ESPORTES

Arsenal investe em atletas da casa

Publicados

em

Valorizar os jogadores que já atuam na equipe é um dos diferenciais que o Cuiabá Arsenal adotou para o ano de 2015. O mais novo head coach do time é o americano, Kenneth Joshen, que já joga com a equipe desde 2011 e é bastante querido pela torcida. O técnico carrega a experiência de ter atuado pela Universidade de Coastal Carolina e no time profissional de Northern Kentucky River Monsters na liga UIFL. Em 2010 jogou pelo Cincinnati Commandos (CIFL), durante a CIFL Champions em Ohio e, em 2011, pela Northern Kentucky River Monsters (UIFL).
 

futamericanocbaO novo coordenador de ataque é o jogador Heron Azevedo, que está na equipe desde 2008, quando o Arsenal foi campeão do II Torneio Capital e do Sorocaba Bowl. Ele começou a carreira no esporte em 2004, no Botafogo Mamutes, equipe do Rio de Janeiro. Nos Estados Unidos, atuou por dois anos pela Diablo Valley College, na Califórnia e pela Pacific University, em Oregon. Em 2012, jogou pela Seleção Brasileira contra o Chile em Foz do Iguaçu e em 2014, no duelo com o Uruguai, cuja atuação lhe rendeu o troféu de MVP (jogador mais valioso de uma partida). Em 2015, esteve entre os mato-grossenses que participaram da vitória contra a Seleção do Panamá, garantindo a vaga na Copa do Mundo da IFAF.
 
Na coordenação da defesa estará o capitão da Seleção Brasileira e do Arsenal, Igor Mota, que é um dos fundadores do time.  Ele foi o único atleta a jogar todas as partidas oficiais da equipe, em quase todas as posições. Atuou em todos os jogos oficiais da Seleção Brasileira, desde 2007, sendo capitão da equipe desde 2012. Será um dos jogadores que representará o Brasil em Ohio, EUA, durante a Copa do Mundo de Futebol Americano. Motta foi, ainda, o primeiro jogador brasileiro a atuar pelo Indoor, nos EUA, em 2013, quando jogou uma temporada em Omaha, pelo Omaha Beef, em Nebraska.
 
Os times especiais ficaram sob o comando do coordenador de Times Especiais, Victor Cohen. Ele, que entrou para a equipe em 2010, participou da conquista na Liga Brasileira de Futebol Americano (LBFA). Desde 2012 tem atuado como assistente técnico. O time também possui técnicos por posição. Na linha ofensiva quem coordena é o jogador Hatila Fogo. Na linha defensiva está Donald Tukura e Leonardo Goulart, que assumiram a função no lugar do jogador Andrei Vargas, os quarterbacks são treinados por Daniel Pereira, os wide receiver por Michel Douglas, os cornerbacks por Phelippe Menegatti, os Linebackers por Higino Gomes, a secundária por Hanay Gonçalo e os tight end por Walter Monteiro.
 
Todos são experientes, conhecem a equipe, já passaram por grandes competições e sabem como agir em situações de forte pressão. "Estes jogadores estão há anos na equipe e conhecem como ninguém as fragilidades e o potencial de cada jogador. O objetivo da diretoria é oportunizar aos atletas mais dedicados funções específicas, sejam elas administrativas ou técnicas, a fim de valorizar o esforço e a vontade de cada um deles.  Eles têm totais condições para levar o Arsenal a mais um título", afirma o presidente da equipe, Paulo César Ribeiro.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Volante Nenê Bonilha se despede do Cuiabá

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

ESPORTES

Dourado perde para o Furacão e cai para a 16ª posição

Publicados

em

Em confronto direto contra o rebaixamento, o Athletico (PR) fez valer o mando de campo, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), e venceu o Cuiabá, por 1 a 0, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro em jogo atrasado da 35ª rodada.

O gol da vitória foi marcado por Pedro Rocha, que praticamente confirmou a permanência do atual Campeão da Copa Sul-Americana na elite nacional e se afastou do Z-4, com 45 pontos somados. Já a equipe Auriverde aparece na 16ª posição, com 43 pontos.

O jogo

O Athletico ditou o ritmo do primeiro tempo na Arena da Baixada, mas encontrou dificuldades para furar o bloqueio adversário. Sem achar os espaços, a equipe paranaense optou pelas jogadas aéreas e pelos chute de média distância, estratégia que quase surtiu efeito na cabeçadas de Pedro Henrique e em arremate de Nikão. Do outro lado, o Cuiabá assustou em duas tentativas de Jenison, a primeira foi para fora e a segunda parou no goleiro Santos.

Depois das conversas nos vestiários, o Furacão manteve o domínio das ações, mas dessa vez foi efetivo no ataque para construir o resultado. Antes da rede balançar em Curitiba, Erick e Nikão tiveram chances para o time da casa. Mas foi com Pedro Rocha que o Athletico balançou as redes.

Aos 12 minutos, após cruzamento na área, o goleiro do Dourado afastou parcialmente o perigo e, no rebote, o atacante apareceu para completar para o fundo do gol: 1 a 0. Com a vantagem, o Rubro-Negro passou a cadenciar o jogo e conseguiu segurar a vitória até o apito final.

Com o resultado, o Furacão subiu para a 12ª colocação, com 45 pontos, e agora encara o Palmeiras, na próxima segunda-feira e pode sacramentar o risco matematicamente.

A situação do Cuiabá, que parecia confortável há algumas rodadas, ganhou uma reviravolta. O Dourado caiu para a 16ª posição, com 43, três pontos à frente do Bahia, que abre o Z4. Na próxima partida, recebe o Fortaleza.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

Athletico 1 x 0 Cuiabá

Local: Arena da Baixada, Curitiba-PR
​Data/horário: 03 de dezembro de 2021, às 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistente 1: Éder Alexandre (SC)
Assistente 2: Thiaggo Americano Labes (SC)
Quarto árbitro: Leonardo Sígari Zanon (PR)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Gols marcados: Pedro Rocha (1-0) (12’/2T)
Cartões amarelos: Nico González, Fernando Canesin (Athletico), Walter, Marllon, João Lucas, Rafael Gava, Clayson, Elton (Cuiabá)

Athletico Paranaense: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolás Hernández (Bissoli – intervalo); Marcinho, Erick, Léo Cittadini (Fernando Canesin 26’/2T) e Abner Vinícius; Terans (Pedrinho 35’/2T), Nikão e Pedro Rocha (Zé Ivaldo 35’/2T).

– Técnico: Alberto Valentim.

Cuiabá: Walter; João Lucas, Marllon (Uillian Correia 40’/2T), Paulão e Uendel; Camilo, Rafael Gava (Yuri Lima 21’/2T) e Pepê (Cabrera 17’/2T); Max (Clayson 18’/2T), Felipe Marques e Jenison (Élton 18’/2T).

– Técnico: Jorginho.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Volante Nenê Bonilha se despede do Cuiabá
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA