CASA NOVA

Arena Pantanal passa por reformas para receber jogos da Série A

Publicados

em

Para que a Arena Pantanal ocupe de vez seu protagonismo como aparelho esportivo do país, o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) executa uma série de reparos e melhorias no espaço. A reforma visa acolher de forma adequada as equipes, a imprensa e o público em jogos de campeonatos estaduais e nacionais, como a Série A do Brasileirão após acesso do Cuiabá Esporte Clube à elite do futebol brasileiro.

De acordo com o secretário adjunto de Esporte e Lazer da Secel, Jefferson Carvalho Neves, as intervenções abrangem manutenções prediais regulares e adequações para atender os requisitos da série A do campeonato brasileiro 2021.

São ações que precisavam ser feitas para manter o prédio em boa qualidade. E incrementamos também algumas áreas com foco nos jogos da Série A, como a adequação dos vestiários e salas de imprensa, além dos reparos necessários para obtenção dos alvarás de vigilância sanitária e de segurança contra incêndio e pânico, explica Jefferson.

Com 60% da reforma concluída, os vestiários da Arena Pantanal passam por reestruturação que prevê troca de piso, forro, chuveiros elétricos, mictórios e banheiras e ainda melhorias nas pias, paredes e nos sistemas hidráulicos e de ar-condicionado. Adequações semelhantes ocorrem também nas áreas de testagem para dopping, arbitragem e de acesso dos jogadores e equipe técnica.

Como a realização de jogos de elite reflete em aumento de comparecimento de veículos de comunicação locais, nacionais e internacionais no estádio, a reforma contempla também melhorias no setor de imprensa. Dentre as obras, que já estão com 90% de andamento, constam instalação de cabines de rádio, iluminação e pintura das salas e manutenção dos elevadores para acesso das equipes.

A renovação do alvará de segurança contra incêndio e pânico, que é emitido pelo Corpo de Bombeiros, prevê medidas para a proteção de todos os usuários do estádio. As providências incluem a substituição de luminárias de emergência e de mangueiras de hidrantes que já estejam vencidas, a sinalização de saídas de emergência e a manutenção sistema de detecção de fumaça.

Em 2019, o alvará de segurança contra incêndio e pânico foi obtido pela gestão atual com a realização de um volumoso reparo nos equipamentos e na estrutura da Arena Pantanal. O documento certificou que, após quatro anos funcionando por meio de laudos provisórios, os maiores setores do estádio, o Leste e o Oeste, estivessem aptos para receber os torcedores com segurança. Desta vez, a reforma objetiva obter o certificado para todos os setores, incluindo o norte e o sul.

Além disso, o estádio recebe outras diversas ações para melhoria de sua estrutura. Os avanços incluem substituição de todas as caixas d’água, benfeitorias no estacionamento do subsolo, reparos nas salas vips e camarotes, plantio de grama no jardim interno, melhorias na iluminação externa, e manutenção e troca de portões de acesso do torcedor, dentre outros.

Para o titular da Secel, Alberto Machado, a reforma vai garantir que o estádio esteja preparado para acolher satisfatoriamente os jogos da Série A do Brasileirão, ajudar a fortalecer todo o futebol mato-grossense, e propiciar um melhor espaço para uso da população.

Hoje a Arena Pantanal faz parte da vida do povo mato-grossense, por causa do futebol e por todos os usos que o espaço oferece, de prática esportiva ao combate à Covid-19. Com essa grandiosa reforma, esperamos potencializar o papel de nosso estádio, dando condições para motivar também outros clubes de futebol de Mato Grosso, e claro, trazer ainda mais motivos de orgulho para todos nós”, destaca o secretário.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Poder acima de tudo: a preocupação para o pleito eleitoral 2020
Propaganda

ESPORTES

Mutum e Operário empatam sem gols no jogo de ida da semifinal

Publicados

em

Nova Mutum e Clube Esportivo Operário Várzea-grandense empataram em 0 a 0 no jogo de ida das semifinais do Campeonato Mato-grossense. O duelo foi na tarde desta terça-feira (04) no estádio Valdir Doilho Wons. O jogo de volta será às 9 horas de sábado (08) no Dito Souza, Cristo Rei, em Várzea Grande.

O Azulão da Massa bem que tentou abrir o placar e criou várias situações de gols, mas pecou nas finalizações. O comandante técnico Willian de Mattia não conformou com a falta de tranquilidade de seus homens em campo, principalmente os atacantes.

É uma decisão de campeonato e não pode cometer esses erros que aconteceram nesse primeiro tempo. Vou conversar com o elenco e pedir mais empenho nas finalizações, disse.

O Tricolor Várzea-grandense procurou se defender e explorar os contra-ataques, mas não foi bem. E aos 40 perdeu o lateral esquerdo Lucas Evangelista, que não teve alternativa se não parar a jogada de ataque do atacante Wandinho. O árbitro não pensou duas vezes e aplicou o vermelho, já que o jogador já tinha recebido o amarelo no começo do jogo.

Na etapa final o time da casa continuou pressionando o Tricolor Várzea-grandense, mas os erros da etapa inicial persistiram. Melhor para o time visitante, que a exemplo do primeiro tempo avançava nos contra-ataques, mas sem objetividade nas finalizações.

Eles voltam a se enfrentar na manhã do próximo sábado no Dito Souza e um novo empate decisão nos tiros livres. O Cuiabá levou a melhor e venceu por 2 a 0 o Ação na manhã do último domingo e volta a jogar no próximo domingo (09) na Arena Pantanal com a vantagem do empate para ser finalista.

Ficha técnica

Local: Estádio Valdir Doilho Wons, Nova Mutum
Árbitro: Rafael Odilio Ramos dos Santos.
Assistentes: Renan Antonio Angelim Rodrigues e Marcelo Grando.
Quarto árbitro: Antonio José Molina.
Cartões amarelos: Jorge (NM); Lucas Evangelista e Jeferson (Ope)
Cartão Vermelho: Lucas Evangelista (Ope)

NOVA MUTUM – Gabriel; Cristian (Alexandre), Taison, Jorge e Bruno; Miranda, Erick, Willians (Welder) e Cris; Fernandinho (Alexandro) e Wandinho (Abú).

Técnico: Willian de Mattia.

OPERÁRIO – Elias; Matheus, Boré, Negueti e Lucas Evangelista; Odair, Lucas Cardoso (Felipe Tchelé), Jeferson e Tony Júnior (Vinícius); Luan (Fabinho) e Wellisson (Carlos Alberto).

Técnico: Leocir Dall Astra.

(Diário de Cuiabá)

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cuiabá e Dom Bosco fazem clássico na Arena Pantanal pela Copa FMF
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA