Artigos

Francisney Liberato: – Trabalho remoto com Alta Performance

Publicados

em

 

              Trabalho remoto com Alta Performance

Autor: Francisney Liberato

É necessário expandirmos a nossa mente a um novo pensamento, e a uma nova forma de executar, o que fazemos todos os dias.

Há registros que desde a pré-história, o trabalho passou a existir na humanidade. Os indivíduos passaram a construir, e a utilizarem as suas próprias ferramentas, como a caça, o desenvolvimento da agricultura, dentre outros.

Para o melhor desempenho de um trabalho é crucial a utilização dos aspectos, físico, mental e emocional.

O ideal é que tenhamos um trabalho que nos satisfaça, que nos torne pessoas melhores e mais felizes, pois tendo essa perspectiva, o trabalho será prazeroso, e não penoso. Contudo, isso nem sempre é a realidade dos brasileiros, ainda mais com os altos índices de desempregos.

Deus deseja que os seus filhos se dediquem ao trabalho, para desempenhá-los com alta performance, ou seja, da melhor forma possível, pois o trabalho enriquece o homem em todos os seus aspectos, principalmente o financeiro, conforme cita o livro de Provérbios 10:4:

O preguiçoso fica pobre, mas quem se esforça no trabalho enriquece”.

Existe um trabalho que não requer a presença física dos seus funcionários, empregados e servidores. Estamos tratando do trabalho à distância, ou também conhecido como home office, que significa escritório em casa; teletrabalho; trabalho remoto etc. São trabalhos desempenhados pelos empregados e funcionários, fora do ambiente da empresa, ou seja, em casa, ou em qualquer outro lugar em que tenha condições de realizá-lo.

O home office surgiu nos Estados Unidos, tendo como pontapé inicial o desenvolvimento de tecnologias como a internet, intranet, infraestrutura tecnológica e a acessibilidade do celular, que possibilitou muitas pessoas a trabalharem remotamente em qualquer lugar.

É fato que o trabalho remoto é uma tendência mundial para todos os setores da economia, tanto para empresas da iniciativa privada, como também para órgãos e entidades da Administração Pública. Incluindo-se, sobretudo, as atividades fins, como também as atividades-meios, dentro de uma entidade.

É possível trabalhar em casa? São dúvidas que muitas pessoas têm, e que devem ser ponderadas antes de dar início a essa “nova’ forma de trabalho, isto é, deve-se estudar o cenário e observar alguns aspectos especiais.

Devemos conhecer bem o cenário onde desempenharemos o trabalho, se na residência ou em outro lugar. Para os que vão trabalhar em casa, é primordial ter ciência de que a sua casa, não é o mesmo lugar do trabalho e que não possui a mesma estrutura física, tecnológica, de suporte, insumos, dentre outros aspectos. Contudo, o detalhe bem interessante, como já vimos, é reconhecer que os ambientes são distintos.

Apesar dos ambientes não serem iguais, temos que reprogramar a nossa mente, para que entendamos que podemos fazer com que, se pareça com o ambiente de trabalho. Para que façamos esse ajuste mental, é indispensável que cada trabalhador, utilize da mesma rotina no ambiente de trabalho, na sua casa, em outras palavras, despertar no mesmo horário, tomar o café da manhã, tomar banho, se arrumar como fosse ir ao trabalho, mas vale a ressalva, que não precisa ter tanto rigor da vestimenta, cabelo, perfume e etc.

Ao fazer o espelhamento da rotina do trabalho na sua residência, consequentemente o seu cérebro entenderá que o ambiente é sério e que precisa de organização para dar o resultado requerido pela empresa. Separe um lugar na sua casa para tê-lo como ambiente do trabalho.

O computador, a mesa e a cadeira devem ser confortáveis para um bom desempenho de suas tarefas, entretanto, não muito confortável, pois do contrário, o corpo relaxará, e consequentemente, a sua produtividade não será cumprida.

Por estar em casa, tome nota das tentações do lar, tais como: sofá, geladeira, televisão, rádio, videogame, animais de estimação e outros objetos que atrairão você para desviar o foco do seu objetivo laboral.

Para aqueles que possuem filhos, o desafio é ainda maior, pois deve haver um acordo entre os moradores da residência, para separar e dividir os horários destinados ao trabalho, estudos, lazer, alimentação. Todos da casa devem ter essa informação e preocupação para que você consiga uma alta performance no cumprimento das metas.

Normalmente, as empresas implantam o teletrabalho, visando um aumento de produtividade por parte do colaborador; redução de custos e despesas, como: energia elétrica, materiais de insumos, água; problemas com vagas disponíveis para o estacionamento; e até problemas de relacionamentos, para aquelas pessoas que possuem dificuldade de convívio, mas que são ótimos funcionários.

O funcionário também é beneficiado pelo teletrabalho, pois, não precisar usar muitas roupas, economiza combustíveis, perfumes, maquiagem, tempo de trânsito, estresse, maior foco e concentração, flexibilidade e melhor qualidade de vida.

No aspecto dos benefícios do empregado, chamo a atenção para o fato de que cada ser humano é diferente um do outro, sendo assim, a sua forma de pensar e raciocinar, segue a mesma lógica. Dessa forma, com o trabalho remoto, o empregado desempenhará as suas atribuições no seu melhor momento, não importando se é pela manhã, tarde, noite ou de madrugada, o mais relevante, é que a produção e as metas sejam cumpridas, com qualidade.

Veja que há uma mudança da forma de trabalho e da relação entre empregados e empregadores. Deve existir um acordo entre as partes, como dizem os famosos ditados:

Uma mão lava a outra; A regra é clara. O combinando não custa caro”.

O empregador não precisa mais cobrar horários e monitorar o trabalho desempenhado pelo empregado. Por outro lado, deverá haver um maior compromisso e engajamento por parte do empregado, para que o resultado seja satisfatório.

Esteja conectado aos seus objetivos e metas. Para trabalhar a distância, jamais você deve se desligar dos seus compromissos, isto é, das suas metas diárias, semanais e mensais, pois elas estão atreladas ao seu desempenho.

Foco naquilo que interessa. Todos nós temos muitas atividades para desempenhar diariamente, desde atividades importantes, além tarefas fúteis. Coloque tudo no seu planejamento diário; planeje todas as suas atividades; priorize o que é mais importante no momento, e depois, sobrando tempo, faça as tarefas menos relevantes. Focar no seu trabalho é, deixar para algum momento, algumas atividades menos importantes. Faça uso da Matriz de Eisenhower.

Desenvolva uma rotina equilibrada de trabalho. É preferível desenvolver uma rotina, para que você se adapte mais rápido nessa nova forma de trabalhar. Ao invés, de trabalhar 12h por dia e no outro dia, não trabalhar nada, é preferível, trabalhar 6h efetivas por dia. A rotina é importante para você ter a consciência de quando começar e quando termina o trabalho. Foque nas horas líquidas de trabalho, com base na sua produtividade. Avalie constantemente os custos versus benefícios. O principal disso, é manter ou adquirir uma disciplina de expediente.

Comunicação aberta e sem bloqueios. Para fazer o trabalho remoto, como não teremos o suporte da empresa fisicamente próximas de nós, é indispensável que se utilize de uma boa comunicação, que sejam pelos meios: telefone, WhatsApp, videoconferência, e-mail, anydesk, Skype, ou outro software de comunicação. Tenha sempre uma conversa franca e objetiva com todos os colaboradores. Se houver dúvidas sobre a comunicação, a melhor solução é confirmar o que os interlocutores entenderam e aperfeiçoar os detalhes. É bom lembrar que os meios de comunicação citados, são frios, por isso, é basilar ainda mais, ter uma comunicação assertiva.

Faça pausas regulares. Recomendo a cada 50 min fazer uma pausa, de no máximo 10 min, para que você possa descansar. Ao retornar ao trabalho, esteja concentrado para que as suas horas líquidas sejam produtivas. Trabalhar sem descansar, desgasta muito o cérebro, e é bom lembrar que ninguém é uma máquina.

Aperfeiçoe o seu equilíbrio emocional. Trabalhar sozinho, requer muito equilíbrio de si mesmo, do contrário, o resultado não aparecerá. Conheça a si mesmo, as suas emoções e como lidar com elas. Nos momentos de picos de emoções é mais difícil desempenhar bem o trabalho, busque sempre o equilíbrio ou a gestão da emoção. Aplique a empatia com os demais colaboradores. A sua inteligência emocional lhe proporcionará o sucesso que tanto busca.

Motivação total. Você deve ter em mente que para realizar um trabalho com eficiência requer de você motivos, que são os pressupostos para que você aja. Qual é a sua motivação para trabalhar? É notável ter isso bem alinhado para que tenha muita motivação para trabalhar sozinho ou remotamente.

Temos que ficar cientes quanto ao isolamento, por que muitas vezes, a vida toda trabalhamos em um ambiente com muitas pessoas, e agora, você se vê isolado das pessoas. É necessário ter muito cuidado para não se isolar, ainda mais em um mundo em que as pessoas, a cada dia, pensam mais em si mesmas. Para resolver essa questão, não perca o contato virtual e físico com os seus colegas de trabalho, e constantemente, se possível, marque encontros sociais ou vá ao local de trabalho. O mais importante é não se isolar.

Tudo o que foi mencionado é para que o home office, seja realizado de forma planejada, contudo, no final de 2019 e início de 2020, centenas de países do mundo têm enfrentado um inimigo viral, denominado de Coronavírus, que tem obrigado as pessoas a trabalharem em casa e a si cuidarem.

A medida tomada, para não estagnar a economia, as empresas privadas e órgãos públicos, foi a implementação do trabalho remoto dos seus colaboradores. Muitas delas nunca tiveram políticas de trabalho remoto, e seus funcionários estão tendo a experiência de trabalharem desta forma, pela primeira vez. O Coronavírus foi declarado pela Organização Mundial de Saúde, como uma pandemia.

Os resultados do trabalho remoto são incontáveis para ambas as partes. Que nesta nova etapa da sua vida, você possa se dedicar com todas as suas forças, para trazer um resultado com excelência para o seu empregador. Jamais duvide da sua capacidade. Pode ser que, no início você tenha dificuldades de adaptação, contudo, logo passará, e você verá que valeu a pena. Faça sempre o seu melhor, conforme Colossenses 3:23-24;

E, tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração (…)”.

Francisney Liberato Batista Siqueira é Auditor Público Externo do Tribunal de Contas de Mato Grosso, Chefe de gabinete de Conselheiro do TCE-MT, Palestrante Nacional, Professor, Coach, Mentor, Advogado e Contador, Autor dos Livros “Mude sua vida em 50 dias”, “Como falar em público com eficiência” e “A arte de ser feliz”.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Patrícia Cavalcanti: - A PGM e a defesa do Meio Ambiente

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Artigos

Rafael Bellini: – Uma pandemia …

Publicados

em

 

                                   Uma pandemia …

Autor: Rafael Bellini

O ano de 2020 será sempre lembrado como o ano triste da COVID-19, do distanciamento social, das lives, da recessão global, do álcool gel,da calamidade, das milhares de vidas perdidas e tantos outros fatos gerados por um vírus que tomou o mundo, se tornou uma pandemia e nos apresentou um cenário de insegurança e indefinição sobre o futuro. São em momentos como esse, que a realidade se apresenta como ela é, e enxergamos sem filtro o nível de preparo e estrutura que cada País tinha para enfrentar uma situação inédita como a que estamos passando.

Em períodos normais, a urgência e o desenvolvimento de ações consideradas de médio e longo prazos tendem a ser encaradas respectivamente como “menos urgentes” e por vezes mais longas do que deveriam durar. O cenário muda, quando somos provocados por situações que nos tiram da zona de conforto, como no caso da crise gerada pela pandemia, demandando da coletividade, e em especial das autoridades constituídas, empatia e um trabalho conjunto e alinhado na busca das melhores soluções.

No caso do Brasil, observo que mesmo conhecendo os problemas estruturais, a enorme desigualdade social e os entraves econômicos que tanto prejudicam nosso desenvolvimento, a pandemia da COVID-19 escancarou essas fragilidades e ineficiências e mostrou a necessidade de um olhar para os mais pobres, acelerando o debate sobre temas/áreas a meu ver fundamentais de serem definidos, como no caso da continuidade das reformas estruturantes, a melhoria dos sistemas de educação e saúde, a geração de empregos, a proteção do meio ambiente, a relação comercial entre os países, entre outros.

Do ponto de vista estrutural, se pensarmos no Brasil como uma casa a beira mar, exposta ao desgaste da maresia, do vento e do sol, e sem qualquer manutenção, a pandemia foi um furacão que quase derrubou essa casa, deixando milhões de brasileiros na praia, desprovidos de saneamento básico, moradia, emprego, saúde e educação minimamente adequados para o enfrentamento da crise e a continuidade das atividades cotidianas. Tudo fruto de décadas de má gestão nos três níveis.

Não existe solução fácil para problema complexo, de forma que, para cada área mencionada acima, as medidas a serem adotadas demandam das autoridades públicas em todas as suas esferas e do Congresso Nacional, muita cooperação e comunhão de esforços, visando atender a cada brasileiro e corrigindo as deficiências estruturais acumuladas ao longo de anos, em questão de meses. Dentre as ações potencializadas pela pandemia, destaco:

REFORMAS TRIBUTÁRIA E ADMINISTRATIVA

Há décadas, o Brasil vem apresentando um aumento gradativo da sua carga tributária, sendo um dos países com a maior carga do mundo com uma média de 33% de impostos cobradas pela União, Estados e Municípios das empresas e contribuintes pessoas físicas. Se por um lado o peso dos tributos reduz a competividade das empresas instaladas no país, de outro, o aumento dos gastos públicos, do custo da máquina pública e a má alocação dos recursos em benefício da população impedem que tal carga possa ser menor, mais justa, segura e atrativa para quem deseja investir no Brasil.

O Brasil precisa de uma reforma tributária eficiente. Também é imprescindível trabalhar uma reforma administrativa para a contenção dos gastos públicos, estabelecendo-se assim o equilíbrio das contas públicas.

SANEAMENTO BÁSICO

Com a pandemia, a tão necessária universalização do acesso a água e esgoto tratados se tornou urgente. A necessidade de avançarmos com mais agilidade nos investimentos em serviços de abastecimento público e esgotamento sanitário ganhou relevância e impulsionou o debate para a aprovação do Novo Marco Legal do Saneamento Básico. Hoje, aproximadamente metade da população não tem serviço de esgoto sanitário e 40 milhões não têm água tratada com rede de abastecimento. Nesse cenário, o simples ato de lavar as mãos com água e sabão não é possível.

GÁS NATURAL

Outra frente que ganhou celeridade foi a proposta de abertura do Mercado de Gás Natural , com a votação da Nova Lei de Gás. Mais uma vez um passo importante para trazer mais segurança jurídica e investimentos para um setor de grande relevância para um país que tem o potencial do pré-sal e que se utiliza do gás natural para a produção de uma gama extensa de produtos e em serviços.

5G E ESTÍMULO À INOVAÇÃO

A transformação digital das empresas brasileiras depende de acesso a uma rede de internet robusta e confiável, sendo um dos caminhos que temos para garantir a produtividade e competitividade necessárias, assegurando nossa inserção nas cadeias globais de valor. A conectividade confiável é a base para tornar viável essa transformação, já que a implantação dos conceitos e tecnologias associadas à Indústria 4.0 e demais aplicações envolvendo o IoT depende de sua existência e disponibilidade.

Essas são apenas algumas das propostas que ganharam relevância na crise e que aprovadas, certamente auxiliarão na retomada econômica. Que venham as boas notícias.

A ABIMAQ, além de atuar nas questões de crédito, manutenção dos empregos, ferramentas para a retomada da economia, também prioriza as questões citadas acima.

Rafael Bellini é Bacharel em Direito e Chefe de Gabinete na Presidência da ABIMAQ/SINDIMAQ

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Onofre Ribeiro: - Além do programa eleitoral
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA