ELEIÇÃO 2020 EM CUIABÁ

Não há como duvidar: os Democratas abraçaram a candidatura de Roberto França

Publicados

em

Quem duvidou quebrou. O deputado estadual José Eduardo Botelho, presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (AL/MT) entrou realmente de corpo e alma na campanha do candidato Patriota, Roberto França Auad. Apoio integral.

Estamos entrando de corpo e alma na campanha. Esse é o primeiro passo grande. Demonstra que a cidade abraçou a candidatura de Roberto. Iremos vencer essa eleição. O povo entendeu que precisa de uma gestão comprometida com política de inclusão. É isso que Roberto França irá fazer, dizia um dos coordenadores da campanha eleitoral do candidato a prefeito Roberto França.

Se passaram dez dias e alguns a exemplo do Blog do Valdemir, nada enxergava de ações por parte dos Democratas, principalmente dos seus líderes, que ficavam somente em blá…blá…blá.

Eis que no último final de semana, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (AL/MT), deputado José Eduardo Botelho (DEM), que inicialmente era pré-candidato, porém, veio a dúvida se desistia de concorrer ao cargo de prefeito ou simplesmente apoiaria outra candidatura, mostrou que realmente ainda temos políticos de palavras. Pediu para a colega de plenário, deputada estadual do MDB, Janaína Greyce Riva a apoiar a candidatura de Roberto França.

E depois? Bom…, depois a nossa reportagem conseguiu ouvi-lo tranquilamente no saguão do Palácio Paiaguas, nesta quarta feira (14).

Leia Também:  Ainda segue indefinido a soltura ou não de Savi

O Democrata ao ser questionado pelo Blog do Valdemir sobre as últimas articulações com as lideranças políticas e da sociedade cuiabana disse:

Eu estou apostando todas as fichas no apoio de várias lideranças políticas e da sociedade, que vem apoiar Roberto França. E tenho razões de estar otimista com isso, disse Eduardo Botelho por volta das 12 horas desta quarta-feira para a reportagem do Blog do Valdemir.

Botelho disse ainda que o fortalecimento do grupo se dá pelo fato que Roberto França tem os melhores projetos para o município esquecendo partido e convidando todos a participar desse projeto em prol do povo. E com isso, estas lideranças estão vindo para unir-se conosco e estão sendo bem acolhidos por todos nós. Estarão nos ajudando a fortalecer a candidatura de Roberto França, pontuou o coordenador político da campanha.

Questionado sobre a participação do governador do Partido Democrata, Mauro Mendes Ferreira na campanha, ele disse:

A agenda está montada. Em tudo que for legal, de acordo com a legislação eleitoral, os horários em que o governador não estiver trabalhando e não houver choque com as atividades do Executivo, o governador vai participar de eventos junto com Roberto França. Isso demonstra que com Roberto a frente da prefeitura da Capital, o município estará muito alinhado com o Governo do Estado, para juntos conseguir investimentos e fazer parcerias que possam devolver a dignidade aos cidadãos cuiabanos, finalizou Botelho.

Recentemente Eduardo Botelho se reuniu com algumas lideranças políticas e, pelo andar da carruagem as ações de campanha ficam claro que estão unidos.

Leia Também:  Novo Fórum de Várzea Grande será lançado no aniversario de 150 anos da cidade 

Vem bomba brevemente.

PS: no tabuleiro político eleitoral, um bispo revelou para o Blog do Valdemir que a maioria de candidatos a vereador, lideranças de bairros, já estiveram nas “esquinas” para criticar a coordenação de campanha de Emanuel Pinheiro do MDB.

O argumento é que os mandatários não viabilizam os pleitos dos candidatos. Acho que há algo misterioso por trás do argumento. Sabe que não terão acesso a chave do cofre.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Destaques

“Convocamos à população para mais esse importante trabalho de prevenção à saúde”

Publicados

em

Além do desafio de conter a disseminação da Covid-19, enfrentamos também o desafio de vacinar o maior número possível de pessoas contra a gripe.

A vacina é a principal forma de proteção contra a Gripe. Mas ela precisa ser recebida todos os anos. É importante deixar claro que muita gente chama de “gripe” o que na verdade é o “resfriado comum”. Gripe é a infecção causada por um vírus do grupo Influenza, como o H1N1m e H3N2.

A proteção da Vacina contra a Gripe começa de 2 a 3 semanas após sua administração e dura por no máximo 1 ano. Sua maior proteção é nos 4 primeiros meses. Por isso a vacinação deve ser feita pouco antes do período de maior circulação do vírus.

Além disso, os vírus podem sofrer mutações de um ano ao outro o que pode comprometer a proteção, mesmo em pessoas com boa resposta à vacina. Existe um monitoramento dos tipos de vírus circulando a cada ano e em caso de grande mutações virais, há um ajuste da vacina.

Leia Também:  Os preparativos para o retorno das atividades do comércio de Cuiabá

A principio, ter a doença uma vez causa imunidade para toda a vida. Mas, a proteção é específica para aquela cepa, portanto, a pessoa ainda precisa se vacinar todos os anos para se proteger dos outros vírus que estão na vacina. Além disso, caso o vírus pelo qual a pessoa se infectou sofra uma mutação e mude a cepa, a pessoa também não estará protegida contra o novo vírus.

Vacinas disponíveis

O Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), reforçou mais uma vez o alerta à toda população cuiabana para imunização contra a Influenza. As vacinas estão disponíveis para o público em geral, a partir dos seis meses de vida.

O chamado foi reforçado durante a live semanal desta terça-feira (28), mesmo dia em que começou a ampliação da cobertura vacinal. A vacina protege contra a Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B. Não é preciso fazer intervalo caso a pessoa tenha se vacinado contra a Covid.

Convocamos à população para mais esse importante trabalho de prevenção à saúde. Todas as unidades tiveram os estoques reforçados, a fim de atender o maior número de pessoas, principalmente os idosos e crianças, declarou o chefe do Executivo Municipal, Emanuel Pinheiro.

Mesmo com a prorrogação da campanha contra Influenza até do dia 24 de junho, a cobertura vacinal continua muito baixa.

Nosso público alvo inicial da campanha é de cerca de 158 mil pessoas e conseguimos vacinar somente 31% desse grupo. Com a liberação para toda a população, estamos trabalhando para aumentar esse percentual da vacinação contra a gripe”, finalizou Pinheiro.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA