IMUNIZAÇÃO COVID-19

Secretaria de Saúde fará rodízio entre os polos de vacinação aos sábados e feriados

Publicados

em

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que a partir deste sábado (5), irá adotar o rodízio no funcionamento dos polos de vacinação aos sábados e feriados, devido à baixa procura por parte das pessoas agendadas no site vacina.cuiaba.mt.gov.br observadas nas últimas semanas, mesmo diante da abertura de novos grupos prioritários. Dessa forma, somente os polos de vacinação do Centro de Eventos do Pantanal e do SESI Papa (drive-thru) irão funcionar no dia 5 de junho.

A decisão pode ser revista caso se observe aumento da procura por parte do público. Nesta sexta-feira (4), foi aberto o cadastro para pessoas a partir de 55 anos de idade sem comorbidades.

A gerente de Vigilância Epidemiológica de Cuiabá, Flávia Guimarães, afirma que aos sábados e feriados, o máximo de doses aplicadas não tem chegado a 1 mil somando todos os postos.

Sábado passado fizemos em torno de 400 doses no Centro de Eventos do Pantanal. No feriado de Corpus Christi, fizemos 983 doses somando todos os quatro polos que funcionaram, o que não dá nem 25% do número de pessoas agendadas. É uma situação lamentável porque estamos todos empenhados em imunizar a população, temos buscado aprimorar cada vez mais o serviço, inclusive enviando mensagens por WhatsApp e e-mail quando a pessoas é agendada, mas não temos visto o mesmo interesse das pessoas em também colaborar com a aceleração do processo de imunização coletiva, afirma Flávia.

Cuiabá tem capacidade de aplicar mais de 5 mil doses de vacina contra a Covid-19 por dia nos cinco polos em funcionamento atualmente, Centro de Eventos do Pantanal, SESC Balneário, Assembleia Legislativa, SENAI da Avenida XV de Novembro e SESI Papa (drive-thru).

A secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, solicita que as pessoas compareçam aos polos de vacinação quando forem agendadas, para que o processo de imunização da população cuiabana aconteça de modo mais célere.

Eu gostaria de solicitar às pessoas de Cuiabá que quando houver o agendamento que elas compareçam à unidade onde estiverem designadas para fazer a vacinação porque nós estamos tendo muita abstenção. Caso a pessoa não possa ir naquele dia, que compareça no dia seguinte pois é de extrema importância que essas pessoas que estão agendadas procurem o posto de vacinação para que nós possamos com mais rapidez cada vez imunizar mais pessoas. Nós estamos com um número significativo de doses e todas as vezes que a pessoa deixa de comparecer, prejudica o processo de imunização”, afirma.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Justiça do Trabalho proíbe Prefeitura de Cuiabá de assédio moral a profissionais da Saúde
Propaganda

Destaques

“Várzea Grande passou a ter uma interlocução direta com a Presidência da República”

Publicados

em

Em encontro extra agenda oficial em Brasília, o prefeito da cidade de Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda (MDB), acompanhado pelo Senador do Partido Democrata (DEM), Jayme Verissimo de Campos, e pelo secretário de Estado, César Miranda Lima, foram recebidos pelo presidente da República, Jair Messias Bolsonaro e pelo ministro-chefe da Casa Civil, General Luiz Eduardo Ramos.

No encontro foi tratada a questão da vacinação contra a COVID-19 por causa da Copa América realizada na Capital de Mato Grosso, mas que tem acesso direto por Várzea Grande que é uma cidade vizinha e sede do Aeroporto Internacional Marechal Rondon.

Atendendo um pedido do Senador Jayme Campos, o presidente da República, Jair Bolsonaro, nos recebeu, demonstrando desprendimento e o mesmo tratamento que teve para com Cuiabá e a preocupação de realizar os jogos da Copa América, de forma segura para todos, jogadores, populares, enfim, para demonstrar que é possível fazer um evento com segurança e aonde a comemoração e o futebol sejam as principais estrelas junto com a população, disse o prefeito de Várzea Grande ao frisar que as doses extras de vacinas para Várzea Grande chegarão no mesmo dia que chegarão para Cuiabá.

O Senador do Partido Democrata, Jayme Campos sinalizou que o presidente Jair Bolsonaro demonstrou postura política de governante ao determinar ao ministro Marcelo Queiroga que desse o mesmo tratamento para Várzea Grande que foi oferecido para Cuiabá, já que não se tem como fazer distinção entre ambas as cidades e sua posição geográfica e importância para Mato Grosso e para o Brasil, sem contar que as seleções que jogarão no Estádio Governador José Fragelli, a Arena Pantanal irão treinar no Estádio Municipal Benedito Laurindo de Souza, popular “Dito Souza”, no bairro Cristo Rei em Várzea Grande.

O ministro da Saúde é um médico que conhece a realidade de Mato Grosso e de Várzea Grande e Cuiabá, por isso acredito ser possível atender ambos os pedidos e até mesmo ajudar na imunização do maior número de pessoas possíveis“.

Jayme Campos exaltou ainda a interlocução do ministro Luiz Eduardo Ramos que prontamente agendou uma audiência com o presidente da República, por entender que os pedidos efetivados eram de extrema importância para a população e para Mato Grosso, bem como suas duas principais cidades, Cuiabá e Várzea Grande.

O Democrata lembrou que não existe concorrência entre Cuiabá e Várzea Grande, apenas a demonstração de que o tratamento tem que ser igualitário para todos e disparou, queríamos que houvesse vacina para toda a população do Brasil para controlarmos em definitivo a pandemia da COVID-19, asseverou o Senador Democrata.

O prefeito várzea-grandensse, Kalil Baracat assinalou que a vacina é preponderante e fundamental, mas o mais importante foi criar uma interlocução direta com o presidente da República e com seu ministério para fazermos o enfrentamento das dificuldades que Várzea Grande tem em vários setores, principalmente de infraestrutura.

Temos muitos projetos que vamos apresentar a Presidência da República através do gabinete do senador Jayme Campos e dos demais deputados federais e senadores de Mato Grosso“, explicou Kalil Baracat.

INFRAESTRUTURA E AGRONEGÓCIO

Jayme Campos assinalou ainda que discutiu rapidamente com o presidente Jair Bolsonaro e com o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, projetos estratégicos como a Ferronorte de Rondonópolis até Cuiabá e Várzea Grande; a Ferrogrão e a Ferrovia do Centro Oeste (FICO); as BRs 364/070/163, além da 158, 242 e 174 que se saírem do papel potencializarão 100 vezes a capacidade de produção de alimentos do agronegócio de Mato Grosso.

Efetivamente pontuei para o presidente Jair Bolsonaro que se essas obras se tornarem realidade, Mato Grosso será destaque Mundial e o Brasil vai por mais de duas décadas alimentar o mundo com sua produção sempre crescente, vertiginosa e o que é melhor respeitando as regras ambientais de preservação do meio ambiente aliado ao desenvolvimento com outras obras de infraestrutura seja de ferrovias, seja por rodovias ou por hidrovias, pois todos estes modais estão interligados e serão muito bem explorados pelo agronegócio, gerando emprego, renda e principalmente oportunidades“, disse Jayme Campos.

Ele frisou que o presidente Jair Bolsonaro demonstrou interesse nessas obras e principalmente em potencializar Mato Grosso e o Brasil através do agronegócio.

Ele demonstrou mais do que interesse e vontade de sentar e novamente discutir estes projetos estratégicos para o Brasil, completou.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda lembrou o desprendimento do presidente Jair Bolsonaro, do Senador Jayme Campos e do prefeito Kalil Baracat, todos imbuídos de boas intenções em prol do Estado, de Várzea Grande e de sua gente.

Assim é que se constrói pontes de relacionamento político, com resultados para todos e não apenas para poucos, disparou.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  CRO-MT protocola pedido à Casa Civil sobre Odontologia Hospitalar
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA