VÁRZEA GRANDE INICIA VACINAÇÃO DE JOVENS

“Nossa intenção é imunizar a todos e vencer a disputa contra a COVID-19”

Publicados

em

Nossa missão é avançar tudo que for possível. Sempre trabalhamos com essa tese da imunização geral de todas as pessoas independente de idade ou condição de saúde e o que parecia distante, hoje pode ser vislumbrado e até mesmo planejado para que ninguém fique de fora desta luta contra a pandemia e a favor de um novo normal, com mais tranquilidade, segurança, trabalho, educação, social, obras, enfim que seja retomada a vida plena”,

Foi o disse o Prefeito da Cidade Industrial, Kalil Sarat Baracat de Arruda (MDB), e o que preceitua o Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde (MS), que Várzea Grande promove novos avanços na vacinação contra a COVID-19 e inicia hoje, 16, o processo de imunização de jovens de 12 a 17 anos com comorbidades; de 15 a 17 anos sem comorbidade; dá continuidade a aplicação da terceira dose ou dose de reforço para idosos de 70 anos ou mais, que foi iniciada semana passada com aqueles institucionalizados e que necessitam ter tomado a segunda dose a seis meses e realiza amanhã a segunda etapa doSextou Vacina VG no Parque Berneck que vai das 15 horas até 23:59 para permitir que as pessoas possam ser vacinadas com horários alternativos e com temperaturas mais amenas nesta época de estiagem e calor excessivo.

A partir de hoje quinta-feira, adolescentes com idade entre 12 a 17 que possuem algum tipo de comorbidade e/ou deficiência permanente serão vacinados contra a COVID-19 e os jovens de 15 a 17 anos sem comorbidade também. A imunização inicia na Edição do Corujão da Vacinação, que ocorre no Jardim dos Estados, das 16h às 22h, no ponto-fixo. Nesta primeira fase serão vacinados os agendados e com cadastro confirmados.

Como explica o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, este é o pontapé inicial destas novas fase, e seguirá também vacinando, já na sexta-feira, na segunda etapa do “Sextou Vacina VG“.

Todos devem ficar atentos e verificar no site oficial de Várzea Grande a confirmação, pelo endereço eletrônico www.varzeagrande.mt.gov.br. e ‘clicar’ na aba ‘cadastro’, que abrirá a página do cadastro, e clicar novamente ‘Verificar Cadastro’, para receber a confirmação. As equipes também irão confirmar por telefone. É importante esclarecer que só serão vacinados os agendados e confirmados, o que serve tanto para os adolescentes que recebem a primeira dose, quanto para os idosos de 70 anos acima, que receberão a terceira dose”, explicou Gonçalo de Barros.

O titular da Saúde explicou que a dose de reforço ou terceira dose tem que ter um intervalo de 6 meses desde a única vacina, mas no caso dos imunossupressores este prazo pode, desde que com laudo médico ser de 28 dias ou mais.

Os adolescentes com comorbidades, ou não, a regra é geral, segundo o secretário de Saúde de Várzea Grande, eles devem estar no ato da vacinação acompanhados por uma pessoa responsável, apresentando documento de identificação com foto, ou aqueles desacompanhados deverão apresentar uma autorização (em 2 vias) assinada pelo responsável.

Para os adolescentes com comorbidade é obrigatório apresentar além do documento de identificação, laudos, exames, receitas e relatórios médicos que comprovem a comorbidade.

A Secretaria de Saúde Várzea Grande solicita que sejam apresentados original e cópia simples desses documentos de comprovação da comorbidade, condição e deficiência, pois a cópia ficará retida para revisão e fornecimento de informações em caso de solicitação ou dúvida.

A Pasta também recomenda levar carteira de vacinação do adolescente para que seja verificado se ele tomou outra vacina recentemente, já que o recomendável é manter intervalo mínimo de 14 dias entre quaisquer vacinas.

Condições, comorbidades graves e deficiências contempladas nesta fase:

– Câncer em tratamento há menos de 6 meses;
– Doenças cardíacas graves com ou sem cirurgia, comprovadamente;
– Doenças pulmonares graves, como fibrose cística. Asma somente casos graves nesse momento – como os que já ficaram internados por estado de mal asmático;
– Deficiências físicas graves comprovadas, deficiência mental, autismo grave, institucionalizados ou com muitas restrições no seu funcionamento, Síndrome de Down e outras doenças congênitas que causem risco de vida;
– Doença renal crônica em diálise, com comprovação;
– Imunocomprometidos – portadores de HIV, transplantados de órgãos sólidos ou de medula óssea, portadores de doenças autoimunes em uso de imunossupressores;
– Hemoglobinopatias graves, como doença falciforme e talassemia maior;
– Doença hepática grave, como cirrose;
– Obesidade mórbida – na adolescência 40 de IMC ou mais;
– Diabetes em uso de insulina.

A vacinação nesta quinta-feira, (16) acontece também, no Ginásio Poliesportivo Fiotão das 8h às 16h, e segue vacinando pessoas acima de 18 anos, para a primeira e a segunda dose. Os não cadastrados de 18 anos acima poderão comparecer neste ponto, que o cadastro será feito na hora, bastando levar Cartão do SUS de Várzea Grande e documento original com foto, ou número do CPF.

Na segunda etapa do Sextou Vacina VG, que acontece no Parque Berneck nesta sexta-feira, 17 de setembro das 15 as 23:59, todos os públicos alvos poderão comparecer, inclusive aqueles que perderam a segunda dose por um ou outro motivo que o cadastro será revisado e estando dentro das exigências a pessoa será vacinada.

Nossa missão é vacinar, respeitando as exigências do PNI, mas dentro do possível quem comparecer será vacinado, pois nossa intenção é imunizar a todos e vencer a disputa contra a COVID-19”, disse o prefeito Kalil Baracat.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Equipe de transição de Kalil Baracat recebe os projetos de Leis Orçamentarias para eventuais alterações
Propaganda

Destaques

Sefaz notifica 130 contribuintes do setor de combustíveis por irregularidades fiscais

Publicados

em

A Secretaria de Fazenda (Sefaz), visando promover a regularidade dos contribuintes do setor de combustíveis, notificou 130 contribuintes por irregularidades fiscais. A notificação é feita com o objetivo de informar às empresas sobre as inconsistências detectadas, para que elas possam regularizar espontaneamente suas obrigações tributárias antes de qualquer ação fiscal.

Essa medida já proporcionou a recuperação de R$ 18,5 milhões em Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) devido ao Estado de Mato Grosso.

As irregularidades foram constatadas a partir da análise das informações prestadas no Sistema de Captação e Auditoria dos Anexos de Combustíveis (Scanc). Dentre elas está o não pagamento do ICMS e, também, o não cumprimento de obrigações acessórias como, por exemplo, erro na Escrituração Fiscal Digital (EFD).

Dos contribuintes notificados, 65 estavam irregulares devido ao não pagamento do ICMS de suas operações. De acordo com a Superintendência de Controle e Monitoramento (Sucom), 75% dessas empresas já promoveram a auto regularização, retificando as informações em suas Escriturações Fiscais Digitais e Anexos do Scanc, e efetuando o pagamento do ICMS das operações.

Parte desses contribuintes que estavam irregulares já promoveram a auto regularização. Com isso, R$ 18,5 milhões já foram recuperados aos cofres estaduais”, aponta relatório elaborado pela Coordenadoria de Controle de Declarações e Cobrança, da Sucom.

O documento traz, ainda, a informação de que 26 contribuintes apresentaram algum tipo de erro formal no cumprimento de suas obrigações acessórias. Dentre esses erros está o uso de código diverso do devido na operacionalização do pagamento do tributo e/ou erro na Escrituração Fiscal Digital (EFD).

As demais 39 empresas tiveram suas justificativas aceitas pelo Fisco, comprovando, assim, a regularidade de suas operações. A comprovação foi realizada após o envio das notificações, disponibilizadas no acesso restrito do Domicílio Tributário Eletrônico (DTE) dos contribuintes.

O uso do Scanc pelos fiscos estaduais tem previsão no Convênio 110/07 e Ato Cotepe 47/03. Com exceção dos postos revendedores varejistas, esse sistema deve ser utilizado pelos demais contribuintes que comercializam combustíveis como: refinarias de petróleo; centrais petroquímicas; formuladores; importadores; distribuidores de combustíveis; e transportadores revendedores retalhistas.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Churrasco de final de ano comprometido; Preço da carne dispara e vai pesar no bolso do consumidor
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA