NOVOS CONSELHEIROS DO CREA

Crea-MT realiza treinamento com os novos Conselheiros Titulares e Suplentes

Publicados

em

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT), Eng. Civil Juares Silveira Samaniego destacou a importância do Conselho e sua estrutura básica na defesa da sociedade na abertura do encontro, os novos Conselheiros empossados este ano assumem esta missão, exercendo o papel de defensor da coletividade na exigência da responsabilidade técnica profissional, com respeito à habilitação para a execução ou elaboração de obras ou serviços de Engenharia, Agronomia e Geociências, de forma a coibir abusos de ação perniciosa de pessoas inabilitadas que não possuem a necessária e adequada formação técnico profissional e de corrigir as distorções da prática profissional imprópria.

Além dos trabalhos honoríficos no pleno do Regional, o conselheiro dispõe da representatividade no Confea, tanto nas Câmaras nacionais como conselheiro federal. Vale ressaltar que o Regional de Mato Grosso juntamente com os Creas do país fazem parte da luta em prol do salário mínimo profissional no Senado, e de outros assuntos de interesse dos profissionais do Sistema Confea/Crea“,disse.

Juares Samaniego, explanaou durante o encontro, que existem 250 profissões dentro das Engenharias, Agronomia e Geociências registradas no Conselho de MT, e que mais de 30 mil profissionais estão cadastrados no Sistema Confea/ Crea no Estado de Mato Grosso.

O treinamento contou também com a presença da vice-presidente do Crea-MT, Eng. Civil Marciane Prevedello Curvo e o assessor jurídico do Crea-MT, o advogado Helmut Flávio Daltro.

O encontro foi conduzido pelo diretor-financeiro do Crea-MT, Eng. Civil André Schuring, que explicou sobre o histórico do Sistema, como a sanção da Lei 5.194/66, que regulamenta o exercício dos engenheiros, arquitetos e agrônomos, bem como as regulamentações da fiscalização do exercício profissional, e que cada unidade da federação passou a ter seu próprio Conselho Regional, decretos de regulamentação da profissão de Agrônomo, Engenheiro, Arquiteto e Agrimensor. Criação do Confea e dos Creas.

Na oportunidade, apresentamos o decreto-lei que estabelece que o Confea e os Creas são autarquias com personalidade jurídica de direito público, lei 6.496/77, que institui a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e criação da Mútua. A data de implantação do Crea, qual dever do órgão como: verificar, fiscalizar, que regulamenta, aperfeiçoa o exercício e as atividades das Engenharias, da Agronomia e das Geociências. O principal objetivo do conselho é zelar pela defesa da sociedade e do desenvolvimento sustentável do país, com base nos princípios éticos profissionais”, disse André.

Ainda segundo ele, a estrutura básica é responsável pela criação de condições para o desempenho integrado e sistemático das finalidades do Conselho Regional, sendo composta por órgãos de caráter decisório ou executivo: Plenário, Câmaras Especializadas, Presidência, Diretoria e Inspetorias.

O plenário

É o órgão colegiado decisório da estrutura básica que tem por finalidade decidir sobre os assuntos relacionados às competências do Conselho Regional, constituindo a segunda instância de julgamento no âmbito de sua jurisdição, ressalvado o caso de foro privilegiado.

Leia Também:  Idosos acima de 70 anos começam a ser vacinados com 4ª dose da Covid-19

Constituído por brasileiros naturais ou naturalizados, diplomados em curso nas áreas da Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia e da Meteorologia, legalmente habilitados, obedecida a seguinte composição: um presidente, um representante por grupo profissional da Engenharia e da Agronomia, de instituição de ensino superior registrada no Crea e representantes das entidades de classe de profissionais de nível superior registradas no Crea e com sede na jurisdição, assegurando o mínimo de um representante por entidade, segundo critérios de proporcionalidade estabelecidos em resolução específica.

As composições de câmaras e suas modalidades, e formação profissional abrangidas no Sistema Confea/Crea e as exigências para atuação profissional, foram outros assuntos abordados no treinamento.

Para a conselheira titular, engenheira mecânica e de Segurança do Trabalho, Priscila Bernardi Rockenbach, o encontro serviu para trocar experiências e ideias.

Conhecemos todo histórico e a criação dos Creas e da autarquia federal e as responsabilidades dos conselheiros. O próximo passo agora, é arregaçar as mangas e discutir pautas entre os membros da nossa Câmara de Geo, Minas e Industrial(CGMI), levando e trazendo nacionalmente propostas de grande interesse das categorias”, disparou Priscila.

Já para o Conselheiro Suplente, engenheiro agrônomo Bruno Terzi, ao fazer uma avaliação do treinamento, ele destacou a grande importância de conhecer o Sistema Confea/Crea, as regras, o regimento, funções dos conselheiros, e que a principal meta dessa função honorifica é o combate do exercício ilegal da profissão em defesa da sociedade, através do pleno do conselho e as Câmaras e Comissões.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Fecomércio-MT vai incluir jovens no mercado de trabalho

Publicados

em

O sonho de toda mãe é conseguir para os filhos uma vaga como jovem aprendiz ou estagiário, mas sabe que a realidade entre distribuir currículos e conseguir uma oportunidade é uma tarefa difícil.

O Sistema Fecomércio-MT/Sesc/Senac/IPF-MT dará início, na semana do dia 6 a 10 de junho, ao ‘Programa Empregar’, que busca qualificar jovens de 16 a 20 anos para o mercado de trabalho. A ação é gratuita e as inscrições devem ser feitas pelo link na BIO do Instagram da federação (@fecomercio_mt).

Esta é uma grande oportunidade para jovens que desejam ingressar no mercado de trabalho. É importante destacar que o Brasil vive hoje uma de suas piores crises econômicas na história. Milhões de desempregados, mas ao mesmo tempo milhares de postos de trabalhos em aberto, e então por que a conta não fecha? Empresas hoje não têm mais tempo para treinamento, preferem aqueles que já estejam qualificados e prontos para começarem a trabalhar. Para os adolescentes, a cobrança é ainda mais dura. 

Leia Também:  Sesc Pantanal será destaque no Globo Repórter desta sexta (30)

Durante a programação do Sistema Fecomércio-MT/Sesc/Senac/IPF-MT, serão apresentadas palestras de capacitação aos jovens, com técnicas de comportamento, marketing pessoal e empreendedorismo. Também serão realizados testes vocacionais e de aptidão visando atender às demandas dos empresários do comércio.

Para o presidente da federação, José Wenceslau de Souza Júnior, a ideia do programa é contribuir para a capacitação dos jovens e atender as empresas dos setores do comércio e serviços.

Muitas empresas de varejo que atuam na região estão sempre em busca de profissionais qualificados, o que nem sempre é possível no mercado atual. Por isso, queremos fazer essa “ponte” para auxiliar tanto a empresa quanto o colaborador, afirmou.

O superintendente da entidade, Igor Cunha, disse que o programa, já realizado anteriormente pelo Sindicato do Comércio Varejista de Material de Construção de Mato Grosso (Sindcomac-MT), possibilitou a inserção de dezenas de jovens no mercado de trabalho.

Esta ação possibilitará atender aos diversos segmentos filiados à Fecomércio-MT, colocando os jovens no mercado de trabalho e melhorando a situação econômica da região e de suas famílias”.

As atividades serão promovidas na sede da Fecomércio-MT, no período da tarde, das 14h às 17h. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (65) 3648-1400.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA