MOSTRAR PRA QUE VEIO

Falta de atitude por parte de alguns prefeitos?

Publicados

em

Já se passaram 106 dias e, os prefeitos eleitos e reeleitos, no último pleito eleitoral tem pela frente uma gestão que exige agilidade e precisão de tomadas de decisões.

Os primeiros 100 dias marcaram um período de referência para a sociedade de qual será “a cara” da administração municipal pelos próximos quatro anos ou 12 meses.

Se você fosse prefeito(a) da sua cidade, quais seriam as suas metas?

Como cidadãos, somos capazes de listar dezenas de problemas que afetam o nosso dia a dia como o transporte público, calçadas irregulares, falta de faixa de pedestres, trechos que precisam de limpeza e muito mais.

Imagine então assumir o papel de prefeito e ter que se preocupar com esses problemas e todas as outras responsabilidades do cargo. O que você faria?

E se eu te disser que você não precisa ser prefeito(a) da sua cidade para ajudar a torná-la melhor?

Cento e seis dias de mandato. Nesse período, metas foram traçadas e os primeiros foram divulgados. Mas, no meio de tanta informação divulgada pelas 141 prefeituras municipais, é preciso prestar atenção, o que os bons prefeitos fazem neste período.

Sem mais delonga, esses mais de 100 dias serviram para que os prefeitos encararem a real situação do seu município. O Blog do Valdemir alerta aos nobres gestores municipais: existem prefeitos que precisam fazer terapia, porque eles entram no mandato com complexo de super-herói é descobrem que vão poder fazer tudo.

Mas o que cabe a sociedade fazer nesse período da Pandemia da Covid-19? As pessoas devem olhar esse planejamento e checar se o prefeito de sua cidade contempla o que é prioridade. É a hora de ver onde está a prioridade do gestor público.

Não se esquecendo de que, a relação do gestor público com a sociedade tem que ser mais franca e verdadeira.

E por falar em relação do gestor com a sociedade, parece que alguns gestores não estão fazendo o dever de casa, senão vejamos: o vereador Diego Arruda Vaz Guimarães, do Partido Cidadania ao avaliar os 106 dias da gestão de Cuiabá, o edil acusou o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (MDB) de ser politiqueiro e estar mais preocupado com as Eleições 2022, do que em administrar a capital.

Em 100 dias, ele devia mostrar a que veio, mas se preocupou mais em ocupar espaços para confrontar o governador Mauro Mendes. Ao invés de se preocupar com as pessoas, está preocupado com o projeto político pessoal dele para 2022“, alfinetou o vereador do Partido Cidadania.

O edil cuiabano, criticou a ausência do prefeito cuiabano na abertura dos trabalhos Legislativos deste ano e questionou o conteúdo da mensagem enviada aos vereadores. Diego afirmou que foi um texto vazio de propostas concretas para a capital.

E para encerrar o 15° round, o vereador Diego Guimarães, afirmou que o alcaide cuiabano será eliminado do jogo político brevemente.

É uma lição que ele terá que tomar. Seria até bom porque eliminará da política de vez em 2022. Ele ganhou uma sobrevida de quatro anos, mas a população é sabia e não vai mais cair nos contos trazidos por pessoas como Emanuel Pinheiro“, finalizou Diego.

É incrível como alguns gestores municipais, parlamentares estadual e federal não compreendem (ou seria 2022?) a gravidade que Mato Grosso, enfrenta no pior momento da Pandemia da Covid-19. Na ultima semana, quando o governador Mauro Mendes Ferreira (DEM) anunciou as novas medidas restritivas, circulavam nas redes sociais, farmácias e nos hospitais a seguinte pergunta: e aí prefeitos vão acatar o Decreto do governador?

Nem precisamos questionar o emedebista Nenel Pinheiro, porque sabemos que não vai cumprir o Novo Decreto que estabelece em Cuiabá quarentena coletiva obrigatória por 10 dias e pede o controle de perímetro da área de contenção, por barreiras sanitárias para triagem de entrada e saída de pessoas, ficando autorizada, apenas a circulação de pessoas com o objetivo de acessar e exercer atividades essenciais.

Além disso, determina o Decreto a suspensão de aulas presenciais em creches, escolas e universidades. E aí Nenel Pinheiro, vai continuar esperando outras medidas por parte do governador Mauro Mendes para polemizar, já que está difícil fazer a sua parte?

Vamos a realidade dos fatos, o Prefeito de Cuiabá e mais alguns só vão acatar as medidas mediante determinação Judicial. Mesmo assim O Executivo Municipal vai recorrer. Alguns estão aproveitando para fazer sua campanha eleitoral de 2022.

O Procurador-geral da Justiça, José Antônio Borges Pereira, afirmou que irá fiscalizar e, se necessário cobrar a aplicação das ações indicadas pelo Novo Decreto do Governo do Estado. Porém, o procurador disse que nada impede que cada município possa adotar critérios adicionais, deste que mais protetivas.

No meio de tantas dúvidas, temos uma certeza: quanto maior for a colaboração da população mais rápido superaremos este momento. Não adianta a imposição de sacrifício a vários setores se a população não se conscientizar e cada um fazer sua parte“, disse Borges.

O Governo do Estado tem passado os últimos meses em sucessivas reuniões com a classe política, empresários, religiosos e representantes de organismos internacionais e laboratórios para tentar não somente aumentar o ritmo de vacinação no Estado, mas também fazer que os pré-candidatos ao Governo do Estado em 2022, entendam que não é hora de fazer politicagem, em um momento que a população precisa de solução.

Qual a causa de novas medidas

A atitude desesperada do governador mato-grossense em editar Novos Decretos restritivos no combate a Pandemia da Covid-19, é devido a falta de atitude por parte de alguns prefeitos.

Diplomático e não afeito ao confronto, Mauro Mendes admite surpreso com atitudes de Emanuel Pinheiro que só sabe acionar Supremo Tribunal Federal (STF) e Supremo Tribunal de Justiça (STJ) contra as medidas restritivas de circulação tomadas pelo Governo do Estado.

Já o prefeito da cidade vizinha, Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda do mesmo partido do alcaide cuiabano, o MDB, anunciou que vai acatar a decisão do governador Mauro Mendes.

E para finalizar: vem aí mais uma semana que será bastante complicada e, para lembrar alguns que se não sabem o que fazer deixa os outros que faça, afinal o STF decidiu que governador e prefeitos podem decretar isolamento na Pandemia da Covid-19.

E outra, decretos estaduais prevalecem sobre normas editadas em contexto municipal.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Estado faz mudanças e classe empresarial reajusta: alimentos, medicamentos, materiais de construção em até 37%
Propaganda

Destaques

Vacina “Sputnik V” chegará em 12 Estados, incluindo MT, depois ao governo federal

Publicados

em

Com o objetivo de vistoriar a produção da vacina “Sputnik V”, inspetores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se encontram na Rússia.

As avaliações serão separadas em duas cidades: Vladimir, localizada a 200 Km a leste de Moscou, e Ufa, situada a 1,3 km da capital Russa. Na primeira cidade, três inspetores avaliarão as empresas Generium, enquanto na segunda, duas inspetoras irão verificar as condições da produção da “Sputnik V” pela empresa UfaVita. A vacina “Sputnik V” é considerada a “melhor vacina do mundo”.

Já na mídia nacional, ela é celebrada como um sucesso de exportação. Mas será que a Sputnik V, além de toda a propaganda do Kremlin, é um meio eficaz e seguro contra o Coronavírus?

As inspeções iniciam nesta segunda-feira (19) até dia 23 de abril. O grupo volta ao Brasil dia 24. Mato Grosso solicitou o uso emergencial para que as doses sejam aplicadas.

Em entrevista ao Blog do Valdemir o governador Mauro Mendes Ferreira (DEM), avaliou que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou que a reguladora decidisse sobre o pedido de importação excepcional, até o dia 28 de abril, fortalece a relação com o Fundo Soberano da Rússia, responsável pela venda a Estados do Nordeste e do Amazonas, em relação a liberação da vacina Sputnik V.

O Supremo com sua decisão dizendo que até dia 28 se a Anvisa não liberar, estará automaticamente liberado. A equipe da Anvisa já se encontra na Rússia e, com certeza será aprovada. Essa vacina, está amplamente divulgado na mídia, já tem 60 países que usando. As pesquisas mostram que ela tem um dos maiores índices de eficiência de todas as vacinas, então não teria porque, mas a gente acredita que o bom senso vai imperar e vai ser liberado. Compramos 1 milhão e duzentos mil doses do componente A e B, então é para 1 milhão e Rio mil pessoas, disse o governador Mauro Mendes para a equipe de reportagem do Blog do Valdemir.

Apesar do governador Democrata (DEM), Mauro Mendes ter comemorado a liminar do Supremo Tribunal Federal (STF), a chegada dos funcionários da Anvisa na Rússia, o chefe do Executivo Estadual, se mostra preocupado com a entrega das vacinas Coronavírus e a AstraZeneca.

Mês passado não foi cumprido aquilo que estava programado. O Butantan cumpriu o que estava programado, a Fiocruz não cumpriu, esse mês Butantan encerra o primeiro contrato que era de 46 milhões de doses, dai deve começar o outro contrato, mas era para o segundo semestre, então está no ar um cheiro de redução de chegada de vacinas pelo PNI, pontuou Mauro Mendes.

E esta preocupação, vem no momento em que vários governadores, suspeitam que a Anvisa está atrasando a autorização da vacina Sputnik para que o Governo Federal não passe um novo constrangimento de chegar ao país uma nova imunização pelas mãos dos governos estaduais e não pelo presidente. Mas o esforço vai ser em vão.

O laboratório já decidiu que, quando houver autorização, primeiro serão entregues as vacinas para os governadores e depois as contratadas por Bolsonaro.

Um pouco mais sobre “Sputnik V”

Entre todas as vacinas contra a Covid-19 já registradas no mundo, a Gam-Covid-Vac (nome oficial da Sputnik V) é a única desenvolvida com dois adenovírus inofensivos, nomeados de D-26 D-5, que não causam doença no ser humano e são aplicado um em cada o que pode ser considerado duas vacinas em uma.

A vacina que leva o nome do primeiro satélite espacial soviético lançado em 1957 atingiu uma taxa de 91,6% de eficácia contra a Covid-19 com “bom perfil de segurança” e “consistente em todas as faixas etárias dos participantes“, segundo estudo publicado na revista científica The Lancet, em fevereiro.

ASputnik V foi desenvolvida pelo Instituto Gamaleja de Epidemiologia e Microbiologia de Moscou e financiada pelo Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF).

A Gam-Covid-Vac Lyo é uma vacina vetorial, semelhante às vacinas da AstraZeneca e da Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson. As vacinas de vetor viral são mais fáceis de manejar do que as vacinas de RNA, pois podem ser armazenadas em temperaturas de geladeira comum.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  “Estresse momentâneo”: Jayme diz que troca de farpas faz parte da "regra do jogo"
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA