LEILOADOS PELA SEMOB

1.044 veículos apreendidos estarão disponíveis para serem leiloados

Publicados

em

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) retoma nos dias 13 e 14 de dezembro, os leilões de veículos apreendidos e não retirados por seus proprietários dentro dos prazos e forma da legislação pertinente.

O trâmite será realizado a partir das 9h pela empresa Foco Leilões somente na modalidade on-line, através do sítio eletrônico www.focoleiloes.com.br.

Os veículos e demais lotes previstos para alienação, poderão ser visitados pelos interessados, no período de 06, 07, 08 e 09 de dezembro, das 09h às 12h e 14h às 16h, no seguinte local: pátio da Rodando Legal, na rua Beira Rio, no bairro Jardim Bela Marina.

No pátio, serão limitados o número de pessoas e todas as medidas de biossegurança deverão ser cumpridas.

O leilão da Secretaria de Mobilidade Urbana estava suspenso desde o último dia 12 de julho, após vereadores da Câmara Municipal de Cuiabá, que compõem a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Semob, pedirem a suspensão dos leilões.

O secretário da Semob, Juares Samaniego, explicou que a Câmara de Cuiabá liberou o município para realizar os leilões porque não prejudicará os trabalhos da Comissão Parlamentar.

A Câmara solicitou que o município realizasse os leilões devido a grande quantidade de veículos no pátio e os trabalhos da Semob e do leilão não interferem nos trabalhos de investigações dos parlamentares“, comentou ele.

O Edital de Leilão contendo as especificações e as condições de participação, bem como a relação dos lotes está disponível no site www.focoleiloes.com.br.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Escaneamento a laser guia ampliação de redes de esgoto
Propaganda

Geral

Veículos serão removidos se estacionar em local prioritário

Publicados

em

Estacionar o veículo em local proibido, não usar cinto de segurança ou até usar o celular conduzindo um automóvel, mesmo que seja só por um minutinho, pode resultar em multa e alguns pontos na carteira. O Comando de Polícia Polícia Militar (PM/MT), assim como a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) tem alertado a população quanto a estas infrações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o que têm sido registradas com frequência o desrespeito. Além da aplicação das sanções previstas, o veículo pode ser guinchado ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e ao pátio da SEMOB.

Nesta semana, a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) retoma a “Operação Tolerância Zero” contra motoristas e motociclistas que estacionam em vagas reservadas para idosos, pessoas com deficiência (PCD) ou com mobilidade reduzida. De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana (Semob), Juares Samaniego, as primeiras operações serão orientativas, mas, no mês de fevereiro os agentes de trânsito começam a aplicação do auto de infração.

Os agentes também orientarão os motoristas quanto ao não uso das calçadas e a entrada e saída de veículos como estacionamento.

Aos que que não respeitarem a Lei de Trânsito, os veículos poderão ser autuados e removidos. Para o secretário de Mobilidade Urbana, Juares Samaniego, alguns motoristas ainda insistem em “errar” e praticar a infração que é também uma “falta de educação” no trânsito.

Infelizmente, a falta de bom senso ou falta de educação continuam sendo praticadas por alguns motoristas/motociclistas. Todos os dias há alguns motoristas usando vagas prioritárias. Recebemos muitas reclamações dos cidadãos com deficiência ou idosos que se veem impedidos de utilizarem essas vagas porque estão sendo usadas por aqueles que não necessitam delas. Infelizmente, esses cidadãos são os que mais reclamam dos agentes, mas não olham para os próprios erros cometidos no dia-a-dia no trânsito. Para esses motoristas eu peço, tenham consciência“, lamentou o secretário.

Estacionar em vagas reservadas aos deficientes e idosos sem credencial pode resultar na remoção do veículo, 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e R$ 293,47 de multa.

Os agentes também orientarão os motoristas quanto ao não uso das calçadas e a entrada e saída de veículos como estacionamento. A fiscalização ocorrerá também dentro dos shoppings e supermercados da capital. A fiscalização nestes locais é legal e consta no artigo 21 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), e nos estatutos dos idosos e PCD.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Professora de escola de campo percorre 12 quilômetros para dar aulas pela internet
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA