Geral

Marcia Pinheiro lança campanha “Natal Sem Fome”

Publicados

em

A ação tem por objetivo reunir cestas básicas que serão destinadas às famílias em vulnerabilidade social

Na última pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 15,3 milhões de brasileiros estão abaixo da linha da pobreza, ganhando menos de R$ 140 por mês, e 54,8 milhões ganham menos de R$ 406 mensais.

O Brasil em 2014 havia saído do “Mapa da Fome” da ONU, quando menos de 5% da população ficou abaixo da linha da miséria. Contudo, com a crise econômica e o aumento do desemprego, o número de pessoas em situação de miséria voltou a aumentar e existe uma expectativa de que o país volte para o mapa da fome esse ano.

Visando amenizar essa situação, pelo menos no Natal, foi lançada em Cuiabá, e idealizada pela primeira-dama da capital Márcia Pinheiro em conjunto com a Prefeitura de Cuiabá, a campanha de fim de ano Natal Sem Fome.

Podem participar da ação toda a população, grupos empresariais e sociedade civil em geral interessada em promover doações de cesta básica de alimentos a famílias em vulnerabilidade social.

A novidade para o terceiro ano é a nova formatação, que passa a utilizar o Fundo Social Solidário, instituído pela Prefeitura de Cuiabá em junho deste ano. A ferramenta é voltada a financiar programas e atividades inerentes de grande relevância da área social, como tange a característica do Natal Sem Fome.

As cestas adquiridas com o fundo serão especialmente para atender a demanda da Casa de Conselho, o qual aponta a quantidade ‘x’ de famílias em vulnerabilidade social, as mesmas presentes nas mais de 120 instituições sociais ligadas aos oito conselho conselhos pertinentes à Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano.

A campanha passa a entrar em outra fase, o momento de Cuiabá é outro com a geração de emprego, o crescimento de oportunidades. Estamos entre as 10 capitais que mais geram empregos formais. O índice de desemprego reduziu do primeiro trimestre pra cá e, portanto, estamos focados em promover condições para que as pessoas possam a adquirir seu próprio alimento e deixar a dependência do poder público”, frisou a primeira-dama Márcia Pinheiro.

Entretanto, as doações continuam sendo o principal meio de arrecadação da campanha, tendo o For Atacadista (Unidade Av. Da FEB) como o parceiro principal nas vendas de cestas básicas. O valor da cesta para esta edição é de R$ 53,29 e contém os mesmo 17 itens alimentícios, incluindo o panetone. Além disso, a distribuição para o estoque da campanha é feito automaticamente pelo parceiro.

Nesta edição, o doador pode, ainda, adquirir qualquer cesta básica de alimento em uma unidade comercial de sua preferência. Todavia, o direcionamento das cestas deve ser feito à pasta de Assistência Social situada na Av. Das Torres, número 743, bairro Renascer.

Pedimos novamente o apoio do cuiabano que têm feito o sucesso da campanha nos anos anteriores e não faltará ao nosso pedido para ajudar aquelas pessoas que tanto precisam. Temos casos de pessoas em extrema necessidade, muitas crianças que nunca viram um panetone em toda sua vida e com o “Natal Sem Fome” pode usufruir de uma boa ceia nesses dias de festividades”, salientou.

A arrecadação vai até o dia 18 de dezembro, quando o Núcleo de Apoio à Primeira-dama transfere a posse do montante arrecada que é imediatamente entregue aos oito conselhos municipais que destinam às famílias em vulnerabilidade social cadastradas nas entidades socais.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governo entrega Delegacia 24h de atendimento às vítimas de violência doméstica e sexual

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Geral

Secel reabre inscrições para produção do 26º Salão Jovem Arte

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) retomou o edital para seleção de organizações interessadas em produzir o 26º Salão Jovem Arte. Com investimento de R$ 350 mil, as inscrições foram reabertas nesta sexta-feira (18) e prosseguem até 19 de outubro.

Realizado pela última vez em 2016, o Salão Jovem Arte tem como objetivo reunir, em mostra coletiva, obras de artistas amadores e profissionais e conceder prêmios aos conjuntos de obras dos participantes além de incentivar, fomentar e divulgar talentos. Neste ano, a seleção pública visa contratar uma Organização da Sociedade Civil (OSC) para gestão e produção da 26ª edição do evento cultural.

A reabertura do edital foi autorizada pelo governador Mauro Mendes no início da semana. Com isso, teremos mais uma importante ação para estimular e reconhecer artistas plásticos e visuais, um evento tradicional que merece ser retomado no estado. Estamos animados em contribuir mais uma vez com a arte mato-grossense, declara o titular da Secel, Alberto Machado.

A mostra irá contemplar artistas de diferentes linguagens, premiando nas categorias naif, contemporânea, escultura, fotografia, arte digital, grafite, xilogravura, aquarela/quadrinhos, instalação/performance.

Para garantir a natureza e a qualidade do Salão, a Secel definiu, em anexos do edital, valores das premiações principal e por categoria, e demais procedimentos obrigatórios, como curadoria, ajuda de custo para deslocamento das obras selecionadas, registro e homenagem in memorian.

O evento será realizado no Palácio da Instrução, em Cuiabá, por um período mínimo dois meses, em calendário a ser definido após a celebração do termo de cooperação.

As instituições interessadas em participar do processo seletivo, devem apresentar portfólio, proposta de trabalho e cronogramas de execução e de desembolso, dentre outras informações.

O evento

O Salão Jovem Arte foi montado pela primeira vez em 1976 como um símbolo de resistência da classe artística à ditadura militar no Brasil. Apesar de ter sido interrompido durante alguns anos, evento é uma tradição no cenário das artes plásticas mato-grossenses.

Sua realização revelou e reconheceu o trabalho de artistas de diferentes gerações, tais como Humberto Espíndola, Dalva de Barros, João Sebastião, Clóvis Irigaray, Adir Sodré, Gervane de Paula, Benedito Nunes, Nilson Pimenta, Marcelo Velasco, Adão Domiciano, Carlos Lopes, Márcio Aurélio Jonas Barros, Vitória Basaia e Regina Pena.

Edital para produção do 26º Salão Jovem Arte

Acesso ao edital: www.cultura.mt.gov.br/editais

Período de inscrições: 18/09 a 19/10/2020

Endereço para inscrições: Avenida José Monteiro de Figueiredo (Lava Pés), 510, Bairro Duque de Caxias, CEP: 78.043-300 – Cuiabá/MT (horário de expediente vigente)

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Fórum Virtual aborda "A mulher nas eleições municipais 2020"
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA