SUSPEITOS IDENTIFICADOS

“Operação Impetus Centro” cumpriu 18 ordens judiciais contra lideres do comércio de drogas em Cuiabá

Publicados

em

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), deflagrou na manhã desta quinta-feira (26), a Operação Impetus Centro, para cumprimento de 18 ordens judiciais contra lideranças do comércio de drogas na Capital.

Os mandados, sendo nove de busca e apreensão e nove de prisão, foram expedidos pelo Núcleo de Inquéritos Policiais (NIPO) de Cuiabá, com base nas investigações da DRE, iniciadas em julho de 2021, que reuniram informações sobre o tráfico de drogas na região central de Cuiabá.

Nas investigações, foram identificadas as principais lideranças no comércio ilícito, sendo acompanhado o modo de agir, assim como inúmeras ocorrências vinculadas, materializadas com várias apreensões de drogas realizadas em ações da Polícia Militar.

As diligências resultaram na identificação de nove pessoas que se associaram para o tráfico de drogas, com ações criminosas voltadas a região central, onde o consumo e a procura por drogas é intensa e de conhecimento da sociedade como um todo.

O trabalho investigativo realizado pela DRE contou com informações coletadas durante inúmeras ocorrências na região, e também compartilhamento de informações com a Polícia Militar, por meio da Companhia Independente da região central.

Leia Também:  Órgãos estaduais fazem vistoria técnica em paredões de Chapada dos Guimarães

Participam da Operação Impetus Centro, as equipes de policiais da DRE, Gerência de Operações Especiais (GOE), Delegacia Especializada de Meio Ambiente (DEMA), Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gerpol), Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPaer), Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) e Canil SOE.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Márcia Pinheiro lança programa “Cuiabá de Prato Cheio”

Publicados

em

A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, por meio do seu Núcleo de Apoio, em conjunto com a Prefeitura de Cuiabá (Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e das Pessoas com Deficiência), lançou o programa “Cuiabá de Prato Cheio”. Por meio dessa iniciativa, a Prefeitura de Cuiabá passa de 1,2 mil para 26 mil refeições distribuídas por mês para pessoas de toda a capital.

O principal conceito do projeto, idealizado pela primeira-dama, descentralizou a política de segurança alimentar, ao levar para 14 bairros a alimentação social para população vulnerável inserida no Cadastro Único do município.

A grande diferença será a descentralização. Não vai ser somente um restaurante popular oferecendo alimentação social no Centro de Cuiabá. Serão 20 restaurantes oferecendo refeições para mais de 15 mil famílias que vivem em vulnerabilidade social, segundo estimativa da Prefeitura“, disse a primeira-dama.

Os restaurantes locais dos respectivos bairros e regiões apontados no escopo do projeto podem se habilitar para serem parceiros por meio do Chamamento Público.

Leia Também:  Ação e o Operário serão beneficiados com programa "Mato Grosso na Série A"

A proposta da Prefeitura de Cuiabá, é subsidiar quase 80% do valor das refeições e a contrapartida das pessoas em vulnerabilidade social será de simbólicos R$ 2,00.

Para o consumo local a Prefeitura pagará R$ 13 e para viagem R$ 10 e o beneficiário arcará com o valor social de R$ 2,00. Todas essas pessoas são referenciadas pela Prefeitura e grande parte recebe auxílio financeiro do Governo Federal, o que torna o projeto financeiramente sustentável, mesmo para população carente da Capital, explicou Márcia.

O projeto piloto também possui viés econômico, uma vez que fomenta o comércio local e impulsiona a economia dos bairros, gerando renda extra, emprego e valorização dos micro empreendimentos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA