CADASTRAMENTO DE ESPÉCIE DE PEIXE

Piscicultores tem até 10 de dezembro para atualizar cadastro junto ao Indea

Publicados

em

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) realiza, até o dia 10 de dezembro, a atualização do cadastro das espécies de peixes cultivadas no Estado.

A ação visa melhorar o monitoramento da saúde dos animais aquáticos, tendo em vista que grande parte das pisciculturas estaduais possuem no cadastro a nomenclatura “peixe”, sem classificar a espécie.

Para efetuar o cadastramento, o piscicultor deve se deslocar a uma unidade do Indea e declarar as espécies produzidas em seu estabelecimento rural.

De acordo com o diretor técnico do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT), Renan Tomazele, o recadastramento visa o aprimoramento dos dados das espécies de peixes.

O Instituto quer levantar com exatidão as espécies mais cultivadas no Estado e traçar estratégias para o controle de doenças que possam comprometer o avanço da atividade em Mato Grosso”, relata.

Impeditivo

Os piscicultores que não atualizarem as informações junto ao Indea ficarão impedidos de movimentar animais de sua propriedade até que a atualização seja feita.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Energisa é condenada a pagar multa e honorários para Várzea Grande Shopping
Propaganda

Geral

Todos os polos de vacinação podem aplicar a dose de reforço contra o Coronavírus

Publicados

em

A partir desta segunda-feira (6), todos as pessoas de 18 a 59 anos que tenham tomado a segunda dose de qualquer vacina contra o Coronavírus há 5 meses (150 dias) poderão receber a dose de reforço. Até então apenas trabalhadores da saúde e pessoas a partir de 60 anos estavam recebendo a terceira aplicação, mas com o recebimento de mais doses, a campanha Vacina Cuiabá – Sua Vida em Primeiro Lugar ampliou o público.

O anúncio foi feito pelo Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), na tarde desta ultima sexta-feira,3.

Com apoio de todos vocês, juntos, vamos vencer essa cruzada contra a Covid-19“, declarou o prefeito.

É como se estivéssemos começando novamente a campanha de vacinação, pois agora toda a população adulta poderá ser vacinada com a dose de reforço. Por isso pedimos encarecidamente que as pessoas verifiquem com cuidado a data que tomaram a segunda dose, para só comparecerem aos polos de vacinação para receber a terceira aplicação no prazo correto, que é de 150 dias após a segunda vacina”, explicou Valéria de Oliveira, coordenadora da campanha.

Em relação à segunda dose da Janssen, Valéria revelou que é necessário aguardar a chegada das vacinas.

Recebemos cerca de 15 mil doses de Janssen para aplicação de dose única na época e ela já foi toda usada, não temos mais nenhuma dose. Precisamos aguardar o envio da segunda dose para o público que recebeu essa vacina para darmos continuidade ao esquema vacinal”, disse.

A coordenadora aproveita para fazer o chamamento das pessoas que estão com a segunda dose ou a dose de reforço atrasadas.

Temos muitas pessoas que precisam comparecer aos polos de vacinação para completarem o esquema vacinal. Quem tomou a primeira dose de Pfizer ou Astrazeneca, pode tomar a segunda depois de 56 dias. Quem tomou a primeira de Coronavac, pode tomar a segunda após 28 dias. Pessoas acima de 12 anos que ainda não tomaram nenhuma dose, devem fazer o cadastro no site Vacina Cuiabá e comparecer a qualquer polo e se vacinar o quanto antes“.

Ela reforça a importância de se completar o esquema vacinal e tomar a dose de reforço.

Temos visto nos noticiários que vários países da Europa estão passando por mais uma onda da Covid-19 porque a cobertura vacinal está abaixo do esperado. O Brasil tem uma forte cultura de vacinação e já conseguiu controlar inúmeras doenças por meio da imunização. É essencial que as pessoas venham se vacinar, pois quanto mais pessoas imunizadas, menos risco corremos de passarmos por uma nova onda da pandemia. Quem se vacina, protege si mesmo e o próximo”, concluiu Valéria.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  "Natal Sem Fome": 1ª dama abre doações do 4º ano da campanha
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA