ESPORTES

Vereadores criticam Taques por não doar COT ao Operário Várzea-grandense

Publicados

em

Os vereadores do Município de Várzea Grande estão revoltados com a decisão do governador Pedro Taques (PDT) em transferir, após conclusão das obras, o gerenciamento e uso do Centro Oficial de Treinamento (COT) – Barra do Pari, para a Polícia Militar.

cot-PariVários vereadores usaram a tribuna, durante a sessão ordinária para contestar o anuncio feito pelo governador durante evento realizado no município organizado pela Associação Comercial e Industrial de Várzea Grande (Acivag), no Centro de Eventos do Hits Pantanal Hotel. O ato marcou o lançamento da Frente Parlamentar “Todos por Várzea Grande”.

Revoltados, eles querem uma agenda com Taques na tentativa de demovê-lo da intenção.

Para o presidente do legislativo várzea-grandense vereador Jânio Calistro do Nascimento (PMDB), o governador está sendo infeliz ao fazer essa escolha, que ele classificou como: “precipitada e individualista”.

Segundo Jânio, primeiro, o pedetista, deveria, ouvir os desejos da população e lideranças políticas da cidade. “Agindo assim e isoladamente, o governador demonstra ser antidesportista, além, da total falta de respeito com a maioria dos várzea-grandenses que nele depositaram seu voto”, disparou o presidente.

O vereador peemedebista também diz reconhecer a importância do setor de Segurança Pública, diante do alto índice de violência que a cidade atravessa, mas que isso não é motivo suficiente para Taques preferir a PM e descartar apoio ao esporte municipal.

Sabemos da importância da policia em nossa cidade, mas que construa uma base militar em outro lugar. Ali foi destinado ao esporte várzea-grandense tão capenga no passado e que agora tenta auto se sustentar. Tirar o COT do Operário será uma agressão direta a todos nós”, bombardeou Calistro.       

Diante da situação, o vereador Pedro Paulo Tolares, o Pedrinho ( SD), conclamou a Casa, que mobilize os deputados estaduais e federais que tiveram votos em Várzea Grande, nas eleições passadas, e até a população local para uma cobrança organizada perante o governador. A meta é demovê-lo da ideia e oportunizar o COT ao Operário, “chicote da fronteira”.   

Já o vereador Carlos Garcia do PTC, destacou que na verdade a área do COT foi doada para construção de um centro de treinamento e não teria o porquê de ser destinado para outra finalidade. Ao concluir, Garcia que atuou na Procuradoria de Várzea Grande, completou: “Transformar o COT em Batalhão de Polícia, no meu entendimento, seria puramente desvio de finalidade", concluiu.

Entenda

Existia uma expectativa de que o COTBarra do Pari, fosse cedido para o Clube Esportivo Operário Várzea-grandense (CEOV). Inclusive, essa possibilidade foi anunciada desde o início de sua construção (2012), pelo governador da época Silval Barbosa (PMDB). Neste caso, o COT seria o primeiro estádio de Várzea Grande e a estrutura seria utilizada como a casa do Operário nos jogos oficiais do clube.

(*) Com informações da assessoria de imprensa da Câmara Municipal de Várzea Grande.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em jogo remarcado pela 3ª rodada da Série B, CSA recebe o Cuiabá

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

ESPORTES

Cuiabá recebe o Oeste na Arena Pantanal de olho na liderança

Publicados

em

Pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro e de olho na liderança, o Cuiabá recebe neste sábado (19), o Oeste (SP) na Arena Pantanal, querendo reassumir a ponta da tabela.

O Cuiabá chega embalado para esta partida dentro de sua casa e quer engrenar na competição visando o acesso à elite do futebol brasileiro. Para isso acontecer, basta uma vitória simples para os mato-grossenses retomarem a liderança da competição.

Nos últimos 10 jogos disputados na condição de mandante a equipe do Cuiabá registrou uma campanha de 5 vitórias, 4 empates e apenas 1 derrota. Somando 14 gols marcados e 4 sofridos.

Este confronto põe frente a frente duas equipes em extremos opostos na tabela e que possuem ambições completamente distintas, enquanto o Rubrão luta para sair da zona de rebaixamento e respirar na competição, o Cuiabá depende apenas de suas próprias forças para assumir a liderança da Série B nesta rodada e é forte candidato ao acesso.

A equipe da casa ainda está invicta como mandante na Série B e conta com o retorno de três titulares importantes que desfalcaram o time nas primeiras rodadas da segunda divisão nacional.

Algo que o Oeste não possui a seu favor, tendo ainda uma das piores campanhas como visitante, não vencendo nenhum dos quatro jogos disputados até aqui.

No meio da semana, o Cuiabá fez o seu jogo atrasado e voltou a subir na classificação. Agora, o time se encontra na vice-liderança, com 18 pontos. Em caso de novo triunfo, o Dourado assume a ponta do torneio.

Já o Oeste quer embalar. Na última partida, o Rubrão venceu o CSA de virada e conseguiu sair da lanterna. Agora, a missão é somar mais três pontos e sair da zona de rebaixamento.

O Dourado ocupa atualmente a segunda colocação com 18 pontos, dois a menos, do que o Paraná que já jogou na rodada venceu o CRB por 2 a 0.

Cuiabá e Oeste se enfrentam neste sábado (19), às 20h (horário de MT), na Arena Pantanal.

Prováveis:

Cuiabá: João Carlos; Hayner, Ednei, Everton Sena e Lucas Hernández; Matheus Barbosa, Rafael Gava e Elvis; Felipe Ferreira, Maxwell e Jenison.

Oeste: Glauco; Éder Sciola, Matheus Dantas, Sidmar e Gustavo Salomão; Betinho, Yuri, Mazinho, Marlon e Luan; Bruno Lopes.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  CBF define os árbitros das estreias dos mato-grossenses na Série D
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA