ESPORTES

Helmut diz que não está na Federação pra ficar dando jeitinhos

Publicados

em

Depois do rebaixamento do time do União de Rondonópolis e também do Sinop para a segunda divisão do campeonato mato-grossense de futebol, as criticas e ataques começaram a aparecer por partes das duas equipes contra o presidente em exercício Helmut Lewinsch da FMF (Federação Mato-grossense de Futebol). 

HELMUTE-LAWISCH-SETEOs presidentes dos clubes alegam que a FMF através do seu presidente Helmut Lewinsch sabia dos jogadores que foram escalados pelos seus técnicos para entrarem em campo, a tanto o Sinop quanto o União estariam dispostos de irem até as ultimas consequências na Justiça para evitarem o rebaixamento.

Lewinsch em entrevista coletiva, contra atacou os clubes dizendo “que não esta a frente da FMF para ficar dando jeitinho a nenhum clube de futebol, e que a Federação não compactua com os famosos jeitinhos do futebol”. E disse também “que tanto o time do União quanto o Sinop sabiam que seus jogadores não poderiam entrar em campo. Diferente da equipe do Mixto que tinha muitos problemas com registros de seus jogadores e mesmo assim não colocou para jogar”. Disse o presidente.

Helmut falou também que os recursos a serem ainda julgados pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) não vai impedir de que os jogos da segunda fase do campeonato estadual comecem. 

E a FMF já divulgou ate mesmo os confrontos das equipes na segunda fase do Estadual.

Neste Domingo, vai acontecer dois jogos, o time do Azulão da Colina e o Chicote da Fronteira na Arena Pantanal as 15 horas,  já o time do Rondonópolis enfrenta o  Poconé no Estádio Engenheiro Luthero Lopes, as 18 horas. 

Já na próxima quarta-feira dia 25 é o complemento e fechamento da rodada com Luverdense e Cuiabá se enfrentando no Estádio Passos da Ema em Lucas do Rio Verde. 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cuiabá Arsenal continua invicto e joga oitavas no Dutrinha

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

ESPORTES

Dutrinha passará a contar com placar eletrônico em LED

Publicados

em

A reforma e reestruturação realizada pela gestão Emanuel Pinheiro no Estádio Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, garante ao templo do futebol mato-grossense a instalação de um placar eletrônico em LED, que permitirá ao torcedor a visualização límpida de informações inerentes às partidas realizadas no local. O processo de aquisição do equipamento está em andamento e é efetuado por meio do Pregão Eletrônico 037/2021.

O edital montado pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer em parceria com a Secretaria Adjunta Especial de Licitações e Contratos estabelece que o equipamento deve seguir especificações como medida de 6,50m x 2,50m e dígitos de 40cm, sendo possível mostrar a contagem de gols, nomes das equipes e tempo de partida. A abertura das propostas tem previsão de ocorrer na próxima sexta-feira (22).

A proposta vencedora do Pregão Eletrônico será aquela considerada a de menor preço do lote, seguindo os critérios fixados pela Lei Federal 8.666/93, que dispõe sobre as normas para licitações e contratos na Administração Pública.

Mediante a apresentação de documentos, a empresa deverá comprovar a capacidade técnica para execução do serviço, que terá que ser realizado em até 30 dias após assinatura da ordem de fornecimento.

É um equipamento imprescindível para a realização de jogos no local. Espera-se, com isso trazer novamente o Estádio Dutrinha ao cenário do futebol mato-grossense, bem como torná-lo um espaço moderno, adequado para torcedores e eventos, tornando-o mais agradável e confortável visando o fortalecimento do esporte na Capital”, justifica a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, no edital.

O Estádio Presidente Dutra, pertencente à Prefeitura de Cuiabá desde julho de 2011 e foi declarado, “Tombado como Patrimônio Histórico de Cuiabá-MT”, pela Lei Municipal 2.761 de 25/05/1990, de autoria do, na época, vereador Emanuel Pinheiro, como forma de preservá-lo. Entre 2010 e 2014 foi o principal Estádio de Mato Grosso devido a demolição do Estádio Verdão para dar lugar a atual Arena Pantanal.

Neste ano, o estádio chegou ser cedido, temporariamente, à Confederação Sul-Americana de Futebol e foi utilizado como centro de treinamento das seleções que participaram da Copa América.

Desde sua construção, em 1952, ele passa pela maior obra de reestruturação. A reforma foi iniciada em 2019 e recebe o investimento de aproximadamente R$ 2 milhões, aplicado pela gestão Emanuel Pinheiro.

Veja nos anexos abaixo o edital e o aviso de abertura licitação

https://www.cuiaba.mt.gov.br/download.php?id=143124

https://www.cuiaba.mt.gov.br/download.php?id=143125

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Rodada de "Preocupação" e "Tranquilidade" no Matogrossense
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA