CONTRATO RENOVADO

Após acordo com o Lyon, Cuiabá renova com Camilo até o fim de 2022

Publicados

em

Após dias de negociações, o Cuiabá Esporte Clube, anunciou na tarde desta quinta-feira (6), a renovação por mais um ano do volante Camilo Reijers de Oliveira. O clube mato-grossense chegou a um acordo com o Lyon, da França, pela extensão do empréstimo até dezembro de 2022.

Uma das primeiras contratações do Dourado no ano de 2021, o meio-campista de 22 anos disputou 43 jogos na temporada passada e marcando apenas 1 gol, conseguiu se destacar no Cuiabá na última temporada. Só no Brasileirão, foram 23 partidas como titular do técnico Jorginho.

Apesar de não ter começado muito bem o ano, na reta final se recuperou e acabou virando titular absoluto nas mãos do técnico Jorginho, rendendo até elogios dos torcedores e da diretoria.

A negociação pela renovação do empréstimo, iniciou no final de dezembro e as duas partes chegaram a um acordo pela extensão. Nas redes sociais, o clube francês confirmou o acordo e acrescentou que há opção de compra após o término do empréstimo, pelo valor de €2,9 milhões (atualmente, algo em torno de R$ 19 milhões).

Revelado pela Ponte Preta da cidade de Campinas, Camilo Reijers de Oliveira foi comprado pelo Lyon em 2020, mas nunca chegou a entrar em campo entre os profissionais. Ele tem contrato com a equipe francesa até junho de 2024.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  "Passe Livre" para atletas no transporte público é aprovado
Propaganda

ESPORTES

Eliminatórias da Copa não terá público nesta quinta-feira

Publicados

em

Para facilitar a logística e otimizar o tempo de preparação da Seleção Brasileira de Futebol, a cidade de Quito no Equador, começou a receber os primeiros integrantes da Seleção Brasileira, para os próximos dois jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar.

A primeira leva a desembarcar na capital equatoriana teve o meia Éverton Ribeiro e o atacante Gabigol, ambos do Flamengo, além do técnico Tite e dos membros da comissão técnica da Seleção. A primeira partida será contra a seleção dona da casa o Equador, nesta quinta-feira e contra o Paraguai na próxima terça-feira (1) no Mineirão.

Os demais atletas, todos que atuam na Europa, viajaram em voo fretado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A única exceção é o goleiro Weverton, do Palmeiras, que jogou neste domingo e também viaja nesta segunda, em voo de carreira.

O Comitê de Operações de Emergência (COE) do Equador decidiu que a partida entre a seleção local e o Brasil, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar, ocorrerá sem público. A bola rola na quinta-feira, às 18h (de Brasília), no Estádio Rodrigo Paz Delgado, também conhecido como Casa Blanca, em Quito.

A Federação Equatoriana de Futebol (FEF) tinha solicitado às autoridades de saúde do país a liberação de 60% da capacidade do estádio, que ao todo comporta aproximadamente 40 mil pessoas. A entidade citou em seus argumentos até mesmo o fato de que a Seleção Brasileira terá disponível 100% da capacidade do Mineirão para o seu próximo jogo, no dia . Mesmo assim, o pedido foi negado.

De acordo com as análises realizadas e conforme as informações técnicas disponíveis e a situação epidemiológica atual, a sugestão é que a partida se realize sem público a fim de preservar a saúde e o bem-estar da população, evitando um possível pico nos casos de Covid-19“, informou a COE em seu comunicado.

Quito anunciouAlerta Laranja em razão da Pandemia de Covid-19 entre os dias 24 e 31 de janeiro, o que limita a capacidade de locais como bares e restaurantes a 30% da capacidade, sempre seguindo protocolos de segurança. O Alerta Laranja é o segundo mais grave, atrás somente do Vermelho. Também há Amarelo e Verde“.

A Federação Equatoriana já tinha comercializado aproximadamente 20 mil ingressos em dezembro e precisará reembolsar os torcedores.

O jogo contra o Brasil, que já está classificado para o Mundial, vale pela 15ª rodada das Eliminatórias. A seleção equatoriana está em terceiro na classificação, com 23 pontos. Caso vença o Brasil, precisará somar só mais um ponto nas três rodadas finais para sacramentar sua vaga no Qatar.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Flávio Barros é o novo treinador do Mixto
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA