ORDEM DE SERVIÇO

Mendes assina novos convênios para asfalto urbano, drenagem, construção de pontes

Publicados

em

Nesta segunda-feira (09), governador Mauro Mendes percorre o noroeste do Estado, e assina ordem de serviço para início imediato do Hospital Regional de Juína, do Aeródromo de Juara, além de assinar convênios para mais R$ 34 milhões em investimentos na região.

A agenda inicia em Juara, a partir das 8h, com a assinatura de convênios e lançamentos de obras para o município.

O evento ocorre no aeródromo, mesmo local que receberá ordem de serviço para as obras de ampliação, pavimentação asfáltica da pista de pouso e decolagem e construção da cerca operacional. O Governo do Estado investe R$ 5,7 milhões na obra, via Programa de Investimento em Aeródromos Públicos.

Outro convênio em prol do município é a reforma da ponte sobre o Rio dos Peixes, na MT-325/MT-160. A ponte tem 160 metros e recebe R$ 946,1 mil do Estado para que a Prefeitura execute os trabalhos.

Outros R$ 3,1 milhões do Governo de Mato Grosso serão destinados para que a prefeitura faça asfalto novo e drenagem em diversas ruas dos bairros Continental e Jardim Primavera, abrangendo uma extensão de 18,5 mil m².

O município de Novo Horizonte do Norte também será beneficiado no ato, com a assinatura de convênio para a construção de 48 casas populares no Loteamento Viva Brasil, no valor de R$ 6,6 milhões. A demanda foi articulada pela primeira-dama Virginia Mendes, em parceria com as secretarias de Infraestrutura e de Assistência Social.

Leia Também:  Seaf avalia o uso da energia solar na produção agrícola

Além da construção das casas, o Governo do Estado irá repassar R$ 700 mil ao município para asfaltar as ruas do loteamento. Ainda para Novo Horizonte do Norte, serão destinados mais R$ 513 mil do Estado para a compra de material voltado a asfaltar 12 ruas e avenidas urbanas.

Juína

Em seguida, às 10h, Mauro Mendes chega a Juína e vistoria as obras de restauração de 106 km da MT-170, no trecho que liga o município a Castanheira. O Estado investe R$ 48,3 milhões nas obras.

Após, o governador inspeciona o local onde será construído o Hospital Regional de Juína.

Às 12h, na Associação Comercial de Juína, Mauro Mendes dá ordem de serviço para a construção do hospital, que vai contar com 111 leitos de enfermaria e 40 leitos de UTI, entre adulto, pediátrico, neonatal e unidade semi-intensiva neonatal para atendimento na média e alta complexidade.

A unidade também vai ter 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia. A previsão é que as obras sejam finalizadas em até dois anos.

No mesmo ato, o governador assina convênios para asfalto novo nos bairros Padre Dulio (R$ 3 milhões), Palmiteira (R4 1,4 milhão), São José Operário (R$ 340 mil) e Módulo V Setor E e F (R$ 4,2 milhão).

Leia Também:  Reino Unido oferece 1ª dose de vacina a todos acima de 50 anos e bate meta

Outra obra de infraestrutura que recebe recursos do Governo via convênio, na ordem de R$ 1,7 milhão, é para a pavimentação, drenagem, calçadas e sinalização na estrada de acesso ao Instituto Federal de Mato Grosso, com extensão de 9,8 mil m².

Também serão assinados convênios para conservação asfáltica em diversas avenidas, no valor de R$ 2,3 milhões.

Na Educação, o Governo de Mato Grosso vai repassar R$ 200 mil para o município reformar o Ginásio Egnaldo Mendonça.

Para a Agricultura Familiar, o Estado vai destinar três patrulhas mecanizadas, oito resfriadores de leite, 215 doses de sêmen, 50 prenhezes e 500 toneladas de calcário.

Além de Juína, o município de Castanheira também será beneficiado com convênio para conservação com micrrevestimentos em vias urbanas, no valor de R$ 3 milhões.

Confira a programação:

JUARA

8h – Assinatura de convênios e lançamento de obras. Local: Aeródromo

JUÍNA

10h – Vistoria às obras de restauração da MT-170
10h30 – Vistoria no local onde será construído o Hospital Regional
12h – Assinatura de convênios e de ordem de serviço para as obras do hospital. Local: Associação Comercial de Juína

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

“Vamos fazer uma grande reunião sobre o Plano Diretor e estou buscando meios de colocar o VLT”

Publicados

em

O Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), afirmou durante transmissão ao vivo nas redes sociais, que vai se reunir com setor produtivo do município para debater sobre a substituição do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) pelo Ônibus de Rápido Transporte (BRT).

No início do mês, o Tribunal de Contas da União (TCU) acatou o pedido de cautelar movido pela Prefeitura de Cuiabá e determinou ao Governo do Estado de Mato Grosso a imediata suspensão de todos os procedimentos administrativos relacionados à substituição do VLT pelo BRT. O ato é assinado pelo ministro Aroldo Cedraz.

Em sua decisão, o ministro ratificou os apontamentos feitos de forma constante pelo prefeito Emanuel Pinheiro desde que a possível troca de modal foi anunciada. No recurso conduzido pela Procuradoria Geral do Município (PGM), por exemplo, a Prefeitura cita que tal decisão se deu de forma unilateral, sem qualquer espécie de participação da sociedade e dos municípios por onde o modal de transporte será implantado, qual seja, Cuiabá e Várzea Grande.

Cedraz lembrou ainda que o Estado já havia sido alertado pela Secretaria Nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional e Urbano (SMDRU) sobre a necessidade cooperação dos governos locais nas discussões sobre o tema. O ministro destaca ainda que a decisão de alteração do modal de transporte público intermunicipal não possui respaldo da SMDRU.

Leia Também:  “É possível atingirmos esse recorde, mas tudo vai depender do clima, que é a pior nos últimos anos”

Por esse motivo, o prefeito explica que a pauta do VLT será incluída na reunião sobre o Plano Diretor do município, para que o segmento produtivo possa se posicionar sobre o assunto.

Vou ter essa conversa com o setor produtivo de Cuiabá também, são dezenas de segmentos organizados do setor produtivo que contribui muito para o desenvolvimento de Cuiabá. Vamos discutir sobre o Plano Diretor, quero ouvir as sugestões e as ideias e vou colocar na pauta VLT e BRT, não podemos nos esconder, destaca Pinheiro.

Faço questão, precisamos do setor produtivo e vamos fazer uma grande reunião sobre o Plano Diretor e estou buscando meios de colocar o VLT, porque temos que pensar em Cuiabá daqui 30 anos, não só no comércio, indústria, mobilidade urbana, meio ambiente ou desenvolvimento urbano, mas também no transporte coletivo, e o VLT está há dez anos passando na nossa cara e boa parte dos personagens econômicos não se envolvem, mas vou levantar essa discussão com o setor produtivo de Cuiabá”, acrescenta o prefeito.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA