SERVIDORES EM BUSCA DE MELHORIA

Fórum Sindical fecha com Emanuel Pinheiro

Publicados

em

A movimentação em busca de apoio político se intensifica, e em ato realizado na manhã desta quinta-feira (19), os sindicalistas aproveitaram para criticar o candidato da oposição, vereador Abílio Júnior (Pode) e pelo menos 20 representantes de Sindicatos que integram o Fórum Sindical de Mato Grosso declararam apoio ao atual Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), candidato à reeleição.

O vice-presidente estadual do Pros em Mato Grosso, o sindicalista Oscarlino Alves, que se considerado um dos mentores da candidatura de Gisela Simona (Pros), também declarou apoio à continuação da gestão do atual prefeito cuiabano. A então candidata que ficou terceiro lugar declarou apoio a Abílio Junior neste segundo turno.

Me considero responsável por ela (Gisela) ser candidata e fui fiel escudeiro, mas fiz uma enquete na minha categoria da saúde e a maioria opinou pelo nome de Emanuel Pinheiro. E vim pedir para Emanuel reafirmar a melhoria ao Sistema Único de Saúde (SUS) e dos servidores públicos. Isso você fez na sua gestão. O outro candidato diz por aí que vai mandar embora mais de 3 mil servidores, independente do vínculo funcional, mas por essa pauta nacional estamos sujeitos a esse desmonte dos servidores. E nós temos a perspectiva de desmontar essa aliança firmada entre o governo e esse candidato a prefeito que quer fazer a liquidação dos servidores, disparou o sindicalista Oscarlino Alves.

O presidente do Sindicato dos Profissionais da Área Meio do Poder Executivo (Sinpaig), Edmundo César Leite, disse que o candidato opositor apoiado pelo governador Mauro Mendes (DEM), tem a mesma linha de pensamento, ou seja, “provocar o desmonte dos servidores municipais”.

Estamos em uma encruzilhada muito grande. Temos aqui um governo estadual que está acabando e desmoralizando tudo que construímos durante décadas. Nós somos trabalhadores e prestamos serviços à sociedade. Na campanha, Mauro Mendes prometeu o mundo e o fundo, que iria pagar RGA, cumprir com a implantação dos PCCS, mas no dia 2 de janeiro, mandou à Assembleia Legislativa um projeto desmentindo tudo que ele falou, disse Edmundo Leite.

Ninguém pode falar que Emanuel não trabalhou. O viaduto da avenida das Torres é a coisa mais linda. Hoje, vou ao Tijucal em 10 minutos. Onde Mauro Mendes colocar mão vai virar merda, disparou o sindicalista César Leite Edmundo.

O sindicalista Antonio Wagner cita que o candidato da oposição nunca pisou na periferia e parabeniza a gestão Emanuel Pinheiro por nunca deixar o servidor realizar greves para conseguir os seus direitos.

O candidato da oposição nunca pisou na periferia, não mostrou uma foto de reunião na periferia e está conhecendo Cuiabá agora na eleição. A gestão do Emanuel fez um mandato acima da média. Quero parabenizar o José Roberto Stopa que faz um excelente trabalho nos bairros que desde às 6h da manhã está andando nas periferias. Meus parabéns ao Emanuel pelo trabalho realizado junto aos sindicatos municipais. De fato é um mandato de diálogo, diferente do estado que ferrou com a vida dos servidores. Alguns, inclusive, pedem ajuda financeira aos sindicatos. E teremos o Sindicato Municipal, e por causa da posição do governador apoiar esse candidato, anti-saúde, anti-vida, e anti-servidor, por isso estamos aqui hoje. Queremos que nesses dois anos, que o governador Mauro Mendes nos respeite, porque não somos responsáveis pelas mazelas que estão ocorrendo no estado. Esse governo estadual concede R$7 bilhões de renúncia fiscal para produtores que não pagam impostos iguais a nós. E quer colocar a culpa no servidor, é um desrespeito”, disparou o servidor.

O prefeito Emanuel Pinheiro agradeceu o apoio das categorias, ao qual ele já defendeu na busca por direitos garantidos na Constituição, quando foi deputado estadual, e para ele, o candidato do Podemos está mostrando que não é diferente de toda a classe política e já está aceitando interferência no seu governo antes mesmo de ser eleito pela população.

É o famoso toma lá da cá que, Abílio esta tentando mostrar que é diferente, vem dizendo que é uma alternativa da política convencional e o candidato do Podemos acabou mostrando a verdadeira face na ânsia pelo Poder. O que estamos fazendo é alertar a sociedade, mas por si só ele já está mostrando o que ele pensa, como ele pensa e como ele age. Está no toma lá da cá, de forma desesperada buscando o Poder pelo Poder. Isso já está ficando claro para toda sociedade”, alertou Emanuel Pinheiro durante reunião de apoio para este 2º turno com o Fórum Sindical.

Sindicatos que apoiam o candidato Emanuel Pinheiro:

Sindicato dos Servidores do Socioeducativo do Estado de MT
Sindicato dos Técnicos e Assistente da Sema
Sindicato dos Auditores de Controle Externo do TCE
Federação Nacional dos Farmacêuticos Seccional do Centro Oeste
Associação dos Procuradores do Município de Cuiabá
Representante da Comissão dos Engenheiros de Cuiabá
Sindicato dos Servidores Municipais (Sispunc)
Sindicato dos Servidores de Arrecadação e Fiscalização do Município (Sindarf)
Sindicato dos Agentes de Endemia e Saúde de Cuiabá
Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa
Sindicato dos Servidores da Área Meio do Poder Executivo
Sindicato dos Oficiais de Justiça de MT
Sindicato dos Profissionais do Sistema Agrícola Agrário e Pecuário de MT
Federação dos Servidores do Estado de MT
Sindicato dos Servidores do Desenvolvimento Econômico e Social do Estado de MT
Sindicato dos Papiloscopista de MT
Associação dos Servidores da Procuradoria Geral do Estado de MT
Sindicato dos Servidores Estaduais da Saúde de MT
Sindicato dos Servidores do Socioeducativo do Estado de MT
Associação dos Servidores da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Estado de MT
Central dos Sindicatos Brasileiros Seccional MT
Associação dos Auditores do Estado de MT
Sindicato dos Servidores da Educação Pública do Estado de MT (Sintep)

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Pesquisa IBOPE aponta vitória de Abílio no segundo turno
Propaganda

Destaques

Deputados e Senador fazem reunião de emergência para tentar conter crescimento de Abílio e “salvar” Emanuel

Publicados

em

O candidato do MDB, da Coligação “A Mudança Merece Continuar”, Emanuel Pinheiro após ficar vários meses de 2020 liderando as pesquisas de intenção de voto, e que apresentou no primeiro turno das eleições municipais somente 30,64% dos votos válidos.

E segundo o atual alcaide cuiabano, isso se deve por causa de alguns políticos se uniram e bombardearam com todos os tipos de armas a sua pessoa, assim como sua administração frente a Prefeitura de Cuiabá. Mas, lembramos a todos, que não podemos esquecer que esse jogo político faz parte do processo democrático eleitoral.

Também não podemos deixar de registrar que, nas primeiras pesquisas divulgadas, o emedebista Emanuel Pinheiro, no qual, sempre esteve em primeiro lugar, em nenhum momento se queixou da larga vantagem sobre o segundo colocado, que na época ficava entre o candidato do Patriota, o ex-prefeito de Cuiabá, Roberto França Auad da Coligação “Todos por Cuiabá, da advogada Gisela Simona Viana da Coligação “Mãos limpas e unidas por Cuiabá do PROS, e o candidato Abílio Jacques Brunini Moumer da Coligação “Cuiabá para Pessoas do Podemos. Na época já afirmava que o atual vereador era o “famoso populismo”.

Mas também não podemos deixar de relembrar, a ascensão de Emanuel Pinheiro, especialistas diziam que isso era passageiro e que, quando o Horário Eleitoral começasse, era natural sua queda. E pelo jeito ficaram cientes dessa queda praticamente cinco dias antes da votação. Mais abaixo explicaremos para “ficaram cientes”.

O Blog do Valdemir concorda em parte.

Em parte foi o apoio e a “união” dos políticos que “derrubou” o candidato da Coligação “A Mudança Merece Continuar, Emanuel Pinheiro. Mas a culpa não são deles, e sim do próprio prefeito cuiabano.

Emanuel entrou muito bem assessorado nessas eleições. Sabia das polêmicas que envolvia seu passado como deputado estadual. Mas parece que Emanuel pensava que 50% mais um dos eleitores sofriam de “amnésia”, ou estava subestimando a inteligência do povo cuiabano e, foi assim que Emanuel “perdeu a linha” algumas (muitas) vezes durante debate e entrevistas. Eis que surge o bordão “paletó”.

Assim a população descobriu um Emanuel bipolar. Simpático quando lhe convém, e um tanto quando arrogante quando indagado sobre essas e outras polêmicas.

O Blog do Valdemir poderia enumerar aqui quantas vezes o candidato do MDB da Coligação “A Mudança Merece Continuar, usou de seu bordão para desviar o assunto. Mas vamos ficar a mais importante que começou nesta terça-feira (24).

Uma espécie de “salada ideológica” se repete nesta reta final das eleições municipais de 2020 com partidos de diferentes tendências, e até adversários ferrenhos no plano federal ou estadual, se unindo para ajudar o emedebista Emanuel Pinheiro a continuar ocupando a cadeira número 1 do Palácio Alencastro.

Todos como sempre vão dizer que estavam discutindo emendas para o Estado de Mato Grosso, emendas para os Municípios. Mas saibam que nesta terça-feira, o governador Mauro Mendes Ferreira (DEM) recebeu a visita de cortesia do cacique do MDB em Mato Grosso, Carlos Gomes Bezerra.

O presidente do Diretório Regional do MDB, conversando com a imprensa, confirmou que o “paletó” foi a causa de “desespero” que tomou conta dos aliados. Questionado se já pode encomendar o terno para posse dia 1° de janeiro 2021, disse:

Vamos ver. Não é fácil“.

E aí? Se o presidente do MDB, com vários mandados políticos disse, quem sou eu tentar interpretar.

Também estivemos acompanhando uma reunião de emergência entre o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (AL/MT), José Eduardo Botelho, a deputada do MDB, Janaína Greyce Riva e o Senador eleito por Mato grosso, Carlos Henrique Baqueta Favaro do PSD.

Vamos direto. Estão tentando uma fórmula mágica para conter o crescimento do candidato Abílio Júnior do Podemos, e salvar Emanuel Pinheiro no pleito eleitoral que acontece neste domingo 29 de novembro.

Nota da redação

Em 29 de novembro os resultados das urnas vão surpreender muita gente. Está é uma eleição atípica, disputada por líderes que tem sofrido ataques sistemáticos há pelo menos três anos, destacadamente 27 de agosto 2017.

O desejo dos adversários, expresso por declarações de suas lideranças é liquidar com o Emanuel Pinheiro nas eleições municipais de 2020. Não conseguiram fazer isso nas eleições do primeiro turno e, tudo indica…

Mas, podemos afirmar que, na batalha travada nos próximos cinco dias que restam para Emanuel Pinheiro nas eleições municipais e, tenha certeza novos fatores estarão no centro do embate eleitoral. Entre eles estão: as contaminações e mortes decorrentes da Pandemia, CPIs, Madrasta e Paletó.

A bomba, bem…, a bomba deixa com Rayel ou com Antero. Mais vai explodir, tenham certeza disso.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  INSS: Justiça libera mais de R$ 1 bilhão para pagar atrasados
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA