ARTIGO

Francisney Liberato: – Sonhar é sem limites

Publicados

em

 

             Sonhar é sem limites

Autor: Francisney Liberato

Sonhe sem moderação.

O seriado lançado em 2020, pela Netflix, cujo nome é “A Vida e a História de Madam C.J. Walker”, conta a história de luta, de superação e de sucesso de uma americana negra.

Na época, nos Estados Unidos, existiam a segregação racial. As mulheres não tinham muito valor, tanto que o seriado descreve que nas reuniões e nos eventos, os homens faziam o papel de atores principais, e as mulheres, realizam os trabalhos de coadjuvantes, ou seja, os homens tratavam sobre negócios, e as mulheres organizava a alimentação.

De lavadora de roupas, sem instrução educacional, sem dinheiro, com filho e divorciada, surge a primeira mulher que se tornou milionária nos Estados Unidos, de acordo com Guinness Book of World Records.

Isto é, ela tinha tudo para dar errado nesta vida. Ela era discriminada, e se não bastasse todos esses adjetivos pejorativos que ela possuía, ainda era uma mulher acima do peso e destituída de beleza exterior, dessa forma, a discriminação, preconceitos e racismo eram evidentes.

Contudo, mesmo em um ambiente sem muitas possibilidades e de grandes dificuldades, dentro de si, estava uma mulher guerreira e que tinha sonhos, objetivos e que pretendiam vencer na vida, e foi o que de fato aconteceu.

Ela foi a Fundadora da Madam C. J. Walker Manufacturing Company, empresária de cuidados com os cabelos. Se tornou milionária atuando nesse ramo, é o seu nome está escrito na história.

Madam foi uma empreendedora americana, filantropa e ativista política e social, superou todas as lutas e dificuldades para ser uma grande vencedora.

Ela venceu duas lutas: a primeira luta foi a mais difícil, que era a luta interna. Era perceptível ver na personagem, que o seu “eu” o estava lhe sabotando, a se tornar uma vencedora. Será que isso não está ocorrendo conosco hoje? A luta contra o nosso próprio “eu”, é uma das batalhas mais atribuladas que existem.

A segunda luta, também muito complicada, pois era os aspectos externo, a dificuldade, as condições sociais em que ela vivia, o preconceito, o racismo, a ausências de recursos financeiros e estruturais.

Porém, diante de todas essas circunstâncias, ela tinha tudo para não dar em nada. Ser mais uma fracassada em meio a bilhões de pessoas neste mundo, não obstante, superou as adversidades, obstáculos e circunstâncias, e se tornou uma vencedora.

Não há limites para os nossos sonhos. Não existem fórmulas predeterminadas para que você cresça e se desenvolva. Jamais perca a esperança de realizar tudo o que sonhou. Você também pode fazer o mesmo hoje!

Ela sonhou. Ela persistiu. Ela foi guerreira. Ela realizou. Ela venceu as batalhas que as planejou. O seu nome está registrado na história. E você, o que tens feito para deixar o seu legado? O que tens feito para inspirar os indivíduos deste mundo?

Francisney Liberato Batista Siqueira é Auditor Público Externo do Tribunal de Contas de Mato Grosso, Chefe de gabinete de Conselheiro do TCE-MT, Palestrante Nacional, Professor, Coach, Mentor, Advogado e Contador, Autor dos Livros “Mude sua vida em 50 dias”, “Como falar em público com eficiência” e “A arte de ser feliz”.

http://www.francisney.com.br

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Denia Consultoria: - Você vê excessos ou ausências na sua imagem?
Propaganda

Artigos

José Wenceslau de Souza Júnior: – Toda crise traz mudanças!

Publicados

em

 

                  Toda crise traz mudanças!

Autor: José Wenceslau de Souza Júnior

Em 2020, estamos vivendo um divisor de águas, pois a Covid-19 está fazendo todos se reinventarem, e consequentemente, o comércio também.

O comerciante deve preparar a loja para receber o cliente, e se atentar ao comportamento, já que ele está menos consumista, mais exigente e cuidadoso.

O cliente mudou a percepção sobre as marcas, em destaque estão as empresas que possuem boas ações, atendimento diferenciado, tanto na forma presencial, quanto on-line (WhatsApp, Chatboot, Instagram, Facebook, site e e-mail marketing).

O que consumir também entrou nas indagações do cliente, pois o supérfluo deixou o lugar para o essencial, desde a alimentação, viagens, cabeleireiro, vestuário, até móveis, eletrodomésticos e veículos.

Já para o comerciante, o desafio é se adequar às normas sanitárias e de distanciamento sem perder a qualidade no atendimento, manter o preço competitivo da loja física, em relação às lojas virtuais.

De acordo com pesquisa realizada por uma empresa especializada em inteligência de mercado, 51% dos consumidores brasileiros comprarão mais pela internet ou por aplicativos, sendo que 45% das compras realizadas nos últimos três meses foram feitas pela primeira vez, ou seja, até os mais receosos perderam o medo de utilizar o cartão de crédito no universo digital.

E o comércio, gerador de cerca de 66% da arrecadação do ICMS em Mato Grosso, e empregador de mais da metade dos trabalhadores com carteira assinada – precisa de atenção. Não me refiro apenas ao gestor do negócio, mas atenção do poder público.

Com o aumento das compras pela internet, o consumo nas lojas físicas já diminuiu, e uma readequação dos impostos deve ser feita, para evitar uma competição desigual entre lojas físicas x virtuais.

Por outro lado, há 40 anos atuando no comércio mato-grossense, já vivenciei outras crises e tenho certeza que vamos superar mais essa. O consumo retraído neste período de isolamento e recessão econômica, vai se estabilizar, talvez não na velocidade que desejamos, mas no último trimestre deste ano, os consumidores voltarão a realizar as compras – sem receios.

E mais uma vez ressalto, o comércio é importante para o desenvolvimento social, porque por trás de um CNPJ, existem muitos CPFs.

José Wenceslau de Souza Júnior, comerciante há mais de 40 anos e presidente da Fecomércio, Sesc e Senac em Mato Grosso.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Onofre Ribeiro: - Líderes. Que líderes?
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA