MENOS POLUENTE E MAIS EFICIENTE CONTRA A COVID-19

Município recebe 10 ônibus novos para atender a população

Publicados

em

O transporte público no Brasil sempre foi alvo de muitas reclamações ao longo do tempo. Na maioria das vezes, as queixas referem-se ao fato de os veículos estarem sempre lotados, às condições ruins dos carros e à baixa qualidade dos serviços prestados. Tais problemas somaram-se à insatisfação popular com o aumento das passagens de ônibus em algumas capitais do Brasil.

Recentemente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que a questão do transporte coletivo é também uma questão de Saúde Pública, uma vez que um transporte eficiente diminuiria o número de carros nas cidades, diminuindo também os índices de poluição, acidentes, inatividade física, entre outros.

Portanto, para se modificar e realizar melhorias no transporte público no Brasil, é preciso repensar a questão da mobilidade urbana e democratizar o acesso às cidades, para que a necessidade de deslocamento em longas distâncias diminua. Além disso, é preciso repensar a política de investimentos em transporte público, modernizando-o e garantindo o seu acesso à população, pluralizando os meios de transporte para além do ônibus, com a instalação de veículos como trens, metrôs e ciclovias.

O objetivo da gestão municipal hoje é garantir mais conforto e segurança à população que utiliza o transporte coletivo da Cidade Industrial que comemora mais uma importante conquista para o município: o reforço de 10 ônibus novos e modernos na frota para atender os moradores de Várzea Grande.

Os veículos vão proporcionar mais conforto e segurança no deslocamento de passageiros entre os bairros do município. A renovação da frota é uma reivindicação do Executivo Municipal e está sendo realizada pela empresa que mantém a concessão do transporte público no município.

Acompanhado pelo secretário de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, Breno Gomes, pelo presidente da Câmara Municipal de Várzea Grande, Fábio Tadin e pelo líder do Governo, vereador Cleyton Nassardem Guerra, o Sardinha, o prefeito da Cidade Industrial, Kalil Sarat Baracat de Arruda (MDB), receberam 10 novos veículos que passam a compor a frota que atende aos moradores da cidade e já vem com portas de acesso para o novo sistema de transporte coletivo.

Meu compromisso é renovar durante o meu mandato toda a frota de 65 veículos que atendem o transporte coletivo em nossa cidade de Várzea Grande e acredito que iremos avançar muito com a decisão de implantar o BUS RAPID TRANSIT (BRT), adotado pelo Governo Mauro Mendes”, disse Kalil Baracat (MDB).

Os novos veículos estão entre o que existe de mais moderno e eficiente pois reduzem a poluição do ar com práticas sustentáveis como chassis mais modernos e que utilizam o Diesel S10, 90% menos poluentes e receberam um incremento da ordem de R$ 7,2 milhões no total e seguem um cronograma que ainda prevê, mais 15 veículos em 2022 e outros 20 veículos em 2023.

São veículos com janelas lacradas, sistema de ar-condicionado com ultrafiltragem e luz ultravioleta que inibem a propagação de vírus e bactérias, wi-fi sem fio (internet gratuita) e colocam a frota local entre uma das mais modernas, já que em 2019 chegaram 20 veículos, que, portanto, tem dois anos de uso e mais 10 novos, disse o prefeito Kalil Baracat sinalizando que os veículos vem ainda com sistemas de circuito internos que oferecem mais segurança e atendimento especializado para deficientes físicos e visuais, como rampas de acesso para cadeira de rodas e espaço para animais acompanhantes e equipamentos como inscrições em Braile nos balaústres.

Os novos carros possuem ar-condicionado com filtro antipólen, sendo que um esterilizador de ar é instalado dentro da entrada do ar resfriado que é capaz de destruí os micro-organismos no ar.

É uma tecnologia nova que possibilita a troca do ar com maior eficiência, inclusive indicado contra o vírus da Covid-19. Estudos apontam que esse equipamento garante que a circulação do ar interno do ônibus passe pelo filtro antiviral, onde vírus, bactéria e fungo são eliminados em 99%, afirmou o empresário Rômulo Botelho, presidente da Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbano (MTU), que representa as empresas concessionárias que operam no sistema de Cuiabá e Várzea Grande.

Os coletivos possuem também campainha nos balaústres com código de braile, além de área reservada para pessoa com deficiência visual acompanhada com cão guia, rampa para cadeirante, com direito a assento para acompanhante do cadeirante. Todos os novos ônibus dispõem de poltronas estofadas e assentos reservados para pessoa com deficiência, obesa e idosa. A inclusão de passageiros com mobilidade reduzida têm sido outra preocupação para garantir o bem-estar de todos, por isso, a cada renovação de frota se tem investido na acessibilidade.

Kalil Baracat lembrou que na campanha eleitoral defendeu o  Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), mas diante da posição do Governo do Estado em trocar o modal para o BRT por ser tão eficiente quanto o outro e economicamente mais viável e possível, ele passou a defender a troca.

Várzea Grande foi a mais penalizada pelas obras que rasgaram a cidade ao meio, deixando uma cicatriz que prejudicou muitas pessoas, muitos negócios, ceifaram vidas e o pior de tudo, vive momentos de uma eterna disputa judicial, então como prefeito fiz a opção pelo melhor para a cidade e sua gente, pois não temos mais como conviver com essa situação. É urgente que o novo sistema saia do papel e se torne uma realidade que tem que começar pelo atendimento a população, pois o serviço do transporte coletivo é pago, então deve ser um serviço de qualidade, disse Kalil Baracat.

O secretário de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, Breno Gomes, disse que além de novos, o veículo do transporte coletivo tem Wi-fi e todos vêm com equipamentos com câmeras de monitoramento e um sistema para evitar fraudes no bilhete único.

A entrega desses novos ônibus atende a demanda da população na melhoria e ampliação da frota desses veículos, que com certeza vai beneficiar aos usuários deste transporte. Além de mais segurança, o aumento da frota vai contribuir para a diminuição de aglomeração de pessoas, fator importante, principalmente neste momento de pandemia”, garantiu o secretário.

Além dos novos veículos, a Prefeitura Municipal de Várzea Grande vai realizar o trabalho de modernização dos pontos de ônibus, que também faz parte do plano de governo, que é garantir acessibilidade e comodidade nos locais de embarque e desembarque. Estudos estão sendo feitos e neste primeiro semestre as primeiras mudanças já irão acontecer.

Inclusive o prefeito Kalil Baracat solicitou da empresa concessionária do Intermunicipal, União Transporte, responsável pelo Terminal André Maggi, uma melhor estruturação, melhor serviço e principalmente um atendimento mais digno para todos os usuários, frisou Breno Gomes.

Outro item a ser destacado pela empresa União Transportes é a emissão de gases poluentes que contribui para o aquecimento global, afetam a qualidade do ar e a saúde da população. A cada 90 dias, a frota passa por uma completa e rigorosa inspeção realizada por técnicos do DESPOLUIRPrograma Ambiental do Transporte, desenvolvido pela CNT e pelo SEST SENAT através da Federação das Empresas de Transporte de MT (FETRAMAR).

O índice de aprovação da empresa União Transporte atinge 97% da frota, conforme a última inspeção realizada em abril deste ano. A próxima aferição está prevista para julho”, apontou Carlos Corso, coordenador do programa.

A segurança é reforçada com as câmeras de vídeo, sendo três instaladas na parte interna do ônibus e uma na parte frontal, que permite o monitoramento e mapeamento das ocorrências e identificação das linhas mais afetadas com o trânsito, com ajuda do GPS. Conta ainda com equipamento de biometria facial para combater o uso indevido dos cartões de gratuidade. Esse investimento em tecnologia de ponta, iniciou em 2005, com a implantação da bilhetagem eletrônica e possibilitou mais agilidade no embarque e segurança aos trabalhadores do sistema e, a população que utiliza o coletivo.

Para o presidente da Câmara Municipal, Fábio Tardin, a melhoria no sistema do Transporte Coletivo é a demonstração do empenho que o prefeito Kalil Baracat está tendo com a população mais carente e que utiliza o transporte coletivo e que agora irão contar com transportes novos e com segurança e mais comodidade.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em meio a “Pandemia” tarifa do transporte coletivo pode subir para R$ 5,50 em Cuiabá
Propaganda

Destaques

PF deflagra “Operação Curare” na Saúde de Cuiabá

Publicados

em

Nesta sexta-feira (30) foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) e o Ministério da Saúde (MS) a “Operação Curare”, que tem como objetivo desarticular uma organização criminosa que atuava em fraudar contratações emergenciais e recebimento de recursos públicos a título de indenização sem processo licitatório.

O nome da “Operação Curare“, remete a substâncias tóxicas que produzem asfixia pela ação paralisante do sistema respiratório, cuja origem é associada ao conhecimento tradicional indígena. Na medicina, fármacos curarizantes são empregados em unidades de terapia intensiva, auxiliando o procedimento de intubação.

São 21 mandados de busca e apreensão que estão sendo cumpridos nas cidades de Cuiabá, Curitiba (PR) e Balneário Camboriú (SC). Além disso, há medidas cautelares de suspensão de contratos administrativos e de apagamentos indenizatórios, bem como a suspensão do exercício de função pública.

Segundo informações da Policia Federal, com o agravo da Pandemia do Coronavírus, o núcleo empresarial passou a ocupar mais postos chaves, os serviços prestados ocorriam na Secretaria de Saúde do Município de Cuiabá, especialmente no gerenciamento de leitos de terapia intensiva para o tratamento de pacientes infectados pela Covid-19, plantões médicos, disponibilização de profissionais de Saúde, sobreaviso de especialidades médica, comodato de equipamento de diagnóstico por imagem, transporte de paciente e outros. De 2019 a 2021, o grupo recebeu R$ 100 milhões da Prefeitura de Cuiabá.

Mas, a investigação demonstrou a existência de subcontratações entre as pessoas jurídicas, que em alguns dos casos, não passam de sociedades empresariais de fachada.

 nos serviços públicos prestados pela Secretaria Municipal de Saúde e na Empresa Cuiabana de Saúde Pública, assumindo a condição de um dos principais fornecedores da Prefeitura de Cuiabá, com pagamentos ao grupo que superam R$ 100 milhões entre os anos de 2019 e 2021.

A Justiça em sua decisão judicial afastou o secretário de Saúde do Município de Cuiabá, Célio Rodrigues, que assumiu o cargo em junho deste ano, e o interino da Secretaria de Gestão, Alexandre Beloto.

A Prefeitura de Cuiabá em nota informou que é a principal interessada na elucidação da investigação e afirmou que vai acatar as determinações judiciais.

A Prefeitura de Cuiabá informa que:

– O prefeito Emanuel Pinheiro é o principal interessado na elucidação de toda e qualquer investigação e vai acatar as determinações judiciais.
– A gestão preza pela transparência e se coloca a inteira disposição da Justiça“.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Eleições 2020: Cuiabá sofre com a falta de "memoriol" e "óleo de peroba"
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA