NÚMEROS REAIS

Casos por “Covid-19” em Mato Grosso pode estar longe da realidade

Publicados

em

Após o primeiro caso do novo “Coronavírus” no Estado de Mato Grosso, em março de 2020, várias estatísticas foram realizadas nos últimos cinco meses, razoavelmente parecidas com apenas pequenas diferenças.

E estas diferenças trazem muitas dúvidas sobre a confiabilidade desses números e, estas imperfeições elevam consideravelmente o risco de os números oficiais sobre infectados em Mato Grosso.

Em outras palavras, podem estar pintando um quadro distorcido da realidade.

Senão vejamos e convenhamos: a Organização Mundial Saúde (OMS), afirma que o número correto deve ser entre 8 a 10 vezes maior. Pois muito bem, com esta afirmação, o secretário de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES/MT), Gilberto Gomes de Figueiredo, em entrevista nesta ultima quinta feira (17) na Rádio Centro América FM, disse que o número de pessoas infectadas com Covid-19 em Mato Grosso é de 1 milhão, já que muitas não fizeram exames para diagnosticar a doença.

PS: As estatísticas oficiais afirmam que 110.705 mato-grossenses já contrariam o “Coronavirus” e que 3.226 foram a óbito em decorrência da “Covid-19”.

E os números serão divulgados no dia 30 de setembro, já que o governador Democrata (DEM), Mauro Mendes Ferreira, começou nesta quarta-feira (16), uma pesquisa que será realizada até o dia 23 de setembro, com o objetivo de identificar a infecção pela Covid-19.

A pesquisa soro epidemiológica será realizada em dez municípios: Cuiabá, várzea Grande, Cáceres, Sinop, Barra do Garças, Tangara da Serra, Rondonópolis, Água Boa, Juína e Alta Floresta.

Nós queremos saber quantos por cento da nossa população, já teria adquirido a imunidade, porque, como sempre enfatizamos, os números que constam nos boletins são daqueles pacientes que passam por uma unidade de Saúde, disse o secretario de Estado de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo.

Os números divulgados pela SES sobre “Coronavírus” são confiáveis?

Com certeza mais de 65% da população irá responder que não. Outras 25% irão dizer sim e 10% não sabe responder ou não irão opinar.

Os números de infectados são maiores, menores ou iguais divulgados pela SES?

A quantidade que irão responder maiores e menores podem empatar 35,6% a 35,7% respectivamente, por confiar nos dados divulgados pelo Governo do Estado de Mato Grosso. Entretanto 23% irão dizer que os números informados são iguais aos reais.

Os numero em MT

Até a tarde desta sexta-feira (18), 112.200 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.248 óbitos em decorrência do Coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.495 novas confirmações de casos de Coronavírus no Estado. Dos 112.200 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 15.700 estão em isolamento domiciliar e 92.468 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, 242 internações em UTIs públicas e 268 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 58% para UTIs adulto e em 30% para enfermarias adulto.

Dentre os 10 municípios com maior número de casos de “Covid-19“, estão: Cuiabá (22.209), Várzea Grande (8.377), Rondonópolis (7.847), Lucas do Rio Verde (5.220), Sorriso (4.812), Tangará da Serra (4.621), Sinop (4.510), Primavera do Leste (3.614), Campo Novo do Parecis (2.531) e Cáceres (2.331).

Nota da redação

O Ministério da Saúde e a Secretaria Estadual de Saúde diariamente atualizam os números de casos suspeitos, confirmados e óbitos em Mato Grosso.

Os dados relativos da “Coronavirus” podem ser acompanhados pelo site “Covid Visualizar”. Pode haver discrepância por atrasos nas atualizações. O Ministério da Saúde criou uma plataforma de acompanhamento. A plataforma, no entanto tem apresentado instabilidade e está em manutenção.

O Covid Visualizer é um site que promete mostrar a contagem de casos de “Covid-19” no mundo. Desenvolvido por estudantes da Carnegie Mellon University, nos Estados Unidos, o monitor permite visualizar a contagem em uma animação de 3D do globo terrestre interativo: basta arrastar com o mouse para navegar entre regiões e clicar nos países para descobrir os números do local. A ferramenta está disponível na web por meio do endereço www.covidvisualizer.com.

É bom ressaltar que os números e as projeções publicadas pelo Blog do Valdemir nos meses de maio, junho e julho, serão confirmados na pesquisa que o governo divulgara na primeira semana de outubro.

E para finalizar: estamos vendo o iceberg.

A pergunta é: quando do iceberg está submerso?

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Fecomércio promove diálogo entre candidatos à Prefeitura de Cuiabá e classe empresarial do comércio
Propaganda

Destaques

Lucimar alcança alto índice de aprovação ao final de seu período no comando do município

Publicados

em

Pesquisa realizada pelo Instituo Gazeta Dados, aponta que a gestão da Prefeita do Município de Várzea Grande, a Democrata (DEM), Lucimar Sacres de Campos, foi aprovada por 79% da população da Cidade Industrial. Dos entrevistados, apenas 14% não aprovam e 7% não sabem ou não quiseram opinar.

O Instituto Gazeta Dados ouviu 800 pessoas várzea-grandenses entre os dias 10 e 12 de outubro. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o Número – MT-06855/2020.

A pesquisa aponta ainda que a administração da Prefeita Lucimar Campos atende as expectativas dos moradores do município em todas as áreas, alcançando ótimos índices de aprovação, principalmente na Educação, Saúde, Infraestrutura e Social.

Sobre a qualidade da gestão de Lucimar Campos, 62% dos várzea-grandenses entrevistados a consideram positivas, 50% a classificaram como boa e 12% como ótima. Outros 26% opinaram como regular a administração. Apenas 9% dos pesquisados afirmaram achar a gestão negativa, sendo 4% considerando ruim e 5% péssima.

Não souberam ou não quiseram responder, representaram 3% dos entrevistados.

Lucimar Sacre de Campos, nos últimos meses de sua gestão, vem entregando obras na cidade. Ela assegura que, ao final de seu mandato, mais de 88% das Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs) e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) estarão construídas reformadas, melhoradas e revitalizadas. A prefeitura está revitalizando 75 escolas da rede municipal durante a gestão, de um total de 85 unidades.

Além disso, o município finalizou o segundo quadrimestre de 2020 com superávit da ordem de R$ 100 milhões. Quanto às obras, a Prefeitura entregou 13 praças construídas ou reformadas, ultrapassando 200 equipamentos em toda a gestão.

O município de Várzea Grande na Saúde investiu no segundo quadrimestre deste ano de maio a agosto, R$ 55,3 milhões, dos quais R$ 21,5 milhões ou 38,95% são de recursos próprios do Tesouro Municipal, mantendo elevados os repasses para o setor considerado um dos prioritários da atual administração.

Em 4 meses, os recursos de R$ 7,6 milhões foram exclusivos para combater a Pandemia da Covid-19, mas parte acabou sendo devolvida ao Ministério da Saúde por ter sido encaminhada de forma incorreta e sem a regularidade necessária.

Nosso objetivo é e sempre foi trabalhar muito para melhorar o município, e se Deus quiser vamos fazer e ainda mais e terminar com uma boa administração”.

Lucimar Campos ainda disse que o objetivo agora, é trabalhar em prol do povo de Várzea Grande, terminar o que começou e entregar as obras prometidas para a população.

Embora a situação não seja das melhores onde o país vive momentos delicados de sua economia e também da Pandemia, nosso objetivo é trabalhar muito para melhorar o município e se Deus quiser vamos terminar nossa administração com a aprovação da maioria, afirmou.

Os gestores passam, e as pessoas ficam. Sendo assim, precisamos de pessoas mais capacitadas e dispostas a fazer uma gestão mais humanizada, baseada em desempenhos e com a maior transparência possível. É necessário competência, confiança e um gestor mais envolvido com as reais necessidades de um todo do município. Governar para todos! Nossa gente foi esquecida no passado e as poucas obras realizadas não tiveram o envolvimento dos munícipes. São eles quem pagam os impostos, e este impostos deveriam ser revertidos em serviços para a comunidade, toda a nossa comunidade e não somente alguns privilegiados. Precisamos pensar para frente, a nossa cidade pode mais e necessitamos de gestores visionários, profissionais e sérios. Gestores que pensam, de fato, nas pessoas. Finalizou a Democrata Lucimar Sacre de Campos.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Covid-19 “é a maior fraude de saúde do século 21”
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA