos, entre eles uma mulher, e apreensão de 444 tabletes de maconha, totalizando 405 quilos.

Essa ação ocorreu na manhã desta quinta-feira (29), em Sinop (a 500 km de Cuiabá), em uma chácara na região do Bairro Alto Gloria. Além do entorpecente, os policiais apreenderam uma pistola calibre 380, possivelmente utilizada na tentativa de homicídio. Também foram apreendidos mais de R$ 4 mil escondidos embaixo do colchão de um dos presos.

Grande parte da droga, cerca de 315 quilos, estava em sete caixas de papelão enterradas dentro do chiqueiro de criação de porcos. Outra parte escondida em uma área de mata.

Um dos presos, de 20 anos, é apontado como chefe de facção criminosa. Os demais suspeitos têm 19, 22, 24 (a mulher) e 36 anos, e também fariam parte da mesma organização criminosa.

O coronel Wesney de Castro Sodré, comandante do 3° Comando Regional em Sinop, explicou que a ação que resultou nessa apreensão teve iniciou após a prisão de um rapaz, dias atrás, suspeito cometer uma tentativa de homicídio na mesma região da cidade, bairro Alto da Glória.

A partir dessa ocorrência a PM recebeu denúncias e passou a apurar informações sobre um local que estaria armazenando grande quantidade de droga, capaz de abastecer as “bocas de fumo” da região por um bom período.

Todos os presos, a droga e demais produtos apreendidos foram entregues na Delegacia de Polícia de Sinop para que pudessem ser autuados por tráfico com base na Lei 11.343/2006

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939.

Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mato Grosso registra 143.325 casos e 3.846 óbitos por Covid-19
Propaganda

Geral

“Segunda dose da vacina será no polo mais próximo de sua casa”

Publicados

em

A partir da segunda quinzena do mês de julho a campanha de vacinação em Cuiabá começou a receber a maior concentração de aplicação de dose 2 da vacina da Astrazeneca, que tem um intervalo de 12 semanas entre as duas doses.

Já a vacina da Pfizer, que tem o mesmo tempo de espera entre as duas doses, começará a ter um fluxo grande de pessoas para tomar a segunda vacina no começo do mês de agosto.

As pessoas que tomaram a primeira dose tanto da Astrazeneca, quanto da Pfizer já saíram com a data para tomar a segunda marcada no cartão de vacinação e lançada no sistema. Com o fechamento do polo do Centro de Eventos do Pantanal, as pessoas que estavam com a segunda dose marcada para tomar no local tiveram as agendas apagadas do sistema.

Passamos a reagendar estas pessoas para outros polos, mas caso alguém não tenha recebido a nova agenda no cadastro da vacinação, ela pode ir ao polo mais próximo de sua residência, na data e horário marcado no cartão. É imprescindível levar o cartão de vacinação para tomar a segunda dose, explica Valéria de Oliveira, coordenadora da campanha.

Aqueles que tomaram a primeira dose em outros polos precisam olhar o agendamento da segunda dose no cadastro da vacinação e devem receber a segunda aplicação no dia, horário e local marcado na agenda.

A partir da próxima semana teremos um volume grande de pessoas que vão tomar a segunda dose, além de continuarmos com a aplicação da primeira para os grupos prioritários e para a população de 18 a 39 anos com as vacinas dos faltosos. É uma logística grande e precisamos que todos cooperem e compareçam aos polos de vacinação nas datas e locais corretos para que possamos manter a campanha funcionando de forma organizada, disse a coordenadora.

Dose 1

Quem está cadastrado no site e ainda não tomou a primeira dose está aguardando em uma fila de espera virtual. Quando a pessoa for agendada, o sistema do site enviará uma mensagem de WhatsApp automática e/ou um e-mail informando que ela já está confirmada para ir tomar sua vacina.

No dia da vacinação, ela deve levar o QR Code do agendamento impresso, um documento com foto e o comprovante de endereço de Cuiabá. A pessoa também deve estar com o cartão do SUS atualizado.

No caso de vacinação pela categoria profissional, também é preciso apresentar declaração de vínculo funcional. Já no caso das pessoas que se cadastraram pelos grupos de comorbidades ou deficiência permanente grave, além de gestantes, puérperas e lactantes, é preciso apresentar o laudo médico.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  “Doação de Sangue”: Um ato de “Amor e Solidariedade”, MT Hemocentro reforça campanha para garantir estoque no fim de ano
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA