Artigo

A alquimia da entrevista e o refogado da contratação

Publicados

em

 

Autor: Henning Dornbusch –

O que colher de uma boa entrevista sempre foi fruto de uma longa discussão. Por isso, ter a visão de vários interlocutores, cada um com seu ponto de vista e com uma visão diferente da psique humana e das virtudes de cada candidato sempre enriqueceu o debate do perfil ideal. Não esquecendo que cada entrevista pode ser também fruto de uma autoanálise do entrevistador.

O filtro pode ser o currículo. Mecanismos de busca ajudam, claro. Tecnologia está aí para isso. Mas é naquele velho e bom olhar que o tabuleiro de xadrez começa a movimentar as peças. A coerência da narrativa faz mais sentido do que um currículo bem redigido. O ditado de que se preparar para uma entrevista é fundamental para o sucesso nunca foi tão verdadeiro e ainda conta com poucos adeptos. Isso serve para as duas pontas da mesa, ou da tela .. Entrevistar significa também vender uma paixão e uma oportunidade concreta de despertar no candidato o interesse em se juntar a uma fórmula vencedora. Esse link tem que existir. A conexão tem que ser estável

É nas entrelinhas que sabemos o sabor da feijoada. Conversar sobre atividades e interesses praticados fora do ambiente de trabalho podem determinar a diferença entre gostar e efetivamente se dedicar a uma causa. Qual o nível de detalhe que a paixão em nós desperta?

A dicotomia entre o tempo de Chronos e o tempo de Kayros… Mas voltando à feijoada .. Pessoalmente, gosto de conversar sobre a paixão que move cada um e ver o brilho de alguém descrevendo como gosta de cozinhar, de música, de literatura ou de qualquer atividade que desperte um profundo interesse. Já me imaginei uma vez saboreando uma feijoada, onde o candidato descreveu cada passo e cada detalhe e ponto dos ingredientes. Mesmo se eu fosse vegano acho que gostaria de ter experimentado. Se a empresa fosse essa feijoada … quais os ingredientes que o candidato à vaga gostaria de ter?

O entrevistador passou a ser o candidato e o candidato o entrevistador? Extremos de uma tendência de equilíbrio de forças por um propósito que visa ao modelo participativo e que culmina com uma gestão saudável e colaborativa de todos. Já fiz uma provocação em uma entrevista em que, após 15 minutos de conversa, resolvi mudar as funções e mudar os papeis (Quid Pro Quo Clarice, Quid Pro Quo – para quem viu o filme o Silêncio dos Inocentes). A reação do candidato foi de perplexidade inicial, mas iniciou um outro diálogo sobre preparação. Portanto, cada uma das pontas, preparem-se para serem entrevistados e entrevistadores. Sempre um ótimo exercício.

A feijoada tem que ser boa para quem a prepara e para quem a degusta.

  • Henning Dornbusch é mentor de executivos, com formação em coach e sócio proprietário na JHD Consult.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Wilson Pires de Andrade: - 19 ANOS DO “BECO DO PORRETE” SEM BUGRELO, O FUFU-DE-VEADO
Propaganda

Artigos

Qual o meu desconto para pagar as dívidas do FIES?

Publicados

em

 

Autora: Gisela Simona –

No finalzinho de dezembro de 2021 muita gente comemorou a Medida Provisória de n. 1.090/2021 que garante a regularização de débitos vencidos e não pagos do Fundo de Financiamento Estudantil – FIES, mas existem dúvidas sobre quem verdadeiramente será beneficiado com a medida e qual o percentual de desconto de cada um.

Vale o registro que o FIES é um programa do Governo Federal destinado a concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores de universidades privadas, com avaliação positiva pelo MEC.

Assim, é importante saber que a medida beneficia alunos que aderiram ao FIES até o segundo semestre de 2017 e os benefícios significam descontos e até perdão dos juros e das multas, parcelamentos e abatimento no valor principal da dívida.

O maior desconto será para os estudantes com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, contados da publicação da MP n. 1.090 de 30/12/2021, que estejam no Cadastro Único de Programas Sociais – CadÚnico ou que tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial 2021, com desconto de 92% do valor consolidado da dívida, inclusive principal, por meio da liquidação integral do saldo devedor.

Na sequência será concedido um desconto de 86,5% para os estudantes com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, contados da publicação da MP n. 1.090 de 30/12/2021, que não estejam no CadÚnico ou que não tenham recebido o Auxílio Emergencial em 2021.

Também terão descontos os estudantes com débitos vencidos e não pagos há mais de 90 dias, contados da publicação da MP n. 1.090 de 30/12/2021, sendo esse desconto da totalidade dos encargos e 12% do valor principal, para pagamento à vista ou mediante parcelamento em até 150 parcelas mensais e sucessivas, com redução de 100% de juros e multas.

A Medida Provisória irá beneficiar cerca de um milhão de contratos, sendo 548 mil de inadimplentes inscritos no CadÚnico ou que tenham recebido o Auxílio Emergencial em 2021 e mais 524,7 mil contratos dos demais inadimplentes.

Referida medida está vigente desde sua publicação e para aderir à renegociação da dívida do Fies, o estudante terá que procurar os canais de atendimento agentes financeiros, ou seja, do banco que fez o seu respectivo financiamento.

Para saber mais sobre seus direitos nos siga nas redes sociais @giselasimonaoficial.

  • Gisela Simona é advogada, especialista em Direito do Consumidor.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Qual foi o maior legado de 2020 para o mundo jurídico?
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA