INCENTIVO

Atletas do Jiu-Jitsu Rotam da PM são contemplados com bolsa atleta do Governo de Mato Grosso

Publicados

em

Esta semana, atletas do projeto social Jiu-Jitsu Rotam da Polícia Militar foram contemplados com o apoio financeiro do Programa Bolsa Atleta do Governo do Estado. Com o recurso, Felipe Leonardo Costa Lima, de 17 anos, e Lucas Santana Nascimento, de 16 anos, poderão custear suas atividades esportivas.

Pela primeira vez, alunos atletas do projeto da PM desenvolvido pelo Batalhão Rotam foram aprovados e conquistaram o aporte financeiro do programa.

Felipe Leonardo, que é faixa azul, está no Jiu-Jitsu Rotam há seis anos, é um dos alunos mais antigos do projeto e já coleciona inúmeras vitórias no tatame.

Somente no ano de 2019, o jovem venceu quatro das seis lutas em que participou. Mesmo diante de um ano pandêmico, Felipe não parou de treinar, a dedicação ao jiu-jitsu levou o atleta mais uma vez a subir ao pódio; o atleta conquistou medalha de ouro no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE), em São Paulo.

Atleta faixa azul, Lucas Santana do Nascimento está no projeto social da Rotam há três anos e já venceu competições importantes como Abu Dhabi Jiu- Jitsu PRO AJP e o primeiro lugar do Campeonato Estadual de Jiu-Jitsu.

Com o aporte financeiro, os dois jovens moradores do bairro Dom Aquino, na capital, poderão custear uniformes, materiais esportivos, transporte, alimentação, suplementação para alta performance, hospedagem para participar das competições, entre outras necessidades.

O Programa Bolsa Atleta da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer garante benefício financeiro com valores entre R$ 250 a R$ 1,6 mil pelo período de 12 meses. Mais dois atletas do projeto da Polícia Militar já estão na lista de espera para serem contemplados com o benefício. Para que os atletas fossem selecionados tiveram que preencher vários requisitos, onde foi elaborado currículo individual com todas as conquistas de cada participante.

Projeto Jiu-Jitsu Rotam

O projeto Jiu-Jitsu Rotam é coordenado por policiais militares e atende cerca de 200 crianças e adolescentes de seis a 17 anos de idade. Por meio da prática esportiva, a PM busca atender famílias carentes que através de aulas gratuitas de Jiu-Jitsu fomentam a importância do esporte e da cidadania, evitando a ociosidade.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Após recurso do Mixto, "Nova" Assembleia Geral é remarcada pela FMF para apreciação de contas
Propaganda

ESPORTES

Fause Chauchar fala sobre a reestruturação do Mixto e o plano para 2021

Publicados

em

Os apresentadores Rosenil Luiz e Paulo Fanaia entrevistaram o vice-presidente financeiro do Mixto, Dr. Fause Chauchar. A matéria foi exibida no programa esportivo Bola & Amigos, da da TV Mato Grosso

Fause disse que o ano de 2021 será uma etapa de reorganização do Tigre.

Esse ano é o ano de reestruturação do Alvinegro. Vamos montar um time bom para subir para a Primeira Divisão, fazer uma administração focada em gestão profissional“.

O dirigente mixtense falou também sobre o movimento dos torcedores que elevou o clube de nível na Timemania (loteria esportiva), colocando-o entre os 40 mais apostados do Brasil e possibilitando a agremiação cuiabana receber cerca R$ 700 mil para pagamento de débitos.

O grande patrimônio do clube é a torcida, é um clube do povo, nós não somos um clube empresa. A torcida tem abraçado a causa, um grande exemplo é a Timemania, uma colaboração gigantesca. Para quem não sabe, o dinheiro da Timemania é todo para pagar a dívida do Mixto, a gente da diretoria não tem acesso a esse dinheiro. A torcida entendeu que é a torcida que vai levantar o clube“.

Chauchar reafirmou por diversas vezes as prioridades que o clube determinado.

Estamos revendo toda a parte administrativa e conseguindo alguns patrocínios, mesmo que, infelizmente, estejamos sem calendário“.

Sobre a equipe que vai disputar a Segunda Divisão do Campeonato Mato-grossense, prevista para junho, o vice-presidente reafirmou o compromisso do técnico Eduardo Henrique com o Alvinegro.

Ele vai voltar para o Mixto, está tudo certo. Vai acabar o Mato-grossense e ele volta e vai ser o técnico do Mixto na Segunda Divisão“.

Falou também que existe um planejamento do futebol do Branco e Preto, que, segundo Fause, foi desenhado em acordado com o Eduardo Henrique.

Vamos acompanhar o campeonato estadual (Mato-grossense 1ª Divisão), vamos buscar os jogadores que se destacarem e tentar contratar os que tiverem interesse no projeto. Vamos aproveitar também o trabalho que já temos no Sub-19, vamos aproveitar também esses guris, de preferência. Dependendo de como vai estar o financeiro, podemos trazer alguma peça específica de fora, diferenciado, mas, para manter no clube. A intenção é manter esses jogadores já para o Estadual, se a gente subir, para o ano seguinte. Não queremos ficar nessa de monta time e depois manda tudo embora e depois monta de novo em cima da hora e fica sem time nenhum, fica essa bola de neve“.

Sobre o CT Ranulpho Paes de Barros, Chauchar explicou que está sendo negociada uma parceria com os irmãos Paes de Barros, proprietários da estrutura que homenageia o histórico ex-presidente do clube.

A estrutura lá é muito boa, tem dois campos oficiais, alojamento para a base. Temos que investir na base. Futebol hoje em dia passa pela base“.

Por fim, o gestor do Tigre lembrou de seu amor pelo futebol e sua história com o Mixto. Concluiu dizendo onde sonha em ver o Mais Querido e por fim, como médico cardiologista, deixou um recado sobre a importância da vacinação de todos.

A gente quer fazer o Mixto voltar, se Deus quiser, a disputar a primeira divisão do Brasileirão. Começar de vagar, como tudo deve ser, com planejamento, Série D, Série C… nós contamos com o apoio da torcida, a gente quer que, quando acabar a pandemia, o torcedor volte para o estádio. Primeiro na Segunda Divisão, se Deus quiser já com a vacina e todos vacinados e de repente já no Dutrinha. Queremos mandar os jogos da Segunda Divisão no Dutrinha“.

– (MixtoNet)

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Apenas 403 fanáticos torcedores assistiram a vitoria do Operário
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA