ESPORTES

Venda de cerveja em Estádios de futebol liberada

Publicados

em

Bebida alcoólica é droga que altera o estado de consciência, comprometendo o discernimento e a autocrítica, o que é preocupante quando o consumo se dá em ambiente exaltado e apaixonado, como são os jogos de futebol. A proibição de bebidas alcoólicas em estádios de futebol é defendida pelo Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG) desde 2007”.

Esta era a proposta do deputado federal do Estado de Alagoas (AL), Severino Pessoa (REPUBLICANOS), ele argumenta que o esporte é direitos de todos e, por isso, os locais de jogos devem ser ambientes favoráveis para a circulação de crianças, jovens e adultos com tranquilidade e segurança.

O Projeto de Lei 4272/19 do parlamentar federal proibia o consumo e a venda de bebidas alcoólicas nos campeonatos profissionais de futebol de âmbito nacional. O texto altera o Estatuto de Defesa do Torcedor (Lei 10671/03).

Atualmente, o estatuto já proibia, como condição de acesso e permanência do torcedor no estádio, o porte de bebidas ou substâncias suscetíveis de gerar violência.

Alegria dos torcedores

Nesta semana, o relator do caso, Alexandre de Moraes, deu uma boa noticia para os amantes do futebol, e justificou em seu voto afirmando que:

A ausência da comercialização de bebidas de menor teor alcoólico dentro dos estádios acaba gerando o consumo de todos os tipos de bebidas, inclusive aquelas com elevado teor alcoólico“.

Em decisão unânime, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) liberaram nesta sexta-feira (6) a venda de bebidas alcoólicas em Estádios de futebol.

A decisão, proferida no plenário virtual, rejeitou a tese defendida no processo da Procuradoria-Geral da República (PGR), que havia acionado o STF para contestar uma lei do Estado do Mato Grosso, que libera a venda e o consumo de bebidas nos Estádios.

O estatuto do torcedor proíbe o comércio consumo nas arenas e estádios.

No caso de Mato Grosso, o ministro Alexandre de Moraes, relator do caso, justificou seu voto contra a proibição considerando que:

A ausência da comercialização de bebidas de menor teor alcoólico dentro dos estádios acaba gerando o consumo de todos os tipos de bebidas, inclusive aquelas com elevado teor alcoólico nas imediações dos eventos esportivos”.

Os ministros Edson Fachin, Marco Aurélio, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Rosa Weber, Dias Toffoli, Luís Roberto Barroso e Luiz Fux seguiram o voto de Moraes.

Assim, dos 11 ministros, nove decidiram pela liberação. Celso de Mello, de licença médica, e Carmen Lúcia não votaram.

A comercialização em Mato Grosso é permitida para bebidas não destiladas e com teor alcoólico de no máximo 14%. Essa regra foi adotada com base nas implementadas durante a Copa do Mundo.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  O Cuiabá anunciou oficialmente Allan Aal como novo técnico

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

ESPORTES

Poconé é eliminado pelo União nos pênaltis

Publicados

em

Jogando no Estádio Luthero Lopes, o União de Rondonópolis garantiu na tarde desta quarta-feira uma das vagas na fase semifinal do Campeonato Mato-grossense de Futebol. O time Colorado venceu o Poconé nas cobranças de tiros livres diretos, as penalidades máximas após empatar sem gols no tempo normal.

Na primeira partida, realizada em Várzea Grande, no Estádio Dito Souza houve empate em dois gols.

Em um jogo que foi bastante disputado, principalmente no meio campo, mas as duas equipes pecaram nas finalizações e além disso encontram defesas muito bem armadas, que não deram chances aos atacantes.

Com o resultado igual nas duas partidas houve a necessidade das cobranças de penalidades para saber que avançaria para a fase semifinal. E nestas cobranças o União conseguiu ser mais feliz vencendo por 4 a 3, perdendo uma das penalidades enquanto que o Poconé perdeu duas.

Com o resultado de ontem, uma das semifinais já está definida. Será entre Clube Esportivo Dom Bosco e União Esporte Clube. O primeiro jogo será no dia 2 de novembro, em Cuiabá e a partida de volta no dia 9 de dezembro, em Rondonópolis.

Na outra semifinal, o Nova Mutum aguarda o adversário do confronto entre Cuiabá e Luverdense.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em jogo morno na Arena Pantanal, Dourado e Coelho fica no 0 a 0
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA