PELA COPA DO BRASIL

Grêmio vence o Cuiabá e larga na frente por uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil

Publicados

em

Jogando pela Copa do Brasil na noite desta quarta-feira (11), na Arena Pantanal, ocorreu o jogo de ida do confronto entre Cuiabá e Grêmio. O Grêmio mostrou a sua força e venceu o Cuiabá por 2 a 1. Com o placar, o Tricolor joga pelo empate. O Dourado precisa vencer por dois gols. Se devolver a vantagem, a vaga será definida nos pênaltis.

Antes da partida, esse duelo era considerado por muitos analistas como aquele que tinha um favorito mais destacado entre todos das quartas de final dessa edição do torneio. A opinião geral era de que os gaúchos deveriam abrir vantagem já nesta primeira partida. E foi isso que aconteceu.

A vitória gremista começou a se desenhar logo aos sete minutos. Victor Ferraz foi ao fundo pelo lado direito e colocou a bola na cabeça do atacante Diego Souza. O experiente jogador não perdeu a chance. Subiu mais do que o zagueiro e balançou a rede do João Carlos. Mas depois o Tricolor acabou diminuindo um pouco o ritmo e sofreu o empate. O atacante Willians Santana subiu mais do que Geromel, no meio da área do Grêmio, e mandou um balaço de cabeça no ângulo do Vanderlei. Era o empate dos donos da casa.

Depois, o Cuiabá chegou a reclamar pênalti. Aos 29, Maxwell cabeceou para o gol e a bola bateu no volante Lucas Silva. Mesmo com muita reclamação do Cuiabá, o árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo nada marcou.

Quando o relógio apontava 39 minutos, a polêmica foi na outra área. Anderson Conceição, zagueiro do Cuiabá, derrubou Pepê dentro da área. Mas existia a dúvida sobre a saída da bola antes do cruzamento que deu início à jogada. Mas, dessa vez, o árbitro confirmou a penalidade. Jean Pyerre assumiu a responsabilidade e bateu bem. Saiu um chute forte no canto esquerdo do goleiro. Grêmio de novo ia à frente: 2 a 1.

A etapa final começou com o Cuiabá tentando pressionar. E chegou a criar boas chances. Na primeira delas, aos 10 minutos, Willians Santana quase marcou mais um de cabeça. Só não foi gol, porque Vanderlei salvou. O rebote, Maxwell chutou na trave. No lance seguinte, Elvis chutou de longe. A bola passou por cima, mas bem perto do gol gremista.

Em um segundo tempo abaixo da média, o Grêmio só chegou aos 39 minutos. O lateral-esquerdo Cortez fez uma boa jogada. Cruzou na medida para Thaciano. O jogador do Grêmio acabou perdendo uma chance incrível, mandando de cabeça para fora na pequena área do Cuiabá.

Além da vantagem importante na Copa do Brasil, o resultado marcou a sexta vitória seguida do Grêmio. Algo inédito para o Tricolor sob o comando do Renato Portaluppi.

O jogo de volta pelas quartas de final da Copa do Brasil acontece na quarta-feira (18), às 16h30, em Porto Alegre.

O Grêmio avança com qualquer empate. O Cuiabá, se vencer por um gol de diferença, leva à decisão aos pênaltis.

Pelo Brasileirão, o Grêmio joga novamente neste sábado (14), às 19h, em Porto Alegre, contra o Ceará. Na Série B do Brasileiro, o Cuiabá recebe o América Mineiro também no sábado (14), às 21h30.

FICHA TÉCNICA

CUIABÁ 1 X 2 GRÊMIO

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data: 11 de novembro de 2020, quarta-feira
Hora: 19h (de Brasília)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Daniel Luis Marques (ambos de SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: Willians Santana (Cuiabá); Lucas Silva (Grêmio)
GOLS: Willians Santana, aos 18 do 1ºT (Cuiabá); Diego Souza, aos 7 do 1ºT, Jean Pyerre, aos 42 do 1ºT (Grêmio)

CUIABÁ: João Carlos; Hayner (Lucas Ramon), Kunde, Anderson Conceição e Romário; Nenê Bonilha (Auremir), Matheus Barbosa e Elvis (Diego Jardel); Maxwell, Willians Santana (Perdigão) e Yago

– Técnico: Franco Muller

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Pedro Geromel, David Braz e Cortez; Lucas Silva, Matheus Henrique (Diogo Barbosa) e Jean Pyerre (Thaciano); Ferreira (Everton), Pepê (Paulo Miranda) e Diego Souza (Churin).

– Técnico: Renato Gaúcho

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Parque Mãe Bonifácia: "é proibido alimentar os animais"
Propaganda

ESPORTES

Atletas do Jiu-Jitsu Rotam da PM são contemplados com bolsa atleta do Governo de Mato Grosso

Publicados

em

Esta semana, atletas do projeto social Jiu-Jitsu Rotam da Polícia Militar foram contemplados com o apoio financeiro do Programa Bolsa Atleta do Governo do Estado. Com o recurso, Felipe Leonardo Costa Lima, de 17 anos, e Lucas Santana Nascimento, de 16 anos, poderão custear suas atividades esportivas.

Pela primeira vez, alunos atletas do projeto da PM desenvolvido pelo Batalhão Rotam foram aprovados e conquistaram o aporte financeiro do programa.

Felipe Leonardo, que é faixa azul, está no Jiu-Jitsu Rotam há seis anos, é um dos alunos mais antigos do projeto e já coleciona inúmeras vitórias no tatame.

Somente no ano de 2019, o jovem venceu quatro das seis lutas em que participou. Mesmo diante de um ano pandêmico, Felipe não parou de treinar, a dedicação ao jiu-jitsu levou o atleta mais uma vez a subir ao pódio; o atleta conquistou medalha de ouro no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE), em São Paulo.

Atleta faixa azul, Lucas Santana do Nascimento está no projeto social da Rotam há três anos e já venceu competições importantes como Abu Dhabi Jiu- Jitsu PRO AJP e o primeiro lugar do Campeonato Estadual de Jiu-Jitsu.

Com o aporte financeiro, os dois jovens moradores do bairro Dom Aquino, na capital, poderão custear uniformes, materiais esportivos, transporte, alimentação, suplementação para alta performance, hospedagem para participar das competições, entre outras necessidades.

O Programa Bolsa Atleta da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer garante benefício financeiro com valores entre R$ 250 a R$ 1,6 mil pelo período de 12 meses. Mais dois atletas do projeto da Polícia Militar já estão na lista de espera para serem contemplados com o benefício. Para que os atletas fossem selecionados tiveram que preencher vários requisitos, onde foi elaborado currículo individual com todas as conquistas de cada participante.

Projeto Jiu-Jitsu Rotam

O projeto Jiu-Jitsu Rotam é coordenado por policiais militares e atende cerca de 200 crianças e adolescentes de seis a 17 anos de idade. Por meio da prática esportiva, a PM busca atender famílias carentes que através de aulas gratuitas de Jiu-Jitsu fomentam a importância do esporte e da cidadania, evitando a ociosidade.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Comunidades indígenas em três municípios recebe visita de Virginia Mendes e leva 4 mil cestas básicas
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA