COMBATE AO "CORONAVÍRUS"

“Kit Covid-19”; pacientes passarão a receber gratuitamente o chamado “Kit Covid-19”

Publicados

em

A entrega dos medicamentos ocorrerá mediante prescrição médica e consentimento por escrito do paciente

Os pacientes com sintomas iniciais da Covid-19 que forem atendidos pela rede municipal de Saúde de Cuiabá passarão a receber gratuitamente o chamado Kit Covid-19 para tratamento precoce. A medida foi estabelecida pelo prefeito Emanuel Pinheiro por meio do Decreto nº 7.970/2020, anunciado nesta quinta-feira (25).

A forma como será feita a distribuição a quem precisar será normatizada por meio de uma portaria a ser emitida pelo secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho.

No entanto, o Decreto já adianta que a disponibilização dos medicamentos que compõem o kit; Azitromicina, Ivermectina e/ou antialérgico, será feita mediante prescrição médica, com consentimento expresso e escrito do paciente.

Nós estamos instituindo o “Kit Covid-19” na saúde pública da nossa capital como medida eficiente de combate à pandemia. É uma medida que discutimos muito no Comitê de Enfrentamento à “Covid-19“. Dividiu opiniões, inclusive de médicos, de profissionais da saúde, mas vimos que no Pará estava dando certo, no Amazonas estava dando certo, no Amapá estava dando certo. Conversei com autoridades desses estados, conversamos com uma junta médica do Amapá, mais precisamente da capital Macapá, coloquei os nossos profissionais da saúde para debater com eles as vantagens e desvantagens. Então, reunimos com a equipe e já autorizamos o “Kit Covid“, já estamos providenciando a aquisição dos medicamentos”, explicou o prefeito.

Pinheiro destacou ainda que esses medicamentos já são utilizados no tratamento de pacientes com Covid-19 em hospitais privados, já tendo sido ingeridos por autoridades e pessoas financeiramente abastadas, com bons resultados. Diante disso, ele considera que não é justo deixar a minha gente, a minha população cuiabana ao Deus dará.

Conforme o secretário-adjunto de Assistência em Saúde de Cuiabá, Luiz Gustavo Raboni Palma, o protocolo de manejo clínico de pacientes com Covid-19 é dividido em leve, moderado e grave.

No caso do Kit Covid-19, que será direcionado à atenção básica, ou seja, para aqueles que estiverem com sintomas leves, a definição de uso ocorre com base em dois estudos científico publicados recentemente, que apontam a Ivermectina com baixo risco de efeitos colaterais, com uma boa eficácia antiviral in vitro.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Denúncia de preço abusivo de “Ivermectina” leva Procon e Decon fiscalizar farmácia
Propaganda

Geral

PM frustra roubo com refém em clínica e prende suspeito em Cuiabá

Publicados

em

A Polícia Militar frustrou uma tentativa de roubo com refém em uma clínica odontológica, em Cuiabá na manhã desta sexta–feira (03). Os policiais interviram na ação criminosa, libertando funcionários e clientes que eram mantidos reféns pelos dois suspeitos.

Um homem de 38 anos foi alvejado na perna e preso, os policiais seguem em diligências pela região em busca do segundo suspeito.

Uma equipe de policiais do 10º Batalhão de Polícia Militar realizava patrulhamento de rotina no bairro Jardim Cuiabá quando identificaram uma ação suspeita nas proximidades de uma clínica odontológica na Avenida das Flores. Ao checar o local, os militares identificaram os dois suspeitos que haviam rendido funcionários e pacientes da clínica.

Os policiais cercaram o local e solicitaram apoio do Batalhão Rotam e interviram na ação criminosa, prendendo o suspeito que estava baleado na perna após um médico que tem porte de arma de fogo reagir. O homem presa já tem passagem pela polícia por crimes de roubo e homicídio, ele foi atendido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e conduzido ao hospital.

Os policiais localizaram os pertences pessoais das vítimas como celulares, dinheiro e joias que já estavam na mochila do suspeito. O outro comparsa fugiu com a arma de fogo utilizada para praticar o roubo.

De acordo com as vítimas, os suspeitos invadiram a clínica, renderam os funcionários para roubar. Uma das pessoas que era mantida de refém reagiu, entrou em luta corporal e atirou na perna do suspeito. O outro comparsa fugiu do local. Nenhuma vítima se feriu.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Estabelecimentos comerciais classificado como "não" essencial esta impedido de funcionar na quarentena
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA