CAMPANHA PINTANDO O 7

Gazin realiza entrega cheque de R$ 2 milhões para a Apae

Publicados

em

O presidente do Grupo Gazin, Osmar Della Valentina, e o presidente da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), José Turozi, fizeram um balanço da campanha “Pintando o 7”.

A iniciativa do Grupo Gazin, que este ano beneficiou a Apae, arrecadou mais de R$ 2 milhões de reais em doações, em campanha que doou R$ 7,00 para a entidade nas compras acima de R$ 100 reais realizadas nas lojas de varejo do grupo e no site de ecommerce www.gazin.com.br.

A Gazin tem o seu papel econômico, mas também temos nossas responsabilidades sociais. A Apae é uma entidade que tem muito respeito e credibilidade. Eu calculava que podíamos alcançar R$ 1,5 milhão, mas ultrapassamos R$ 2 milhões”, comenta o presidente do Grupo Gazin, Osmar Della Valentina.

Neste momento de pandemia, sabemos da carência de recursos financeiros para diversas entidades. Por sabermos quem são as famílias assistidas pela Apae, compreendemos as suas necessidades e, por isso, a escolhemos para esta campanha”, explicou o presidente Della Valentina sobre por que a Gazin escolheu a Apae para ser parceira no “Pintando o 7”.

Ele reforçou que, em cidades onde a Gazin está presente, mas não existe a Apae, a doação será feita para outra entidade.

O presidente da Apae, José Turozi, enalteceu a iniciativa da empresa varejista.

Para nós foi uma grande surpresa sermos lembrados para esta campanha. Ver uma empresa como a Gazin tomando essa iniciativa, por livre e espontânea vontade, realmente nós só temos que agradecer, afirmou.

Ele acrescentou que a doação vai ajudar diversas unidades da Apae pelo Brasil.

Vamos utilizar esses recursos de várias formas, com material didático, equipamentos, reformas. São recursos muito bem-vindos”.

Turozi frisou ainda que, tanto a Apae como a Gazin, têm um ponto em comum: o cantor Daniel, que é embaixador de ambas.

Eu já conhecia a Gazin pelo cantor Daniel. Esperamos que possamos continuar essa parceria e aproveito para enaltecer a empresa por sua responsabilidade social, por olhar para as pessoas com deficiência e suas famílias, que precisam muito de ajuda”.

Nesta sexta (20), com uma cerimônia em suas lojas, a Gazin realizou a entrega de cheques simbólicos representando o pagamento dos R$ 2.032.303,00 para a Apae e outras instituições.

Com o sucesso da campanha, o presidente da Gazin já faz planos para o futuro.

O que eu posso garantir para o ano que vem é que vamos ter a campanha Pintando o 7 novamente”, anunciou Della Valentina.

Um dos maiores grupos empresariais do Brasil no setor de varejo de móveis e eletrodomésticos, serviços, informática, atacado, fabricantes de colchões e e-commerce, o Grupo Gazin é referência no mercado nacional de varejo e atacado, reconhecido pela qualidade de seus produtos e pelo bom atendimento ao cliente. Hoje, são mais de 300 lojas de varejo, 7 indústrias de colchões e estofados, 23 centros de distribuição e diversos outros braços de negócio. Mas, para além de números e vendas, a empresa também tem um forte investimento em projetos sociais e ambientais. Dentre eles, o investimento em usinas solares e doações a instituições essenciais para a saúde como o Hospital Pequeno Príncipe e o Uopeccan (União Oeste Paranaense de Estudos e Combate ao Câncer).

Em 2021 a empresa completa 55 anos e, para comemorar, também lançou a promoção “55 anos, 55 SUV’s” que, até 10/12/2021, irá sortear um SUV Tracker por semana.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Conjunto Habitacional Nico Baracat: Nomes dos pré-aprovados e não aprovados já disponível
Propaganda

Geral

Campanha de vacinação alerta para baixa adesão de adolescentes

Publicados

em

Cerca de metade do público de 12 a 17 anos estimado pelo Ministério da Saúde (MS) para Cuiabá fez o cadastro para receber a vacina contra o Coronavírus na capital até o momento. Segundo informações da coordenação da campanha, a meta prevista é de 53.824 adolescentes, e desse montante aproximadamente 26 mil fizeram o cadastro.

Quando liberamos o cadastro deste grupo, tivemos uma grande procura no começo. Os 26 mil cadastros foram feitos logo na primeira semana, mas depois disso não tivemos mais adolescentes se cadastrando”, revelou Valéria de Oliveira, coordenadora da campanha de vacinação.

Ela conta ainda que todos as pessoas deste grupo já foram agendadas.

Já liberamos as agendas para todos os adolescentes cadastrados. Temos pessoas de 12 a 17 anos agendadas até esta quinta-feira (21). Não temos mais ninguém dessa faixa etária no cadastro depois disso. Pedimos aos pais ou responsáveis por adolescentes que ainda não tenham feito o cadastro que façam o quanto antes, para darmos prosseguimento à imunização deste grupo”, pediu a coordenadora.

Segunda dose e dose de reforço

Valéria também alerta sobre a baixa procura para pessoas que precisam tomar a segunda dose de Pfizer e a dose de reforço.

Recentemente o Ministério da Saúde liberou para as pessoas tomarem a segunda dose de Pfizer 56 dias após a primeira, mas depois disso parece que as pessoas esqueceram que precisam receber essa segunda aplicação. Além disso, a procura de dose de reforço para idosos a partir de 70 anos e trabalhadores da saúde também está pequena. Nós, da vacinação, convocamos todo este público que venha aos polos de vacinação ou unidades básicas de saúde que aplicam as vacinas para tomarem sua dose e completar o esquema vacinal”, concluiu.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PM recupera mais de 1.100 veículos nos 141 municípios
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA