PREVENÇÃO À "COVID-19"

Torcida do Palmeiras cancela festa como prevenção ao novo Coronavírus

Publicados

em

A maior torcida organizada do time do Palmeiras, a Mancha Alvi Verde Subsede Cuiabá suspendeu temporariamente as suas atividades, neste início de 2021. A decisão da Diretoria dos torcedores palmeirenses foi tomada por causa do aumento de casos de contaminação e mortes por Covid-19 na Capital.

A festa programada para ocorrer na noite desta terça-feira (11), na Avenida Mato Grosso, com expectativa da presença de centenas de palmeirenses, foi cancelada. Em disputa de semifinal da Libertadores da América, o Palmeiras enfrenta o River Plate, da Argentina, no Alianz Parque, em São Paulo.

A programação que já estava definida pela Mancha Alvi Verde seria a instalação de telões para a torcida assistir e, depois, comemorar a classificação. Nas redes sociais da entidade, pelo menos 200 torcedores do Palestra Itália tinham confirmado presença no evento.

O presidente da Mancha Verde Cuiabá, professor Valdir Brito Júnior, explicou que as atividades somente serão retomadas quando houver segurança sanitária ou após a vacinação em massa que devera acontecer em todo Estado de Mato Grosso nos próximos dias.

Se as autoridades [governo e Prefeitura de Cuiabá] não tomam as providências cabíveis, nós tomamos. E nossas atividades serão retomadas quando a população estiver vacinada”, justificou Valdir Brito.

Diretoria MVC Subsede Cuiabá

Valdir Brito Júnior (065) 98444-9870
Ana Vitória Duarte (065) 99986-6024
Rubens Souza (065) 98435-1356

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cuiabá Arsenal conquista título inédito em Circuito Brasileiro de Flag Football
Propaganda

ESPORTES

Fause Chauchar fala sobre a reestruturação do Mixto e o plano para 2021

Publicados

em

Os apresentadores Rosenil Luiz e Paulo Fanaia entrevistaram o vice-presidente financeiro do Mixto, Dr. Fause Chauchar. A matéria foi exibida no programa esportivo Bola & Amigos, da da TV Mato Grosso

Fause disse que o ano de 2021 será uma etapa de reorganização do Tigre.

Esse ano é o ano de reestruturação do Alvinegro. Vamos montar um time bom para subir para a Primeira Divisão, fazer uma administração focada em gestão profissional“.

O dirigente mixtense falou também sobre o movimento dos torcedores que elevou o clube de nível na Timemania (loteria esportiva), colocando-o entre os 40 mais apostados do Brasil e possibilitando a agremiação cuiabana receber cerca R$ 700 mil para pagamento de débitos.

O grande patrimônio do clube é a torcida, é um clube do povo, nós não somos um clube empresa. A torcida tem abraçado a causa, um grande exemplo é a Timemania, uma colaboração gigantesca. Para quem não sabe, o dinheiro da Timemania é todo para pagar a dívida do Mixto, a gente da diretoria não tem acesso a esse dinheiro. A torcida entendeu que é a torcida que vai levantar o clube“.

Chauchar reafirmou por diversas vezes as prioridades que o clube determinado.

Estamos revendo toda a parte administrativa e conseguindo alguns patrocínios, mesmo que, infelizmente, estejamos sem calendário“.

Sobre a equipe que vai disputar a Segunda Divisão do Campeonato Mato-grossense, prevista para junho, o vice-presidente reafirmou o compromisso do técnico Eduardo Henrique com o Alvinegro.

Ele vai voltar para o Mixto, está tudo certo. Vai acabar o Mato-grossense e ele volta e vai ser o técnico do Mixto na Segunda Divisão“.

Falou também que existe um planejamento do futebol do Branco e Preto, que, segundo Fause, foi desenhado em acordado com o Eduardo Henrique.

Vamos acompanhar o campeonato estadual (Mato-grossense 1ª Divisão), vamos buscar os jogadores que se destacarem e tentar contratar os que tiverem interesse no projeto. Vamos aproveitar também o trabalho que já temos no Sub-19, vamos aproveitar também esses guris, de preferência. Dependendo de como vai estar o financeiro, podemos trazer alguma peça específica de fora, diferenciado, mas, para manter no clube. A intenção é manter esses jogadores já para o Estadual, se a gente subir, para o ano seguinte. Não queremos ficar nessa de monta time e depois manda tudo embora e depois monta de novo em cima da hora e fica sem time nenhum, fica essa bola de neve“.

Sobre o CT Ranulpho Paes de Barros, Chauchar explicou que está sendo negociada uma parceria com os irmãos Paes de Barros, proprietários da estrutura que homenageia o histórico ex-presidente do clube.

A estrutura lá é muito boa, tem dois campos oficiais, alojamento para a base. Temos que investir na base. Futebol hoje em dia passa pela base“.

Por fim, o gestor do Tigre lembrou de seu amor pelo futebol e sua história com o Mixto. Concluiu dizendo onde sonha em ver o Mais Querido e por fim, como médico cardiologista, deixou um recado sobre a importância da vacinação de todos.

A gente quer fazer o Mixto voltar, se Deus quiser, a disputar a primeira divisão do Brasileirão. Começar de vagar, como tudo deve ser, com planejamento, Série D, Série C… nós contamos com o apoio da torcida, a gente quer que, quando acabar a pandemia, o torcedor volte para o estádio. Primeiro na Segunda Divisão, se Deus quiser já com a vacina e todos vacinados e de repente já no Dutrinha. Queremos mandar os jogos da Segunda Divisão no Dutrinha“.

– (MixtoNet)

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Três clubes confirmaram participação Mato-grossense Feminino 2020
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA