CAPACITAR PARA GERIR MELHOR

Facmat, CACB e Sebrae lançam projeto Transformar para Associações Comerciais de Mato Grosso

Publicados

em

A Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat) reuniu, por videoconferência, presidentes, gestores, executivos e colaboradores das Associações Comerciais filiadas para lançar o Projeto Transformar no Estado.

A iniciativa do programa, em conjunto com a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) e Sebrae, é capacitar os membros para melhor gerir e administrar as entidades.

A partir do dia 08 de abril, executivos e colaboradores das Associações Comerciais iniciam a capacitação que prevê dois encontros on-line durante a semana, às terças e quintas-feiras, durante o horário de expediente. Presidentes e dirigentes das entidades participarão do programa em maio.

Segundo o superintendente da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), Eduardo Vieira, coordenador do Projeto Transformar no Estado, a capacitação prevê estimular a criação de novos produtos e serviços pelas Associações Comerciais Estaduais.

A finalidade é gerar efeitos positivos, com geração de receitas e captação de associados, além de dotar dirigentes e gestores para compor projetos de estímulo ao desenvolvimento regional, difundir boas práticas da gestão associativista e instituir ações de reação ao atual momento socioeconômico pelo qual passam as empresas associadas.

Vamos começar pela capacitação de gestores e executivos trazendo conteúdos muito interessantes para estimular a reflexão sobre aspectos diferenciais de suas localidades, mas nós também vamos aprender diante da realidade de cada um e assim conseguir com que esse compartilhamento de ideias ajude a consolidar as nossas entidades”, frisou Eduardo.

O consultor do projeto, Gilmar Barboza, explica que a missão é trazer conhecimento e buscar melhores práticas para o associativismo.

O Transformar tem como foco criar um ambiente favorável para criação de uma grande rede de cooperação entre as Associações Comerciais. Queremos oferecer os melhores produtos e serviços, estabelecer vínculos para o fortalecimento das entidades e também dar apoio e maior chamamento para se associar, ressaltou.

Como resultado, o programa prevê aumentar as receitas das entidades, expandir o quadro social e dos níveis de satisfação dos associados, visibilidade institucional e posicionamento estratégico da associação, bem como atuar sobre a competitividade sistêmica das empresas.

Para o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat), Jonas Alves, também diretor Financeiro da CACB, o Projeto Transformar no Estado é de extrema importância como apoio às Associações Comerciais e chega a Mato Grosso em um momento muito importante.

Peço aos presidentes das Associações Comerciais que incentivem suas equipes a participarem do treinamento, permitindo que nossas empresas cresçam e se desenvolvam, fortalecendo cada vez mais o sistema associativista, conclui Jonas.

Expectativa

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sorriso (ACES), Sávio Júnior Zaniolo, comentou sobre a expectativa positiva para o Projeto Transformar no Estado .

Juntos somos mais fortes e essa capacitação chega em um momento oportuno para alcançarmos nossos objetivos que são o crescimento e o fortalecimento das nossas empresas”, disse.

Jocelino Godoi, presidente da Associação Comercial e Empresarial da cidade de Primavera do Leste, lembrou sobre os benefícios do projeto para o dia a dia da equipe e associados.

Todos ganham com essa capacitação, tanto as equipes, quanto nossos associados e futuros associados. Estamos com muita vontade de aprender mais sobre o associativismo e colher melhores resultados no futuro”, finaliza.

Sobre a Facmat

A Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat) representa 56 Associações Comerciais e Empresariais no Estado e mais de 18 mil empresas de todos os segmentos econômicos.

Integra a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), sistema associativista composto por mais de 2.300 Associações em todo o país, com mais de 2 milhões de empresários.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Quem foi deletado por Riva, Sérgio e Cuzziol esta aliviado até o dia 8 de abril; PF no aguardo do fim da quarentena
Propaganda

ECONOMIA

“Defendemos que o Agro e o Meio Ambiente devem andar juntos no Brasil”

Publicados

em

A campanha“Desmatamento Ilegal Zero”, lançado pela Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), defende que o Agro e Meio Ambiente devem caminhar juntos no Brasil e, como parte desse movimento, um Projeto de Lei que visa combater esses crimes foi protocolado do Congresso Nacional.

Conhecido como o Projeto de Lei do “Desmatamento Ilegal Zero, o PL 4689/2019, de autoria do Deputado Zé Vitor (PL/MG), parlamentar que compõe a FPA, que defende um fortalecimento no monitoramento e controle das autorizações de desmatamento de vegetação nativa, terá seu parecer apresentado nas próximas semanas na Comissão de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, de acordo com seu relator na Câmara dos Deputados, deputado federal Neri Geller (PP/MT).

No projeto o parlamentar federal Zé Vitor justifica que o governo brasileiro não dispõe de ferramentas de monitoramento sobre o que é desmatamento garantido pela legislação (legal) e o ilegal, aquele que é considerado crime contra nosso maior patrimônio, nossos biomas.

Segundo ele, as estatísticas oficiais divulgadas não separam o legal do ilegal, nem quanto do desmatamento ocorreu efetivamente em imóveis rurais”. Por esse motivo, “os produtores rurais são criminalizados e confundidos com grileiros e outros detratores do meio ambiente, justifica.

O projeto em questão propõe também aumento de pena para quem desmatar, cortar, destruir, danificar, adquirir, vender, armazenar, transportar, comercializar ou transformar vegetação nativa sem autorização do órgão ambiental competente. A legislação atual determina detenção de um a três anos e multa, para quem incorrer no crime, sendo que a proposta em trâmite na Câmara prevê pena de reclusão de um a cinco anos e multa.

Tivemos o trabalho nas comissões comprometido durante a pandemia, mas agora com a reinstalação dos trabalhos, estamos muito próximos de apresentar nosso parecer e votar o valoroso projeto do deputado Zé Vítor“, afirmou Geller.

Segundo informações da CNN, nas últimas semanas, técnicos do Brasil e dos Estados Unidos vêm negociando para que o Brasil faça um gesto concreto sobre o desmatamento da Amazônia na Cúpula de Líderes sobre o clima que ocorrerá no próximo dia 22 nos EUA. Nesse contexto, a fala do deputado progressista reitera os esforços no combate ao desmatamento.

O parlamentar mato-grossense do Partido Progressista (PP/MT), Neri Geller, a quem também foi confiada a relatoria do projeto que definirá a Lei Geral do Licenciamento Ambiental (PL 3729/2004), possui trajetória empresarial e política com experiência na área produtiva e ambiental. O parlamentar já participou ativamente da elaboração e regulamentação do Código Florestal e por isso, tem sido enfático na questão da necessidade de produção sustentável e fiel cumprimento da lei, “garantindo segurança jurídica ao produtor que agir dentro da legalidade, expôs.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Quem foi deletado por Riva, Sérgio e Cuzziol esta aliviado até o dia 8 de abril; PF no aguardo do fim da quarentena
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA