MÃOS QUE SALVAM

Hospital Municipal de Cuiabá é selecionado para Projeto Nacional “Saúde em Nossas Mãos”

Publicados

em

O Hospital Municipal de Cuiabá e Pronto Socorro “Dr. Leony Palma de Carvalho” (HMC), está entre os 204 hospitais públicos do país selecionados, por meio do Ministério da Saúde, para implementação do Projeto Nacional “Saúde em Nossas Mãos”. A iniciativa tem o objetivo de reduzir em 30% as infecções hospitalares, além de disseminar o modelo de melhoria para todos os setores da unidade.

Desde o início do desenvolvimento do projeto, em setembro de 2021, a equipe multidisciplinar do HMC, sob a consultoria do Hospital H. COR, adotou normas e rotinas padronizadas para reduzir as três principais infecções hospitalares dentro das Unidades de Terapias Intensivas (UTIs). São elas: infecção relacionada à ventilação mecânica, infecção do trato urinário associada à sonda vesical de demora e infecção primária de corrente sanguínea associada a cateter venoso central.

Segundo a infectologista Talita Arruma, a infecção do trato urinário associada à sonda vesical de demora apresentou taxa de 0% de infecção hospitalar, nos últimos seis meses, na UTI 2, unidade onde está sendo iniciado o projeto.

A maioria das infecções hospitalares pode ser evitada com a higiene adequada das mãos, associada a uma série de itens, que fazem a diferença na vida do paciente. A expectativa é avançar ainda mais na prevenção, usando técnicas de gestão e melhorias de processos, pontua.

A infectologista ressalta que uma das práticas adotadas para prevenção de pneumonia associadas à ventilação mecânica é a higiene oral três vezes ao dia, elevação da cabeça do paciente e desmame precoce da sedação.

Com visitas técnicas, identificamos se cada item está sendo executado de maneira correta e adequada, para propor mudanças e tentar resolver problemas. Cada mudança que deu certo vai ampliando a todos os profissionais em cadeia”, explica.

Seguimos as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), os profissionais são orientados e observados. Com isso, preenchemos dados e emitimos relatórios mensais, sobre as normas e rotinas adotadas”, completa.

Neste dia 5 de maio, é o Dia Mundial da Higienização das Mãos, a infectologista aproveita para orientar sobre os cinco momentos necessários para realizar a higienização das mãos no ambiente hospitalar.

Fazer a higiene antes de tocar no paciente, após tocar o paciente, após tocar superfícies próximas ao paciente, antes de realizar procedimentos e após exposição a material biológico, explica.

Os profissionais estão aderindo à correta higiene das mãos, aos poucos avançamos com ações de orientação e monitoramento, finaliza.

O diretor-geral do Hospital Municipal de Cuiabá, Paulo Rós, ressalta que a execução do Projeto Nacional Saúde em Nossas Mãos reduz infecção hospitalar, tempo de internação, mortalidade e custo hospitalar.

Estamos empenhados para garantir segurança ao paciente, a infecção hospitalar pode ser evitada com o cuidado necessário. A gestão Emanuel Pinheiro não mede esforços para priorizar a vida das pessoas e humanizar o atendimento”, destaca.

O Projeto Nacional “Saúde em Nossas Mãos tem duração de três anos. No Hospital Municipal de Cuiabá, ele funciona sob a condução do Núcleo de Gestão da Qualidade Hospitalar, com o apoio da equipe multidisciplinar.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Prefeitura e comunidades terapêuticas entregam Moções de Agradecimento para servidores
Propaganda

Geral

Fecomércio-MT vai incluir jovens no mercado de trabalho

Publicados

em

O sonho de toda mãe é conseguir para os filhos uma vaga como jovem aprendiz ou estagiário, mas sabe que a realidade entre distribuir currículos e conseguir uma oportunidade é uma tarefa difícil.

O Sistema Fecomércio-MT/Sesc/Senac/IPF-MT dará início, na semana do dia 6 a 10 de junho, ao ‘Programa Empregar’, que busca qualificar jovens de 16 a 20 anos para o mercado de trabalho. A ação é gratuita e as inscrições devem ser feitas pelo link na BIO do Instagram da federação (@fecomercio_mt).

Esta é uma grande oportunidade para jovens que desejam ingressar no mercado de trabalho. É importante destacar que o Brasil vive hoje uma de suas piores crises econômicas na história. Milhões de desempregados, mas ao mesmo tempo milhares de postos de trabalhos em aberto, e então por que a conta não fecha? Empresas hoje não têm mais tempo para treinamento, preferem aqueles que já estejam qualificados e prontos para começarem a trabalhar. Para os adolescentes, a cobrança é ainda mais dura. 

Leia Também:  Prefeitura e comunidades terapêuticas entregam Moções de Agradecimento para servidores

Durante a programação do Sistema Fecomércio-MT/Sesc/Senac/IPF-MT, serão apresentadas palestras de capacitação aos jovens, com técnicas de comportamento, marketing pessoal e empreendedorismo. Também serão realizados testes vocacionais e de aptidão visando atender às demandas dos empresários do comércio.

Para o presidente da federação, José Wenceslau de Souza Júnior, a ideia do programa é contribuir para a capacitação dos jovens e atender as empresas dos setores do comércio e serviços.

Muitas empresas de varejo que atuam na região estão sempre em busca de profissionais qualificados, o que nem sempre é possível no mercado atual. Por isso, queremos fazer essa “ponte” para auxiliar tanto a empresa quanto o colaborador, afirmou.

O superintendente da entidade, Igor Cunha, disse que o programa, já realizado anteriormente pelo Sindicato do Comércio Varejista de Material de Construção de Mato Grosso (Sindcomac-MT), possibilitou a inserção de dezenas de jovens no mercado de trabalho.

Esta ação possibilitará atender aos diversos segmentos filiados à Fecomércio-MT, colocando os jovens no mercado de trabalho e melhorando a situação econômica da região e de suas famílias”.

As atividades serão promovidas na sede da Fecomércio-MT, no período da tarde, das 14h às 17h. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (65) 3648-1400.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA