PREJUÍZO AO TRÁFICO

PM prende cinco suspeitos com 405 Kg de drogas

Publicados

em

Uma operação da Polícia Militar que mobilizou policiais do Serviço de Inteligência e do Comando de Ação Rápida(CAR) do 11° Batalhão levou à prisão de cinco suspeitos, entre eles uma mulher, e apreensão de 444 tabletes de maconha, totalizando 405 quilos.

Essa ação ocorreu na manhã desta quinta-feira (29), em Sinop (a 500 km de Cuiabá), em uma chácara na região do Bairro Alto Gloria. Além do entorpecente, os policiais apreenderam uma pistola calibre 380, possivelmente utilizada na tentativa de homicídio. Também foram apreendidos mais de R$ 4 mil escondidos embaixo do colchão de um dos presos.

Grande parte da droga, cerca de 315 quilos, estava em sete caixas de papelão enterradas dentro do chiqueiro de criação de porcos. Outra parte escondida em uma área de mata.

Um dos presos, de 20 anos, é apontado como chefe de facção criminosa. Os demais suspeitos têm 19, 22, 24 (a mulher) e 36 anos, e também fariam parte da mesma organização criminosa.

O coronel Wesney de Castro Sodré, comandante do 3° Comando Regional em Sinop, explicou que a ação que resultou nessa apreensão teve iniciou após a prisão de um rapaz, dias atrás, suspeito cometer uma tentativa de homicídio na mesma região da cidade, bairro Alto da Glória.

A partir dessa ocorrência a PM recebeu denúncias e passou a apurar informações sobre um local que estaria armazenando grande quantidade de droga, capaz de abastecer as “bocas de fumo” da região por um bom período.

Todos os presos, a droga e demais produtos apreendidos foram entregues na Delegacia de Polícia de Sinop para que pudessem ser autuados por tráfico com base na Lei 11.343/2006

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939.

Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Águas Cuiabá intensifica atendimento nos bairros
Propaganda

Geral

“Natal Sem Fome”: 1ª dama abre doações do 4º ano da campanha

Publicados

em

O ser humano é um animal fantástico. Fala de si até quando demonstra solidariedade a alguém. Inclusive nos discursos de velório. Nas homenagens, então, a coisa sai do controle: nos aniversários, celebrações de casamento, anúncios de promoções ou premiações alheias, tem sempre alguém correndo ao Facebook para contar a todo mundo como a pessoa foi importante para ELE, como deu ensinamentos para ELE, como foi fundamental para que ELE conseguisse superar as barreiras e brilhar na vida e por aí vai.

Perto do Natal, somos todos invadidos pelo espírito da solidariedade virtual. É como um sprint de maratonista: tentamos sempre, na velocidade, compensar na reta final o que não fizemos.

A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, abre as doações da ano da campanha Natal Sem Fome destinada à arrecadação de alimentos para famílias em vulnerabilidade social. A ação de envolvimento popular é uma das bandeiras sociais da Prefeitura de Cuiabá presente no calendário de final de ano.

Esse ano a campanha tem uma maior necessidade devido à Pandemia do novo Coronavírus que deixou centenas de pessoas desempregadas ou sem fonte de renda.

Enquanto o prefeito coloca em prática o plano de recuperação da economia, nós precisamos olhar para essas pessoas. A campanha, como todos os anos, irá contribuir para ajudar todos os cuiabanos que necessitarem de atendimento”, explicou a primeira-dama.

Ao todo, nas três edições de 2017 à 2019, a campanha arrecadou mais de 900 mil quilos de alimentos tendo como público alvo quase 50 mil famílias inseridas em 150 entidades sociais cadastradas na Casa de Conselho, composto por oito conselhos municipais e ligado à Secretaria de Assistência Social e da Pessoas com Deficiência que distribui a quantidade de alimentos de acordo com a necessidade de cada entidade.

Peço o apoio de toda a população cuiabanas para as doações, principalmente nesse ano difícil para todos nós. Muitas pessoas perderam seus empregos, sua renda e o sustento familiar, a Prefeitura tem atendidos dentro da sua obrigação e competência, entretanto, como cidadãos, também podemos contribuir para o bem-estar da sociedade, frisou.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Lei Aldir Blanc : Secel divulgou relação de projetos selecionados
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA