ESPORTES

Esportes de raquete são os mais recomendados para a saúde cardiovascular

Publicados

em

Dizer que praticar atividades físicas faz bem ao coração não é novidade. Também não é segredo que exercícios físicos apresentam ações protetoras contra as doenças cardiovasculares: infartos, doença aórtica, hipertensão, vascular periférica e vascular cerebral. No entanto, ainda era um mistério o esporte mais recomendado para a perenidade da saúde desse músculo vital. Algo que, agora, já temos a resposta.

Ao avaliarem mais de 80 mil pessoas, pesquisadores do Reino Unido, Finlândia, Áustria e Austrália trabalharam em conjunto para determinar e os resultados desse estudo foram publicados no British Journal of Sports Medicine. Segundo o estudo, os esportes que mais reduzem o risco de morte por culpa de uma doença cardiovascular são, por ordem, os esportes de raquete (como o tênis), a natação e o aeróbico intervalado, o que inclui a dança, entre outras atividades físicas.

Dado reiterado pela Escola de Medicina de Harvard ao destacar que, além de oferecer um bom treino cardiovascular, os esportes de raquete ajudam a fortalecer os membros superiores e inferiores do corpo, devido à diversidade de movimentos executados durante a prática, que variam de componentes intervalados de alta intensidade com descansos entre os pontos de jogo“.

Para o presidente da Federação Mato-grossense de Tênis (FMT), Rivaldo Barbosa, 49, o resultado das pesquisas também pode ser explicado por conta de o tênis ser um esporte para todos, bem como por ser uma modalidade individual que incentiva o participante a disputar consigo mesmo para querer melhorar a saúde e superar o desempenho em quadra.

O tênis é um esporte bastante atrativo e em que você pode ingressar em qualquer idade. A recomendação é de que, como é uma modalidade que exige algumas corridas, mesmo que em curta distância, a pessoa tenha seu check-up em dia e nenhuma restrição médica. Sem contar que o tênis é uma via de mão dupla. Para que a pessoa renda mais em quadra, ela acaba optando por um estilo de vida mais saudável com uma boa alimentação e um melhor condicionamento físico“, explica.

EXPANSÃO EM MATO GROSSO – Ao reconhecer que a prática do tênis está em evolução em Mato Grosso, Rivaldo destaca que os espaços para esta atividade esportiva estão em expansão, graças a grandes empreendimentos. Conforme destaca o presidente da FMT, antes os praticantes do esporte de raquete contavam apenas com clubes e academias. Agora, os grandes condomínios já se atentaram para os benefícios do tênis e oferecem a possibilidade da prática dentro “de casa“.

Em Cuiabá, por exemplo, condomínios como o Brasil Beach Home Resort contribuem para o fortalecimento da modalidade no Estado. Além de prezar por diferenciais como uma praia artificial particular com 32 mil metros quadrados, o empreendimento aposta no esporte e conta com quatro quadras de tênis de saibro.

Nesses locais, você cria um nicho que vai olhar para o esporte diariamente e se lembrar dele, o que resulta em novos adeptos ou admiradores da modalidade“, pondera.

O presidente da FMT conta ainda que, hoje, o tênis está organizado no viés profissional, com diversas competições e acesso mais fácil em Mato Grosso.

O esporte tem evoluído no Estado e, consequentemente, ganha novos adeptos. Atualmente, há cerca de oito competições oficiais em Cuiabá, além de torneios em Primavera do Leste, Sinop, Sorriso e Rondonópolis“, ressalta.

Rivaldo complementa que esse movimento tem como grande aliado a expansão da prática esportiva com a inserção de quadras de tênis em condomínios. O presidente da FMT enfatiza que, desta forma, “o novo entusiasta acaba por convidar um amigo para iniciar no esporte, que é bastante sociável. Assim como, uma mãe, que antes teria que se deslocar até um clube ou academia, passa a contar com a comodidade de ter seu filho tendo aulas dentro do local em que moram. Existe espaço para todos: há o tênis kids, o infanto-juvenil, a fase de transição, o tênis profissional e o amador“.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  IV Fórum Estadual do Futebol será sábado no ICE

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

ESPORTES

Dourado vence e precisa de apenas um empate para conquistar o acesso à Série A

Publicados

em

Em jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro o Paraná Clube recebeu na Vila Capanema no Durival Britto nesta terça-feira (19) o Cuiabá Esporte Clube e acabou sendo derrotado.

Cuiabá chegou a 61 pontos, e precisa de apenas um empate nos próximos dois jogos para se garantir na elite do futebol nacional sem se preocupar com outros confrontos. O Paraná permanece com 36 pontos, ocupando a 18ª posição e se complicou na luta contra o rebaixamento.

Bem na primeira etapa, a equipe paranista desanimou após tomar o primeiro tento e não conseguiu reagir. Paraná que poderia terminar a rodada fora da zona de rebaixamento agora pode ser rebaixado na próxima rodada.

O jogo

Com uma postura rápida e ofensiva, o tricolor começou o primeiro tempo com muita troca de passes e intensidade. Na primeira arrancada promissora, Juninho puxou até a linha de fundo e de calcanhar mandou para o meio da área. Higor Meritão chegou para bater, acabou pegando com a perna direita, que não é a boa, e mandou para fora.

Como quem não faz, leva, o Tricolor desperdiçou e acabou dando espaço para o Cuiabá. Aos 15 minutos, Lucas Ramon pegou a bola em uma falha de Philipe Maia, lançou do meio da rua e de peixinho Elvis aplicou a lei do ex.

Com o placar aberto em favor do time mato-grossense, Paraná reduziu a sua intensidade. Sem se encontrar na defesa, o Tricolor passou a ser pressionado pelo Dourado e ficou compactado no campo defensivo.

Com o início do segundo tempo, Márcio Coelho tentou melhorar a equipe e dar uma injeção de ânimo, com Andrew e Biteco. Bem na entrada, Biteco tabelou com Bressan e aos sete minutos conseguiu bater para o gol, mas a bola foi defendida em dois tempos pelo goleiro João Carlos.

Aos 21 minutos, uma das boas chances da partida, uma falta frontal para o Tricolor e na cobrança o meia Renan Bressan bateu por cima da barreira e a bola acabou passar por cima da meta também. Aos 28, em uma arrancada do Yago, ele puxou a bola da intermediária e encobriu o Renan, que não chegou para defender.

Atrás no placar com dois gols de diferença, a pressão pelo resultado não favoreceu o comportamento do Paraná em campo, sem dar chances, o Dourado controlava a posse de bola e fazia investidas pontuais. Tricolor acabou saindo derrotado mais uma vez na Vila Capanema e se complicou na Série B.

Próximo confronto do Paraná é com o Oeste, já rebaixado para a Série C, pela 37ª rodada da Série B, fora de casa, na terça-feira (26), às 19h15. Com o resultado desta última partida, o Tricolor fica com 36 pontos e se mantém dentro da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

PARANÁ CLUBE 0 X 2 CUIABÁ

Data: terça-feira, 19 de janeiro

Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR)
Horário: 21h30
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)
Cartão Amarelo: Bressan (PRC); Romário e Auremir (CUI)
Gol: Elvis e Yago (CUI)

Paraná Clube: Renan; Paulo Henrique, Rafael Lima, Philipe Maia e Jean Victor; Karl, Higor Meritão (Kaio) e Renan Bressan; Juninho (Andrew), Bruno Lopes e Gabriel Pires (Biteco)

– Técnico: Márcio Coelho

Cuiabá: João Carlos; Lucas Ramon, Ednei, Anderson Conceição e Romário; Auremir, Rafael Gava (Felipe Ferreira) e Elvis (Matheus Barbosa); Felipe Marques (Willians Santana), Marcinho (Yago) e Jenison (Nenê Bonilha).

– Técnico: Allan Aal

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  CBV faz diagnóstico do vôlei brasileiro e MT é bem avaliada
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA