ENEM 2020

Estudantes de Cuiabá seguem em ritmo acelerado na preparação do ENEM

Publicados

em

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 se encerram na próxima sexta-feira (22). Segundo balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a edição deste ano já alcançou quase 4 milhões de inscritos. Com a suspensão das aulas nas escolas, provocada pela “Pandemia” do novo “Coronavírus“, uma nova rotina de estudos tem marcado a vida dos alunos.

A estudante cuiabana Gabriela Zanetti, de 17 anos, criou um planejamento de estudos e cumpre à risca desde o início da pandemia. De acordo com ela, a leitura e a resolução de exercícios seguem de segunda a sábado, com horário marcado, além das aulas virtuais, oferecidas pelo Colégio Salesiano São Gonçalo, onde estuda.

Além dos meus estudos, o que está realmente fazendo a diferença, são as aulas on-line, claro que falta aquele calor humano, mas não tem problema, porque entendemos a situação. Todos os dias da semana temos cinco horários e no sábado temos simulado“, explica a adolescente.

Segundo o professor José Francisco Ourives, coordenador pedagógico do ensino médio do Colégio Salesiano São Gonçalo, a escola tem feito orientado os alunos a seguirem firmes na preparação. A instituição criou um estúdio dentro da sala de aula, onde o professor realiza a aula ao vivo e o aluno acompanha de casa.

Temos um sistema que mensura a frequência e participação do estudante, nesse ambiente digital“, pontua Ourives.

Além das aulas ao vivo durante a manhã, a tarde os alunos realizam tarefas e atividades com o acompanhamento virtual dos professores que trabalham on-line, todos os dias com os plantões tira-dúvidas.

Já aplicamos até simulado de forma virtual e a adesão foi mais de 95% dos estudantes que estão entendendo a questão da pandemia e buscam se esforçar para aprender em casa, se preparando assim para o Enem, diz o coordenador.

As aulas virtuais, com certeza foi a melhor saída, pois não podemos deixar de nos preparar para o Enem por estarmos em quarentena“, destaca o estudante Pedro Stuhler, de 16 anos, aluno também do Colégio Salesiano São Gonçalo.

Para os estudantes da educação infantil e do ensino fundamental, a escola também segue com as aulas virtuais. O colégio também disponibiliza vídeos e atividades por meio do sistema Estuda.com e atividades e aulas complementares virtuais pelo Sistema Poliedro e recursos do Rede Salesiana de Escolas, todos com positiva referência nacional.

Nosso desafio é manter os alunos motivados. Sinto que estamos cumprindo nosso papel, cumprindo nossa missão, oferecendo conteúdo, ferramentas, método e o acompanhamento diário junto aos pais, professores e estudantes, afirma o diretor da escola, padre Hermenegildo Conceição.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Pacientes da rede publica vão receber dose de medicamento para combate a “Covid-19”
Propaganda

Geral

Estabelecimentos comerciais classificado como “não” essencial esta impedido de funcionar na quarentena

Publicados

em

Os estabelecimentos comerciais que oferecem serviços não essenciais foram flagrados em funcionamento e notificados pelo município por descumprimento das medidas protetivas contra a proliferação do “Coronavírus”.

Fiscais da Secretaria de Ordem Pública iniciaram, na manhã deste sábado (27), saíram em uma operação para identificar, por meio de cartazes oficiais com os dizeres “Suspensão de Atividade”, as fachadas dos estabelecimentos não autorizados a funcionar em Cuiabá, conforme o Decreto nº 7.956/2020. A ação começou pela região central, onde a maioria dos estabelecimentos já estava fechada.

Dentre os que estavam abertos, uma sorveteria teve que fechar as portas porque, mesmo vendendo um tipo de alimento, este não está classificado como essencial. Os fiscais chegam a essa conclusão com base no Decreto federal nº 10.282/2020 (no qual se baseia o decreto municipal), que define como essencial os serviços públicos e atividades indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, assim considerados aqueles que, se não atendidos, colocam em perigo a sobrevivência, a saúde ou a segurança da população.

Este critério é explicado ao comerciante, que a princípio é orientado e advertido das regras que levaram à suspensão de sua atividade. Caso a pessoa notificada u autuada não concorde com a medida, pode ingressar com recurso junto à Secretaria de Ordem Pública para apresentar sua defesa.

Os autos de infrações estão sendo emitidos em casos mais graves ou de reincidência no descumprimento das medidas de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus. A multa é no valor de R$ 609,03.

Foi o que ocorreu com um clube em um bairro da região leste, que foi autuado por descumprir as regras de prevenção ao contágio pelo novo Coronavírus, pois sócios do clube estavam utilizando o espaço em comum.

O clube ainda foi enquadrado no artigo 5º da Lei complementar nº 4 de 24/12/1992, que institui o Código Sanitário e de Postura do Município, que diz ser dever da coletividade e dos indivíduos, em particular, cooperar com os órgãos e as entidades competentes, adotando uma forma de vida higiênica e saudável, combatendo a poluição em todas as suas formas, orientando, educando e observando as normas legais de educação e saúde.

Também houve abordagens em lojas com mais de um tipo de atividade, essenciais e não essenciais. Nesses casos, os fiscais fazem a redução da oferta de produtos, isolando com fitas as seções onde se comercializa produtos não essenciais. O objetivo é garantir a comercialização apenas de produtos essenciais, dentre eles, alimentos, higiene e limpeza, por exemplo.

Ainda neste sábado, os agentes de regulação e fiscalização flagraram uma loja de móveis e eletrodomésticos, que estava funcionando com as portas fechadas para tentar escapar do controle e também uma festa no bairro Pedra 90, o que se configura aglomeração de pessoas.

De acordo com a Secretaria de Ordem Pública (SORP), o trabalho de fiscalização será concentrado nas regiões e bairros com maior índice de contágio da Covid-19, conforme estatísticas da Secretaria Municipal de Saúde, e também onde houver denúncias da população por meio do Disque-denúncia da SORP – (65) 3616-9614, que atende de segunda a sexta-feira, em horário comercial, ou pelo 190.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Fecomércio-MT reforça medidas de segurança contra a "Covid-19"
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA