ESPORTES

Gatão: “Continuamos vivos, mas temos um grande desafio pela frente”

Publicados

em

Depois de virar a partida em cima do Poconé e vencer a primeira no Mato-grossense por 2 a 1, o Mixto respira na competição e chega com o ânimo renovado para a “decisão” contra o Clube Esportivo Operário Várzea-grandense (CEOV) na última rodada pelo grupo A.

gataoA frente do Tigre da Vargas desde o inicio do campeonato, o presidente Paulo César Gatão comemora o primeiro triunfo, mas mantém os pés no chão.  “Foi uma grande vitória. Continuamos vivos, mas temos um grande desafio pela frente. O Luverdense joga classificado, sem muita preocupação, contra o Sinop que também precisa vencer para não cair e nós enfrentamos nosso maior rival. Temos que jogar pensando em vencer para não precisar depender do resultado do jogo de lá”. 

Ainda com dificuldades para acertar as finanças do Mixto, o presidente explica que aguarda ajuda. “Há algumas semanas políticos e empresários mixtenses nos prometeram uma ajuda, mas ainda nada de concreto chegou. Seguimos na luta e trabalhando para honrar a história do nosso clube”.

Apesar da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) ter cogitado a mudança da data do jogo entre Mixto e CEOV, o jogo está confirmado para o próximo domingo, às 15h, na Arena Pantanal. A TV Centro América transmite o Clássico dos Milhões ao vivo. – (GloboEsporte.com)

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cuiabá vence Guarani e afunda rival na tabela

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

ESPORTES

Dourado perde para o Furacão e cai para a 16ª posição

Publicados

em

Em confronto direto contra o rebaixamento, o Athletico (PR) fez valer o mando de campo, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), e venceu o Cuiabá, por 1 a 0, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro em jogo atrasado da 35ª rodada.

O gol da vitória foi marcado por Pedro Rocha, que praticamente confirmou a permanência do atual Campeão da Copa Sul-Americana na elite nacional e se afastou do Z-4, com 45 pontos somados. Já a equipe Auriverde aparece na 16ª posição, com 43 pontos.

O jogo

O Athletico ditou o ritmo do primeiro tempo na Arena da Baixada, mas encontrou dificuldades para furar o bloqueio adversário. Sem achar os espaços, a equipe paranaense optou pelas jogadas aéreas e pelos chute de média distância, estratégia que quase surtiu efeito na cabeçadas de Pedro Henrique e em arremate de Nikão. Do outro lado, o Cuiabá assustou em duas tentativas de Jenison, a primeira foi para fora e a segunda parou no goleiro Santos.

Depois das conversas nos vestiários, o Furacão manteve o domínio das ações, mas dessa vez foi efetivo no ataque para construir o resultado. Antes da rede balançar em Curitiba, Erick e Nikão tiveram chances para o time da casa. Mas foi com Pedro Rocha que o Athletico balançou as redes.

Aos 12 minutos, após cruzamento na área, o goleiro do Dourado afastou parcialmente o perigo e, no rebote, o atacante apareceu para completar para o fundo do gol: 1 a 0. Com a vantagem, o Rubro-Negro passou a cadenciar o jogo e conseguiu segurar a vitória até o apito final.

Com o resultado, o Furacão subiu para a 12ª colocação, com 45 pontos, e agora encara o Palmeiras, na próxima segunda-feira e pode sacramentar o risco matematicamente.

A situação do Cuiabá, que parecia confortável há algumas rodadas, ganhou uma reviravolta. O Dourado caiu para a 16ª posição, com 43, três pontos à frente do Bahia, que abre o Z4. Na próxima partida, recebe o Fortaleza.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

Athletico 1 x 0 Cuiabá

Local: Arena da Baixada, Curitiba-PR
​Data/horário: 03 de dezembro de 2021, às 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistente 1: Éder Alexandre (SC)
Assistente 2: Thiaggo Americano Labes (SC)
Quarto árbitro: Leonardo Sígari Zanon (PR)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Gols marcados: Pedro Rocha (1-0) (12’/2T)
Cartões amarelos: Nico González, Fernando Canesin (Athletico), Walter, Marllon, João Lucas, Rafael Gava, Clayson, Elton (Cuiabá)

Athletico Paranaense: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolás Hernández (Bissoli – intervalo); Marcinho, Erick, Léo Cittadini (Fernando Canesin 26’/2T) e Abner Vinícius; Terans (Pedrinho 35’/2T), Nikão e Pedro Rocha (Zé Ivaldo 35’/2T).

– Técnico: Alberto Valentim.

Cuiabá: Walter; João Lucas, Marllon (Uillian Correia 40’/2T), Paulão e Uendel; Camilo, Rafael Gava (Yuri Lima 21’/2T) e Pepê (Cabrera 17’/2T); Max (Clayson 18’/2T), Felipe Marques e Jenison (Élton 18’/2T).

– Técnico: Jorginho.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Rondonópolis vence e vai para as oitavas e final da Copa São Paulo
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA