BAÍA DE CHACORORÉ

Intervenções já dão resultado e volume de água na planície aumenta

Publicados

em

De pasto seco a planície alagada, essa é a realidade da Baía de Chacororé, em Barão de Melgaço (113 km de Cuiabá), que já nem parece a mesma de um mês atrás. Quem conseguia andar a pé sem se molhar por cerca de 100 metros ou mais na baía até há algumas semanas já não consegue fazê-lo agora. A seca que atingia a baía deu espaço à água, que voltou a fluir em direção à baía e aumentou substancialmente a área alagada da planície pantaneira.

O novo cenário é resultado das obras e serviços realizados na região pelo Governo de Mato Grosso, por meio das Secretarias de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e de Meio Ambiente (Sema), como parte de uma força-tarefa para recuperar as condições ambientais e sanar as possíveis causas da diminuição do nível do volume de água da baía.

A chuva nos últimos dias também contribuiu para a efetividade das intervenções realizadas pelo Governo.

Ficamos surpresos ao chegar aqui na baía e ver que o fluxo de água já aumentou em tão pouco tempo. A baía está mais cheia. A chuva que se intensificou nos últimos dias contribuiu, mas com certeza as obras auxiliaram muito nesse processo da retomada da área alagada que a baía está vivendo”, disse a superintendente Ambiental de Obras da Sinfra, Nadja Felfili.

Foram executadas obras emergenciais de limpeza, desobstrução e retirada dos aterros nos principais canais, corixos e pontes de madeira, presentes na estrada municipal do Estirão Cumprido. Eles estão localizados entre o Rio Cuiabá e a Baía de Chacororé e a nordeste da baía, regiões que têm influência na alteração da dinâmica hídrica superficial e subsuperficial e, consequentemente, na diminuição volumétrica das águas na Baía de Chacororé.

O canal conhecido comoa Boca da Baía de Chacororé, que leva a água do Rio Cuiabá direto à baía, também foi alvo de intervenções do Governo. O canal que antes estava obstruído com terra e matérias orgânicas, que impediam o curso d’água, foi completamente limpo e agora é possível a transposição das águas do rio à baía.

Com dá para ver, a boca da baía foi completamente limpa e a água está seguindo seu curso natural. Agora este canal não está cheio de água, pois o Rio Cuiabá, neste momento, também não está cheio. Mas dá para perceber que a água já passou aqui, devido às chuvas dos últimos dias, e seguiu seu curso em direção à baía. E esse processo será intensificado à medida que as chuvas aumentarem”, explicou a superintendente.

Além do canal e dos corixos, a retirada das estruturas de aterros e desvios que foram feitos na rodovia municipal, quando da instalação de pontes de madeira pela prefeitura e que não foram removidos com o término das obras das pontes, também está auxiliando nesse processo de retomada do fluxo da água em direção à baía.

Com o fim dos aterros, os veículos terão de passar somente pelas pontes de madeira e não mais pelo desvio, o que garante área livre para a passagem de água por baixo da ponte. Ao todo, 13 pontos receberam as intervenções da Sinfra, com o acompanhamento da Sema, além da rodovia MT-040.

Para a superintendente Nadja, as ações executadas já demonstram visivelmente a recuperação que a baía vive.

A baía é um berço de vida, são peixes, aves, vários animais e a própria população que depende dessa baía. Por isso a baia é tão relevante para o nosso Estado. Água é vida e a natureza é sábia. Com um pouco mais de chuva a cheia vai acontecer”, disse.

Apesar da baía ainda não estar com o nível de água de outrora, quando o período de chuvas era mais intenso, a Prefeita de Barão de Melgaço, Margareth de Munil, comemorou as ações do Estado, pois a baía vai além de um patrimônio ambiental do município. Representa desenvolvimento econômico e social, de modo que a recuperação da planície alagada é um alento para todos que dependem direta e indiretamente do local, segundo ela.

A baía é de suma importância para a fauna, a flora, para os pescadores, para o turismo, o comércio e para nossa população. Estou muito feliz de estarmos sendo agraciados com o olhar do Estado para as riquezas de nosso município, encerrou.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  União e Dom Bosco x Cuiabá e Luverdense
Propaganda

Geral

Cuiabá recebe mais 5.430 doses de CoronaVac para concluir imunização de idosos acima de 80 anos

Publicados

em

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recebeu, na tarde desta sexta-feira (5), mais 5.430 doses da CoronaVac enviadas pelo Ministério da Saúde para aplicação da segunda dose dos idosos.

Do total, 3.120 vacinas serão destinadas à segunda dose dos idosos na faixa etária acima de 85 anos de idade, que receberam a primeira dose entre os dias 11 a 14 de fevereiro.

2.310 vacinas serão reservadas para a segunda dose dos idosos na faixa de 80 a 84 anos que estão recebendo a primeira dose nesta semana, no polo central, que funciona de segunda a sábado, das 8h às 18 horas, no Centro de Eventos do Pantanal.

No momento, ainda não é possível fazer o agendamento da segunda dose de idosos. A coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Cuiabá e da campanha de vacinação contra a Covid-19 Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar, Valéria de Oliveira, explica que a segunda dose será aplicada no intervalo de 28 dias, previsto na bula da CoronaVac.

Durante a aplicação da primeira dose, estamos anotando a aplicação da segunda dose com o prazo máximo do reforço na caderneta de vacinação da pessoa, pois esse prazo é mais eficaz para a produção de anticorpos pelo organismo. Quando estiver próximo da data dessa segunda aplicação, iremos liberar o sistema de agendamento e divulgar nos canais da Prefeitura, informa a coordenadora.

Agendamento da próxima semana

Com as doses que já haviam chegado anteriormente, nesta semana, estão sendo vacinados idosos entre 80 e 84 anos de idade com a primeira dose e trabalhadores da saúde com a segunda dose. Neste sábado (6), às 13 horas, o site Vacina Cuiabá estará liberado para agendamento da vacinação de segunda-feira (8). Serão liberadas 500 vagas para agendamento da primeira dose de idosos acima de 80 anos e 1.000 doses para primeira aplicação de trabalhadores da saúde.

A novidade no processo de vacinação dos trabalhadores da saúde é que será necessário imprimir a declaração de que faz parte do grupo prioritário dos trabalhadores da saúde em atividade, que deve ser preenchida com o número do Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES), assinada e levada no ato da vacinação no Centro de Evento do Pantanal. O documento estará disponível no site Vacina Cuiabá, onde é feito o cadastro para vacinação.

Tal medida atende à notificação recomendatória nº 007/2021, assinada pelo promotor de justiça Alexandre Guedes, da 7ª Promotoria de Justiça Cível, que orienta que sejam vacinados primeiro os trabalhadores vinculados a estabelecimentos e exercício de atividades com alto risco de contaminação pelo Coronavírus e que as categorias de profissionais de educação física, integrantes de serviços veterinários e/ou que sejam exclusivamente de estética sejam vacinados em momento posterior da campanha de imunização.

CONFIRA O PASSO A PASSO DO AGENDAMENTO PARA IDOSOS ACIMA DE 80 ANOS

-Entre no site www.cuiaba.mt.gov.br e clique no banner do Vacina Cuiabá;
-Clique em PRÉ CADASTRO;
-Clique em ACEITAR E CONTINUAR;
-No campo TIPO DE DOSE escolha PRIMEIRA DOSE e clique em PRÓXIMO PASSO;
-No campo GRUPO DE RISCO escolher IDOSOS (ACIMA DE 80 ANOS) e clique em PRÓXIMO PASSO;
-Preencha todos os dados que estão marcados com * (no campo INFORME SUA PROFISSÃO, pode escrever a profissão que desempenhava ou escrever aposentado/aposentada);
– Não precisa preencher os campos INFORME O ESTABELECIMENTO/LOCAL DE SAÚDE e INFORME SEU SETOR DE TRABALHO;
-Clique em enviar cadastro;
-No campo AGENDAR SUA TRIAGEM selecione a data e o horário e clique em SOLICITAR AGENDA;
-Os idosos não precisam imprimir o QR CODE. Ao se dirigirem ao Centro de Eventos devem levar documento com foto, número do cartão SUS e comprovante de residência. Caso o idoso não tenha comprovante de residência, é preciso trazer o comprovante do filho ou do familiar com quem ele mora e um documento que prove o parentesco.

IMPORTANTE:

Em caso de erro durante o agendamento, a pessoa deve mandar um email para o endereço [email protected] pedindo o cancelamento do agendamento. Após receber o e-mail com a confirmação do cancelamento, a pessoa poderá fazer um novo agendamento.

OBSERVAÇÃO:

No ato de agendamento, caso não apareça a data e o horário na tela AGENDAR SUA TRIAGEM é porque a agenda do dia já está lotada. Neste caso é necessário fazer o agendamento no dia seguinte. A agenda é aberta diariamente às 13h.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Município realiza atividades online para marcar a primeira semana de aula
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA