CIRCUITO ESTADUAL DE TÊNIS

Open de Tênis Dona do Lar; Wesley Piu e Mara Lopes vencem

Publicados

em

Doze tenistas se consagraram campeões de Classes no Open de Tênis Dona do Lar, que foi encerrado neste domingo (18), válido como 2ª etapa do Circuito Estadual de Tênis 2020 de Mato Grosso, no Clube Monte Líbano, em Cuiabá. E Wesley ‘Piu’ Nunes e Maralice Lopes venceram duas das principais categorias do torneio, a 1ª Classe Pro e a 1ª Classe Feminina, respectivamente.

De acordo com o presidente da Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT), Rivaldo Barbosa, foram diversos os desafios e medos para a retomada do calendário do Circuito Estadual de Tênis, visto que todos os torneios haviam sido suspensos em março devido a pandemia, mas tais preocupações se dissiparam com a adesão massiva de tenistas e patrocinadores ao torneio de retorno.

Não sabíamos se esse torneio de retorno do tênis teria a adesão da comunidade de tenistas e patrocinadores. Isso gerava um certo receio, mas, para a nossa surpresa, todo mundo aderiu a causa e obtivemos mais de 240 inscrições de tenistas e muitos patrocinadores. Fizemos mais de 250 partidas em seis dias. E tivemos a participação de atletas de várias cidades.

Na 1ª Classe Pro, Wesley ‘Piu’ Nunes, 37 anos, um professor de tênis de Cuiabá, se sagrou campeão ao vencer Giovanni Romio, de 15 anos, por dois sets a zero e parciais de 6/3 e 6/2 na final da categoria.

E, com os 180 pontos ganhos com essa vitória, Wesley Piu assumiu a liderança do ranking da categoria com o total de 300 pontos. Ele é um dos favoritos ao título de campeão do ranking 2020.

Significa muito pra mim participar do torneio e ser campeão. Eu sou professor de tênis, vivo do esporte e vindo aqui incentivo meus alunos a participar e pegar gosto pela modalidade. E, do meu ponto de vista, ajuda muito o professor, pois ele está inserido entre os tenistas, eles veem esse professor jogando, veem o nível técnico dele e isso gera novos alunos, comenta o campeão, Wesley Piu.

Na 1ª Classe Feminina, Maralice Lopes, 41 anos, se sagrou campeã ao vencer Carolina Beltramin, de 13 anos, por dois sets a um e parciais de 6/3, 6/7(6/7) e 10/6 na final da categoria. Foi o segundo torneio do ano e ambos foram vencidos por ela.

E, com os 180 pontos ganhos nessa segunda vitória, acumulou 360 pontos e fortaleceu a posição de líder do ranking e favorita ao título de 2020.

Levanto bem cedo, treino duas horas, depois vou para o trabalho e, ao final do dia, após o expediente, treino novamente e faço isso todos os dias. De manhã treino técnicas e faço repetições de golpes e de noite jogo com a turma por outras duas horas. É um esporte maravilhoso e estou num bom momento. Tenho treinado e estou mentalmente mais forte, avalia a campeã, Mara Lopes.

Próximos Torneios

3ª Etapa – Sorriso, de 28/10 a 02/11, na Academia Benegas Tênis Sorriso;
4ª Etapa – Primavera do Leste, de 12 a 15/11, na Academia Ace Tênis;
5ª Etapa – Cuiabá, de 23 a 29/11, no Cuiabá Tênis Clube.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Atletas do Jiu-Jitsu Rotam da PM são contemplados com bolsa atleta do Governo de Mato Grosso
Propaganda

ESPORTES

Atletas do Jiu-Jitsu Rotam da PM são contemplados com bolsa atleta do Governo de Mato Grosso

Publicados

em

Esta semana, atletas do projeto social Jiu-Jitsu Rotam da Polícia Militar foram contemplados com o apoio financeiro do Programa Bolsa Atleta do Governo do Estado. Com o recurso, Felipe Leonardo Costa Lima, de 17 anos, e Lucas Santana Nascimento, de 16 anos, poderão custear suas atividades esportivas.

Pela primeira vez, alunos atletas do projeto da PM desenvolvido pelo Batalhão Rotam foram aprovados e conquistaram o aporte financeiro do programa.

Felipe Leonardo, que é faixa azul, está no Jiu-Jitsu Rotam há seis anos, é um dos alunos mais antigos do projeto e já coleciona inúmeras vitórias no tatame.

Somente no ano de 2019, o jovem venceu quatro das seis lutas em que participou. Mesmo diante de um ano pandêmico, Felipe não parou de treinar, a dedicação ao jiu-jitsu levou o atleta mais uma vez a subir ao pódio; o atleta conquistou medalha de ouro no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE), em São Paulo.

Atleta faixa azul, Lucas Santana do Nascimento está no projeto social da Rotam há três anos e já venceu competições importantes como Abu Dhabi Jiu- Jitsu PRO AJP e o primeiro lugar do Campeonato Estadual de Jiu-Jitsu.

Com o aporte financeiro, os dois jovens moradores do bairro Dom Aquino, na capital, poderão custear uniformes, materiais esportivos, transporte, alimentação, suplementação para alta performance, hospedagem para participar das competições, entre outras necessidades.

O Programa Bolsa Atleta da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer garante benefício financeiro com valores entre R$ 250 a R$ 1,6 mil pelo período de 12 meses. Mais dois atletas do projeto da Polícia Militar já estão na lista de espera para serem contemplados com o benefício. Para que os atletas fossem selecionados tiveram que preencher vários requisitos, onde foi elaborado currículo individual com todas as conquistas de cada participante.

Projeto Jiu-Jitsu Rotam

O projeto Jiu-Jitsu Rotam é coordenado por policiais militares e atende cerca de 200 crianças e adolescentes de seis a 17 anos de idade. Por meio da prática esportiva, a PM busca atender famílias carentes que através de aulas gratuitas de Jiu-Jitsu fomentam a importância do esporte e da cidadania, evitando a ociosidade.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Série B: Dourado vence Leão da Ilha no último minuto
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA