Artigos

Lauro Antônio: – Espaço compartilhado é uma oportunidade de aumentar seu networking

Publicados

em

Espaço compartilhado é uma oportunidade de aumentar seu networking

Por: Lauro Antônio

Muitas pessoas que ainda não fizeram a experiência de trabalhar num espaço compartilhado como coworking, não sabem os benefícios que esse tipo de ‘escritório’ pode trazer para seu negócio.

Primeiro um local como esse está repleto de profissionais de outros ramos e às vezes até do seu mesmo que podem gerar negócios e aumentar seu networking.

Pode acontecer de na mesa ao lado estar um profissional que precisa do trabalho, pode ser um arquiteto, um advogado, um jornalista, um criador de startup, um empresário do interior, ou seja um profissional que pode estar precisando dos seus serviços e você pode lucrar com isso e tornar seu negócio mais visível.

Por isso a principal característica para fazer do espaço compartilhado, uma oportunidade de negócios, é ser autêntico e simpático com todos. Nada de  colocar seu fone de ouvido e trabalhar o dia inteiro no PC, sem olhar para o lado, apesar de produtivo não é uma boa maneira de aproveitar as oportunidades que o espaço pode oferecer.

Aproveite tudo o que lhe é oferecido. O mercado procura pessoas expansivas e que saibam se expressar, seja,  durante um cafezinho ou água, o importante é não se fechar para aproveitar o momento para aumentar seus relacionamentos.

Se você desenvolve artes gráficas, por exemplo, um designer gráfico, sabemos que todos precisam de cartão de visita, então num coworking é uma oportunidade de mostrar e seu trabalho e captar clientes.

Um espaço de coworking é o que você pode fazer dele. E fazer networking e até mesmo amigos é uma das muitas vantagens de estar num espaço assim, além disso em  comparação ao custo de um escritório normal, se obtém uma média de economia de 38% com a opção de utilizar esse modelo de escritórios compartilhados.

De qualquer forma, experimente expandir seus relacionamentos empresariais e também de amizade. Sabemos que relacionamento é tudo para o sucesso no mundo dos negócios.

Lauro Antônio é empresário e sócio-proprietário do  Black Space Coworking em Cuiabá

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Luiz Affonso Romano: - Cúmplices da crise

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Artigos

Qual o meu desconto para pagar as dívidas do FIES?

Publicados

em

 

Autora: Gisela Simona –

No finalzinho de dezembro de 2021 muita gente comemorou a Medida Provisória de n. 1.090/2021 que garante a regularização de débitos vencidos e não pagos do Fundo de Financiamento Estudantil – FIES, mas existem dúvidas sobre quem verdadeiramente será beneficiado com a medida e qual o percentual de desconto de cada um.

Vale o registro que o FIES é um programa do Governo Federal destinado a concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores de universidades privadas, com avaliação positiva pelo MEC.

Assim, é importante saber que a medida beneficia alunos que aderiram ao FIES até o segundo semestre de 2017 e os benefícios significam descontos e até perdão dos juros e das multas, parcelamentos e abatimento no valor principal da dívida.

O maior desconto será para os estudantes com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, contados da publicação da MP n. 1.090 de 30/12/2021, que estejam no Cadastro Único de Programas Sociais – CadÚnico ou que tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial 2021, com desconto de 92% do valor consolidado da dívida, inclusive principal, por meio da liquidação integral do saldo devedor.

Na sequência será concedido um desconto de 86,5% para os estudantes com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, contados da publicação da MP n. 1.090 de 30/12/2021, que não estejam no CadÚnico ou que não tenham recebido o Auxílio Emergencial em 2021.

Também terão descontos os estudantes com débitos vencidos e não pagos há mais de 90 dias, contados da publicação da MP n. 1.090 de 30/12/2021, sendo esse desconto da totalidade dos encargos e 12% do valor principal, para pagamento à vista ou mediante parcelamento em até 150 parcelas mensais e sucessivas, com redução de 100% de juros e multas.

A Medida Provisória irá beneficiar cerca de um milhão de contratos, sendo 548 mil de inadimplentes inscritos no CadÚnico ou que tenham recebido o Auxílio Emergencial em 2021 e mais 524,7 mil contratos dos demais inadimplentes.

Referida medida está vigente desde sua publicação e para aderir à renegociação da dívida do Fies, o estudante terá que procurar os canais de atendimento agentes financeiros, ou seja, do banco que fez o seu respectivo financiamento.

Para saber mais sobre seus direitos nos siga nas redes sociais @giselasimonaoficial.

  • Gisela Simona é advogada, especialista em Direito do Consumidor.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Renato Tardioli: - A reforma trabalhista e a moralização do acesso à justiça
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA